Coluna Café com História: A crise nas instituições brasileiras

Ao longo da história brasileira as instituições que são os pilares de sustentação da república sempre foram frágeis e vistas com desconfiança por parte da população, um dos principais motivos que levam a essa desconfiança é a corrupção, que não é uma exclusividade das instituições públicas, pois afeta de forma sistemática empresas privadas e a população como um todo.

Porém além da corrupção, outro fator faz com que nossas instituições sejam vistas com certo receio, o favorecimento de uns e o desprezo a outros, as classes mais ricas e que concentram o poder econômico e político são bajulados pelas instituições enquanto os trabalhadores e mais pobres sequer tem seus direitos garantidos e quando tentam exigir pelo menos os seus direitos são reprimidos com violência.

Além de toda desconfiança existente esse ano as instituições perderam completamente a credibilidade e dessa vez não somente para os brasileiros, mas para os países do mundo todo, nosso país é visto como uma república das bananas pelos estrangeiros. Esse termo república das bananas é um termo usado em tom de desaprovação, pois significa que nosso país é corrompido facilmente, submisso aos países ricos e que suas instituições não tem valor.

Esse termo se aplica a países onde não há lei para ricos e os estrangeiros são vistos com ar de superioridade enquanto os próprios cidadãos são vistos como menores e sem valor e especialmente neste ano de 2016 as principais instituições da república foram corrompidas ao vivo pelos jornais e o vexame foi transmitido em cadeia nacional.

Começando pela votação do impeachment na câmara de deputados federais, onde deputados corruptos, que foram inclusive caçados e presos após a votação vomitavam falsa moralidade no julgamento, depois foi à vez do senado onde senadores com graves problemas na justiça falavam de combate a corrupção, senadores com mais de 10 processos em andamento no Supremo Tribunal Federal julgando como se fossem as pessoas mais honestas deste país.

Após todo esse vexame, foi a vez do juiz que comanda a lava jato ser flagrado em intimidades com políticos citados mais de 40 vezes na operação, o conselho nacional de justiça que regula o comportamento dos magistrados condena essa prática, um juiz não pode manter qualquer relação com um réu, menos ainda em público.

E pra finalizar o ano a maior das decepções, o Supremo Tribunal Federal, afastou o presidente do senado Renan Calheiros que por sua vez ignorou a mais alta corte de justiça do país e na semana seguinte teve seu cargo mantido, mesmo descumprindo a lei que diz o seguinte: O artigo 86 da Constituição (...) considere inconstitucional a permanência na linha sucessória presidencial de políticos réus de ações penais admitidas pelo próprio tribunal (...).

Assim o papel do Supremo Tribunal Federal deve ser claro, Renan deveria ser afastado imediatamente, porém mais uma vez as instituições se apequenaram e baixaram a cabeça para a corrupção e ignoraram as leis.

Assim o STF virou chacota durante toda a semana, chegando ser chamado de Sugestivo Tribunal Federal, pelo humorista Fabio Porchat em seu programa de entrevistas.

O Brasil só será respeitado novamente o dia em que juízes e ministros não se relacionarem com réus e no dia que tiverem a coragem de fazer cumprir a lei ao invés de interpreta-la para favorecer políticos conhecidamente corruptos.



AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.


Anuncie Aqui!

(73) 9972-7955 || (73) 3013-6687
liberdadenews@hotmail.com
Copyright © 2017 LiberdadeNews - A Força da Notícia. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0