Colunistas

Seja a mudança que você quer ver no outro

Quero mostrar aqui que embora a vida a dois seja sim muito difícil, isto não significa que seja ruim. Nem tudo que é difícil é ruim e nem tudo que é fácil é bom. Mas é preciso que se entenda, sempre haverá uma solução para aquilo que a gente crê que não há. Só pra morte não tem solução.

A NICA DA LIBERDADE 80

Ramiro Guedes

CUNHA E A TRAIÇÃO

Depois de onze meses de chincanas, a Câmara consumou a traição e cassou Eduardo Cunha por 450 votos a 10. Depois de ser usado, principalmente pelo PSDB, para o golpe contra Dilma, Cunha foi abandonado à própria sorte e se viu cassado, perdendo o mandato e seus direitos políticos por 8 anos.

Por que é tão difícil a vida a dois?

Lembrei-me de uma ocasião em que fui visitada por uma amiga para tomarmos um café em minha casa. Fazia tempo que não passávamos a tarde juntas. Estava tudo ótimo até que percebi sua desatenção ao que conversávamos porque não parava de olhar para o relógio. Perguntei: - “Você está preocupada com alguma coisa?” – “Não, é que o marido vai chegar logo em casa e preciso estar lá, senão ele vai me encher o saco!”, aí eu disse: - “Então sim, você está preocupada”. Ela completou dizendo que toda vez que isso acontece acaba em briga a noite.

A NICA DA LIBERDADE 79

VERDADE COM ALGUM ENDEREÇO

“Os maiores inimigos são os que já foram amigos um dia. O senhor foi o meu maior amigo”. (Mauro de Felice, jornalista)

PARLAMENTARISMO?

Muita gente reputa o regime parlamentarista com o ideal para o Brasil, pois haveria um primeiro-ministro, um presidente que a pena mediaria, um conselho de ministros, deputados e senadores. Havendo uma desconfiança com o Parlamento, esse seria dissolvido e seriam convocadas eleições gerais. Tudo muito bonito no papel e no pensamento. Mas com a classe política que temos, como seria tal processo? Aguentaria o país tantos ministérios quanto fosse a insatisfação dos políticos? O parlamentarismo, monárquico ou não, pressupõe condições políticas que não temos, pois nos talhamos para um republicanismo imperial.

Quem é seu maior inimigo?

Um aspecto importante da comunicação além, é claro, de nos relacionarmos com as pessoas é como nos relacionamos com nós mesmos. Qual o tipo de diálogo que você tem consigo mesmo? Você costuma ser muito duro e crítico ou você consegue ser mais maleável, aceitando que nem sempre você faz o que realmente deveria ter sido feito?


Anuncie Aqui!

(73) 9972-7955 || (73) 3013-6687
liberdadenews@hotmail.com
Copyright © 2017 LiberdadeNews - A Força da Notícia. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0