Vizinho e mais 8 pessoas torturaram e mataram costureira, diz polícia

Um vizinho da costureira de 45 anos que foi torturada e morta no dia 1º de janeiro, no bairro de Cajazeiras, em Salvador, e mais oito pessoas são suspeitas de terem cometido o crime, segundo informou a Polícia Civil. De acordo com a polícia, o montador de móveis Adelson dos Santos Moreira Ramo, foi o único identificado até esta quarta-feira (11) é procurado.

A polícia pede que qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito, bem como sobre a identidade dos demais envolvidos no crime, seja denunciada por meio do Disque Denúncia, no número 3235-0000, ou pelo aplicativo SIPP, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disponível nas lojas de aplicativos para Android e IOS. O anonimato é garantido.

Crime: Ivonete de Souza Santos foi torturada e morta a tiros pelo grupo, na noite do dia 1º de janeiro, no bairro de Cajazeiras, em Salvador. Segundo informações da Polícia Civil, o corpo da vítima foi encontrado em uma vala, com ferimentos de arma branca no braço esquerdo, lesões na face, além de ferimentos de tiros na cabeça e nas costas.

Segundo a polícia, o crime teria sido motivado após uma desavença entre a vítima e homens que participavam de uma festa que foi realizada na manhã de domingo, na casa de um vizinho dela. A discussão teria sido motivada pelo fato dos homens terem utilizado, sem permissão, a laje da casa da mulher.

Pela noite, após a desavença, os homens invadiram a casa de Ivonete e a arrastaram pelos cabelos até a rua e a agrediram. No dia 2 de janeiro, o corpo de Ivonete foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) e encaminhado à cidade de Santanópolis, a cerca de 150 quilômetros de Salvador, onde foi sepultado.



AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.


Anuncie Aqui!

(73) 9972-7955 || (73) 3013-6687
liberdadenews@hotmail.com
Copyright © 2017 LiberdadeNews - A Força da Notícia. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0