Mães relatam os desafios que enfrentaram na jornada de inclusão dos filhos autistas na escola. “Foi bastante tortuoso”, diz mãe de menino de oito anos

Saber que um filho foi diagnosticado com TEA (Transtorno do Espectro Autista) não é algo simples. A notícia costuma ser um grande impacto para a família e vem acompanhada por muitas dúvidas: ele vai fazer amigos? Como vai se relacionar com as outras pessoas? Vai poder ir à escola? Como funciona o aprendizado e estudos para as crianças autistas?

Fazer uma inclusão escolar adequada é fundamental para garantir o desenvolvimento das crianças autistas.

Essas são os principais questionamentos que permeiam a mente dos pais e que normalmente são perguntados em consultórios médicos e psicológicos quando os pais ficam sabendo do diagnóstico. Logo nos primeiros anos de vida, a grande questão costuma ser em relação ao desenvolvimento da aprendizagem e a adaptação escolar das crianças autistas .

De acordo com Renata Michel, especialista em Neuropsicologia e Analista do Comportamento Aplicada ao Autismo do Grupo Conduzir, o assunto é realmente complexo, principalmente por conta do ensino no Brasil, que apresenta grandes dificuldades para o ensino regular, seja em relação a questões políticas, econômicas ou sociais. Por esse motivo, o assunto deve ser analisado de forma cautelosa, pensando sempre no bem-estar da criança.

“É bom sempre lembrar que assim que uma criança recebe o diagnóstico do TEA, os pais já devem planejar e estudar a melhor forma de inclusão escolar para o filho. Quanto antes esse processo de inclusão se iniciar, tanto na escola quanto em outros ambientes, melhor para a família e para a criança”, orienta Renata.

Isso porque a inclusão escolar é de fundamental importância para o desenvolvimento de habilidades de crianças com autismo, independente do espectro (“grau”). Segundo a profissional, nesse momento, os pais devem seguir as orientações do analista do comportamento e psicopedagogos responsáveis pelo caso.

Além disso, a adaptação curricular deve sempre ser orientada pelos mesmos profissionais. O professor auxiliar também seria essencial para desenvolvimentos de habilidades da criança com TEA no contexto escolar. Entretanto, o tempo, momento e forma de atuação do professor devem ser orientados pelo analista do comportamento responsável pelo caso.

Renata ressalta que existem duas responsabilidades diferentes em relação à adaptação escolar de crianças autistas. “A responsabilidade escolar e a do Estado ou do plano de saúde – quanto ao diagnóstico médico”, fala.

A profissional explica que é obrigação da escola oferecer um professor de apoio (algo que é amparado pela Lei 12.764, mais conhecida como Lei Berenice Piana). Além disso, o Estado ou o plano de saúde é responsável em prover um profissional da saúde que acompanhe o paciente na escola, uma vez que um tratamento de saúde esteja sendo implementado nesse ambiente.

É importante ressaltar que a presença de um profissional não anula a presença do outro. Ambos devem trabalhar em conjunto para o desenvolvimento da criança.

Fonte: Delas


Estudantes da educação básica realizam prova do Seab hoje (21)

Avaliação analisa a eficiência da educação no país A aplicação das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Seab) iniciam

Homenagem aos professores conta com momentos de emoção

Teixeira de Freitas: Alegria e emoção rechearam a noite de celebração e homenagens aos Professores da rede municipal. Realizada neste sábado,

Mais de 2 milhões de candidatos já consultaram o local de prova do

A maior parte dos candidatos que visualizaram o cartão de confirmação é do Nordeste Até ontem, segundo dia de consulta aos locais de prova do

Enem 2019 libera consulta aos locais de prova

Exame será aplicado nos dias 3 e 10 de novembro Os mais de 5 milhões de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 podem consultar

Programa Partiu Estágio convoca mais de 2 mil estudantes

Cerca de 2.626 estudantes foram convocados para integrarem o Programa Partiu Estágio, por meio da Secretaria da Administração do Estado (Saeb).

De acordo com Inep, este ano o Enem terá um custo de R$ 105,52 por

Os valores correspondem a gastos que vão desde a elaboração até a impressão O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 deverá custar,

Psicólogos e assistentes sociais nas escolas são necessários?

Veto do governo federal aos profissionais divide opiniões O projeto de lei 3.688/2000, que previa a presença de psicólogos e assistentes sociais

Trabalhadores em Educação do município de Nova Viçosa realizam

Nova Viçosa: Ocorreu nesta quarta-feira, 09 de outubro, uma paralisação dos Trabalhadores em Educação do Município de Nova Viçosa, promovida

BIBLIOTECA CEO. Uma viagem literária.

Teixeira de Freitas: Contando com um acervo de mais de 300 títulos catalogados em seu sistema, a Biblioteca da escola CEO proporciona aos seus

Setembro amarelo: Ceo Educacional realiza 1º café literário, com o

Teixeira de Freitas: No dia 27 de setembro de 2019 o Ceo Educacional promoveu o 1º Café literário, com o tema doenças psicológicas e seus

Nossos Apoiadores: