Um dos momentos mais marcantes da história mundial, a Idade Média sempre é cobrados nos vestibulares das maiores universidades do país. Por esse motivo, a maior parte dos cursinhos pré vestibular on-line sempre revisam o Feudalismo, um dos sistemas econômicos da época.

Para acabar de uma vez por todas com suas dúvidas, nós elaboramos um guia completo sobre o Feudalismo e suas principais características. Vamos lá?

O que foi o Feudalismo e como surgiu

O Feudalismo foi um sistema econômico que ocorreu na Europa entre os séculos X e XI, em que imperava o poder descentralizado —  quem comandava eram os senhores feudais —  e o Clero —  padres e bispos —  tinham notável importância. A característica mais marcante da época era a servidão —  também conhecida como vassalagem —  dos camponeses para os senhores feudais.

Para entender um pouco melhor o Feudalismo, é necessário saber sua origem. Na época, o Império Romano passou por uma terrível crise, impulsionando o poder da economia rural. Além disso, simultaneamente à queda do império, ocorreram as invasões bárbaras que desestruturam a Europa Ocidental.

A partir disso, toda a economia do Feudalismo era baseada na agricultura, uma vez que, as relações de vassalagem e suserania predominava. Nesse sistema, os vassalos (servos) recebiam pedaços de terra do suserano (nobres) em troca de fidelidade, trabalho e proteção.

A Sociedade Feudal

Podemos afirmar que a sociedade feudal era uma pirâmide e funcionava da seguinte forma:

Nobreza;

Clero,

Servos.

A nobreza era composta pelo rei, condes e duques. Por cuidarem de todo o feudo, os nobres também eram chamados de senhores feudais ou suseranos. Essa classe da sociedade tinha o poder de criar e aplicar leis, declarar guerras, cobrar impostos e determinar a quantia de terra que os servos recebiam.

Na pirâmide, logo abaixo, estava o Clero, formado por bispos, padres e outras autoridades religiosas da Igreja Católica. De acordo com os nobres, essa classe era isenta do pagamento de impostos e tinham a missão de prezar pela paz e garantir o equilíbrio espiritual do feudo.

Por fim, a base da pirâmide representa o maior número de pessoas do feudo. Os servos eram camponeses e exerciam atividades braçais, como o cultivo da terra e o ordenho de gado. Mesmo sem nenhum ganho monetário, os servos eram obrigados a pagarem impostos altíssimos e outros tributos.

Dentre os servos, também havia outras classificações como os vilões, que moravam em vilas e prestavam serviços com a possibilidade de trocar de propriedades, e os escravos, que eram responsáveis pelos serviços domésticos. Havia também os ministeriais, os únicos que podiam ter ascensão social e chegar um pouco mais próximo ao topo da pirâmide.

Como ocorria as concessões de terra?

Nem sempre, as concessões de terra eram feitas pelo rei. No entanto, não era tão simples conquistar algum terreno para começar a trabalhar para algum senhor feudal. Os casamentos arranjados também eram comuns na época, a fim de garantir a fidelidade de um senhor feudal e a vassalagem de uma família.

As guerras também eram meio de conquista de terra, já que por várias vezes os laços de vassalagem se rompiam e o desejo de expandir seu terreno era maior. Nesses casos, quem ganhava a guerra, conquistava mais espaço e mais visão perante os nobres.

A Crise do Feudalismo

Com o surgimento do proletariados, ocorreu uma crise no sistema feudal. Na mesma época, a urbanização dos feudos se fez mais presente, garantindo o aumento das cidades, novas transações e relações comercial.

Uma nova classe surgiu e ficou conhecida como a burguesia. Na Europa, também nascia um novo sistema econômico, o capitalismo e com isso, a derrocada do feudalismo, foi inevitável!

Por: Liberdadenews/Ascom


Cresce procura por carreira de educação

De acordo com um levantamento realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a Fundação

Último dia para se matricular no pré-vestibular Universidade Para

A matrícula para o cursinho pré-vestibular Universidade para Todos termina nesta sexta-feira (24), no local e turno para os quais o aluno optou

Prazo de pagamento da taxa Enem 2019 encerra hoje

Interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 que não foram contemplados com a isenção devem ficar atentos. O prazo

Mais de 16 mil alunos de Teixeira participam da Obmep

Nesta terça-feira, dia 21 de maio, aconteceu a 1ª fase de prova da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – Obmep. A

MEC mantém bloqueio de R$ 5,8 bilhões após revisão orçamentária

Governo usa reserva e a libera R$ 1,5 bilhão para o Ministério da Educação O Ministério da Educação informou nesta quarta-feira (22) que

Prouni 2019: edital e cronograma foram divulgados para o segundo

Quem deseja cursar graduação com bolsas de estudo ofertadas por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni 2019) deve ficar atento para o

Partiu Estágio seleciona 1,4 mil universitários em novas

O governador Rui Costa anunciou na noite desta terça-feira (21), durante o #PapoCorreria, a convocação de 1.410 universitários para integrar o

UFSB é a mais afetada do País por cortes do MEC

Com corte de 53,96%, a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), localizada em Itabuna (distante a 642 km de Salvador), no sul do estado, foi a

Enem 2019: prazo para pagar boleto encerra nesta quinta-feira

Boleto deve ser pago até o dia 23 para validar a inscrição na prova. Prazo para requisição de atendimento por nome social se encerra na sexta,

Bolsas para graduação e mestrado na Itália

Uma oportunidade além da fronteira, a Università Commerciale Luigi Bocconi oferece bolsas de estudo para graduação e mestrado na Itália com o

UAI Brasil
Nossos Apoiadores: