Um dos momentos mais marcantes da história mundial, a Idade Média sempre é cobrados nos vestibulares das maiores universidades do país. Por esse motivo, a maior parte dos cursinhos pré vestibular on-line sempre revisam o Feudalismo, um dos sistemas econômicos da época.

Para acabar de uma vez por todas com suas dúvidas, nós elaboramos um guia completo sobre o Feudalismo e suas principais características. Vamos lá?

O que foi o Feudalismo e como surgiu

O Feudalismo foi um sistema econômico que ocorreu na Europa entre os séculos X e XI, em que imperava o poder descentralizado —  quem comandava eram os senhores feudais —  e o Clero —  padres e bispos —  tinham notável importância. A característica mais marcante da época era a servidão —  também conhecida como vassalagem —  dos camponeses para os senhores feudais.

Para entender um pouco melhor o Feudalismo, é necessário saber sua origem. Na época, o Império Romano passou por uma terrível crise, impulsionando o poder da economia rural. Além disso, simultaneamente à queda do império, ocorreram as invasões bárbaras que desestruturam a Europa Ocidental.

A partir disso, toda a economia do Feudalismo era baseada na agricultura, uma vez que, as relações de vassalagem e suserania predominava. Nesse sistema, os vassalos (servos) recebiam pedaços de terra do suserano (nobres) em troca de fidelidade, trabalho e proteção.

A Sociedade Feudal

Podemos afirmar que a sociedade feudal era uma pirâmide e funcionava da seguinte forma:

Nobreza;

Clero,

Servos.

A nobreza era composta pelo rei, condes e duques. Por cuidarem de todo o feudo, os nobres também eram chamados de senhores feudais ou suseranos. Essa classe da sociedade tinha o poder de criar e aplicar leis, declarar guerras, cobrar impostos e determinar a quantia de terra que os servos recebiam.

Na pirâmide, logo abaixo, estava o Clero, formado por bispos, padres e outras autoridades religiosas da Igreja Católica. De acordo com os nobres, essa classe era isenta do pagamento de impostos e tinham a missão de prezar pela paz e garantir o equilíbrio espiritual do feudo.

Por fim, a base da pirâmide representa o maior número de pessoas do feudo. Os servos eram camponeses e exerciam atividades braçais, como o cultivo da terra e o ordenho de gado. Mesmo sem nenhum ganho monetário, os servos eram obrigados a pagarem impostos altíssimos e outros tributos.

Dentre os servos, também havia outras classificações como os vilões, que moravam em vilas e prestavam serviços com a possibilidade de trocar de propriedades, e os escravos, que eram responsáveis pelos serviços domésticos. Havia também os ministeriais, os únicos que podiam ter ascensão social e chegar um pouco mais próximo ao topo da pirâmide.

Como ocorria as concessões de terra?

Nem sempre, as concessões de terra eram feitas pelo rei. No entanto, não era tão simples conquistar algum terreno para começar a trabalhar para algum senhor feudal. Os casamentos arranjados também eram comuns na época, a fim de garantir a fidelidade de um senhor feudal e a vassalagem de uma família.

As guerras também eram meio de conquista de terra, já que por várias vezes os laços de vassalagem se rompiam e o desejo de expandir seu terreno era maior. Nesses casos, quem ganhava a guerra, conquistava mais espaço e mais visão perante os nobres.

A Crise do Feudalismo

Com o surgimento do proletariados, ocorreu uma crise no sistema feudal. Na mesma época, a urbanização dos feudos se fez mais presente, garantindo o aumento das cidades, novas transações e relações comercial.

Uma nova classe surgiu e ficou conhecida como a burguesia. Na Europa, também nascia um novo sistema econômico, o capitalismo e com isso, a derrocada do feudalismo, foi inevitável!

Por: Liberdadenews/Ascom


Educação e Inovação: Colégio Genoma ofertará o Ensino Médio

Teixeira de Freitas: O Colégio Genoma lança em Teixeira de Freitas, o Ensino Médio. Agora os estudantes teixeirenses terão a oportunidade de

11 universidades entre as melhores do mundo são brasileiras, aponta

Instituições foram listadas pelo Times Higher Education O Times Higher Education, um dos principais rankings universitários do mundo, foi

Carlos Reis Agni lança Diário do Conflito, romance místico sobre

Uma noite para celebrar a superação. O lançamento do livro Diário do Conflito, realizado no último dia 14 de setembro, às 19 horas, na Livraria

Caravelas vai implantar sistema militar de ensino em mais duas

Caravelas: O anúncio foi feito pelo Comandante da Polícia Militar da Bahia (PM/BA), Coronel Anselmo Brandão, em Salvador, atendendo pedido do

Inscrições para vagas remanescentes do Fies terminam amanhã (11)

Esse prazo é válido para candidatos não matriculados na IES Os candidatos não matriculados na Instituição de Educação Superior só têm até

Enem 2019 está perto: confira quais documentos são validos para o

As provas serão realizadas em dois domingos, 3 e 10 de novembro O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Teixeira: Justiça determina que APLB retire outdoors com Fake News

Teixeira de Freitas: O Juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Teixeira de Freitas, Dr. Roney Jorge Cunha Moreira, deferiu requerimento do

Programa Partiu Estágio oferece cerca de 3 mil vagas para

O programa Partiu Estágio, do Governo da Bahia, abriu 2.838 vagas nesta quarta-feira (4). Os interessados terão até o dia 4 de outubro para

Acordo põe fim à greve dos professores de Alcobaça

Alcobaça: O retorno das aulas está marcado para a próxima segunda-feira, dia 09 de setembro. Essa foi a decisão conjunta dos representantes do

Estudantes de Teixeira se encantam com a Incrível Maquina de Livros

Interativo, lúdico e o mais importante: incentiva a leitura. A Incrível Maquina de Livros está estacionada na Praça da Bíblia, no centro de

Nossos Apoiadores: