De acordo com um levantamento realizado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a Fundação Carlos Chagas (FCC) que rendeu a publicação ‘Professores do Brasil’, as matrículas para a licenciatura passaram de 659 mil alunos, em 2001, para 1,5 milhão em 2016. Desse total, 882.749 faziam licenciatura em cursos de ensino presencial e, o restante, 641.580, por meio de cursos a distância.

Mesmo com o aumento da procura pela carreira da educação, a supervisora de ensino da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, Sandra Rabaça, analisa que é um grande desafio a preparação desses profissionais. “Tenho observado que a formação docente no ensino superior tem mostrado lacunas na formação do candidato à profissional da educação. Após formação, vão atuar na educação básica e, muitas vezes, chegam à sala de aula com muitas dificuldades e acabam fazendo parte de um grupo de professores despreparados para tal função”, constata Sandra.

Critérios para formação docente

Todo docente no país deve ter certificação superior, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB 9.394), de 1996. Segundo o Plano Nacional de Educação (PNE), até 2024 todos os professores da Educação Básica devem possuir educação superior obtida em curso de licenciatura na área de conhecimento em que lecionam.

Muitas pessoas ficam confusas quanto nomenclatura magistério, licenciatura ou pedagogia. Sandra Rabaça esclarece que quando se ouve falar em magistério nos dias atuais significa a pessoa que exerce a profissão de professor. A habilitação licenciatura refere-se à formação em curso superior e pode ser dividida em: licenciatura plena, qualificação para lecionar na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio; licenciatura a distância, que tem a mesma validade da licenciatura plena, apenas é realizada via internet e o aluno não precisa estar presente em uma sala de aula física.

 Já Pedagogia é um curso de licenciatura plena que prepara os profissionais da Educação para atuarem na Educação Básica como professores da Educação Infantil, do Ensino Fundamental - anos iniciais (1º ao 5º ano) - ou ainda exercerem cargos de: professor coordenador, Orientador educacional, diretor e supervisor de Ensino.

 Agência Educa Mais Brasil


Capes anuncia novas regras para bolsas de pós-graduação

Modelo leva em consideração desempenho acadêmico e IDHM Cursos de mestrado e doutorado poderão perder até 10% ou ganhar mais 30% do número

Estudantes da UESB vencem workshop internacional de tecnologia

O desperdício de alimentos em feiras livres é um problema social que pode ser resolvido com apenas um caixote de feira, uma placa de

Não passou no vestibular? Confira dicas para recuperar a motivação

Aprenda a ter ânimo para voltar a estudar e não desistir do seu sonho Não passar no vestibular é uma situação que não é tão simples de

Curso de Biomedicina está entre os mais concorridos da área de

Biomédicos focam em pesquisas sobre causadores de enfermidades e suas possíveis curas A Biomedicina é uma carreira que transita entre a Biologia

MEC busca alternativa para voltar a emitir carteira de estudante

O Ministério da Educação (MEC) informou nesta segunda (17) que busca alternativas para garantir aos estudantes a emissão gratuita de

Resultado da segunda chamada do ProUni já está disponível

Estudantes têm até o dia 28 para apresentar documentação O Ministério da Educação divulgou hoje (18) o resultado da segunda chamada do

MEC não pode emitir carteira estudantil a partir desta segunda-feira

IDs terão validade até a data de expiração O Ministério da Educação (MEC) não está emitindo novas identidades estudantis (IDs) – as

Matrícula na educação infantil cresceu 12,6% nos últimos cinco

O crescimento foi impulsionado pelas matrículas em creches O número de matrículas na educação infantil aumentou em 12,6% nos últimos cinco

Praticar atividade física com vídeos da internet pode causar graves

Vídeos que circulam pela internet são alternativas “fáceis” e baratas Cada dia mais comum no ambiente virtual, aplicativos, blogs e vídeos

Saiba quais são os fenômenos astronômicos previstos para 2020

Calendário prevê eclipses solares, lunares e chuvas de meteoros Os fenômenos astronômicos previstos para 2020 vão além da Superlua deste

Nossos Apoiadores: