Suzano large

Uma medida desesperada pode parecer inicialmente inofensiva: mentir no currículo. No entanto, pode acarretar diversos problemas ao longo do tempo, até mesmo envolvendo a Justiça. A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara de Deputados há seis anos rejeitou um projeto de lei que tinha como proposta tipificar como crime a falsificação de currículos. A justificativa utilizada é de que a falsificação de currículo poder ser enquadrada no artigo 298 do Código Penal, que prevê reclusão, de um a cinco anos, para quem falsificar documento particular. 

Descobertas de divergências de informações no documento pode prejudicar a imagem do profissional e ainda resultar em demissão por justa causa, mesmo não tendo uma Lei estabelecendo que mentir no currículo é crime. Diante disso, decisões recentes da Justiça sobre mentiras no currículo têm dado parecer favorável a demissão do funcionário por justa causa quando são identificadas mentiras sobre conclusão do ensino médio, por exemplo.

Mesmo quando não há uma falsificação direta de documento exagerar nas informações do currículo ou passar dados que não condizem com a realidade, como o tempo de experiência, pode acarretar problemas para o profissional. Caso consiga o cargo, em algum momento será cobrado conforme as descrições em seu currículo.

Experiência profissional

A insegurança de competir com profissionais mais experientes pode levar o candidato a inventar em seu currículo. Para evitar enfrentar maiores problemas posteriormente, uma dica é criar um currículo de recém-formado para profissionais sem experiência que impressione os recrutadores e auxilie na busca pela vaga desejada. 

Uma dica para aqueles que já possuem uma graduação é investir no maior número de especializações e cursos. Para isso, é possível contar com a ajuda do Educa Mais Brasil. O programa educacional já possui 15 anos de atuação e já beneficiou mais de 1 milhão de estudantes. Acesse o site do Educa Mais Brasil e confira todas as oportunidades, é possível conseguir descontos de até 70% e ainda não cometer nenhum deslize.

 Fonte: Agência Educa Mais Brasil


Psicólogos e assistentes sociais nas escolas são necessários?

Veto do governo federal aos profissionais divide opiniões O projeto de lei 3.688/2000, que previa a presença de psicólogos e assistentes sociais

Trabalhadores em Educação do município de Nova Viçosa realizam

Nova Viçosa: Ocorreu nesta quarta-feira, 09 de outubro, uma paralisação dos Trabalhadores em Educação do Município de Nova Viçosa, promovida

BIBLIOTECA CEO. Uma viagem literária.

Teixeira de Freitas: Contando com um acervo de mais de 300 títulos catalogados em seu sistema, a Biblioteca da escola CEO proporciona aos seus

Setembro amarelo: Ceo Educacional realiza 1º café literário, com o

Teixeira de Freitas: No dia 27 de setembro de 2019 o Ceo Educacional promoveu o 1º Café literário, com o tema doenças psicológicas e seus

Contagem regressiva: faltam 30 dias para o Enem 2019

A primeira prova será aplicada no dia 03 de novembro Faltam apenas 30 dias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e mais de 5 milhões

Forma de ensino na escola é fundamental para o desempenho do aluno

Escolas públicas de ensino médio, no Brasil, não oferecem condições satisfatórias de aprendizado, diz pesquisa Apenas 2% das escolas públicas

Prazo do Prouni é prorrogado para 4 de outubro

Novo calendário é para as bolsas remanescentes Candidatos que já estão matriculados na instituição de educação superior (IES) ganharam mais

Pestalozzi de Teixeira de Freitas dá exemplo ao País e inaugurará

Teixeira de Freitas: A Associação Pestalozzi de Teixeira de Freitas inaugurará nos próximos meses, a Rádio WEB PESTALOZZI, uma iniciativa

Melhor projeto de Educação será revelado pelo Prêmio Educador

População ainda pode votar no projeto favorito  O Prêmio Educador Nota 10, que neste ano chega a sua 22ª edição, anuncia nessa segunda (30) o

Quase metade do planeta ainda não tem acesso à internet, aponta

Em 2019, o acesso à internet passou a estar disponível a 51% da população mundial. Foi o primeiro ano em que a conectividade ultrapassou a casa

Nossos Apoiadores: