Composta por pessoas nascidas a partir de 2010, a Geração Alpha é primordialmente classificada por ser 100% nativa digital. Ou seja, os alphas já nascem praticamente sabendo, quase que institivamente, se virar muito bem com um celular. A nova realidade traz aspectos positivos e negativos no que se refere ao desenvolvimento dessa geração.

“Quanto aos aspectos positivos, pode-se citar o acesso rápido à informação, a facilidade em se comunicar com o que está longe, além da tecnologia poder ser usada em atividades pedagógicas e escolares”, comenta a professora do curso de Psicologia da FSG Centro Universitário, Joice Cadore Sonego. Para a profissional, se utilizadas de forma responsável, as ferramentas tecnológicas contribuem de maneira positiva para os processos de ensino-aprendizagem.

Também doutora em Psicologia pela UFRGS, Sonego alerta, no entanto, para a importância da interação “cara a cara” da criança com outras pessoas, pois as telas dificultam esse processo, além de não proporcionarem experiências fundamentais ao desenvolvimento emocional, como por exemplo, a possibilidade de se frustrar.

Assim como a geração conectada, as anteriores já vêm se adaptando cada vez mais ao mundo virtual. Em dados gerais, 215,2 milhões são mobile (utilizam smartphones), segundo a HootSuite.  Para que essa geração colha bons frutos, a principal dica é ter consciência do tempo de uso das tecnologias, tanto por parte dos filhos quanto por parte deles mesmos.

“Sabe-se que as crianças aprendem por imitação de modelos e, se a criança tem pais que não “desgrudam” do smartphone ou do tablet, como ela vai fazer diferente? Estamos todos imersos na tecnologia, mas os pais são os responsáveis por dosar esse uso por parte das crianças e oferecer às mesmas outras possibilidades de entretenimento e de convívio social”, conclui Joice Sonego,

Agência Educa Mais Brasil

Flexibilização do ano letivo: MP é prorrogada pela Alcolumbre

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) publicou ato no Diário Oficial da União (DOU) que prorroga por 60 dias a

Ano letivo não será cancelado, garantiu Governador da Bahia

Em conversa com imprensa do recôncavo baiano e região baixo sul, nesta quinta-feira, 28, o governador Rui Costa afirmou que o ano letivo dos

Há necessidade de recursos para educação alertam secretários

Consed manifesta preocupação com redução do gasto público Em nota técnica, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) alerta

Alimentação escolar: Agricultura Familiar é tema de seminário

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foi tema do último dia do seminário virtual “Parceria mais forte, juntos para alimentar”,

Covid-19: MEC suspende pagamento de parcelas do Fies

Medida vale enquanto durar o estado de calamidade pública O Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) autorizou a suspensão das

Último dia para fazer as inscrições para o Enem é nesta quarta

MEC estendeu o prazo previsto no edital até o dia 27. Estudantes devem acessar a Página do Participante e tem até quinta (28) para pagar taxa O

Inadimplência cresce em instituições de ensino superior

Dados mostram que 26,3% estão com mensalidades atrasadas A taxa de inadimplência nas instituições privadas de ensino superior ficou em 26,3%

SISU 2020.2: MEC inclui oferta de vagas para cursos a distância

As alterações passam a valer já para o processo seletivo do segundo semestre O Ministério da Educação (MEC) publicou uma portaria alterando as

Sisu oferecerá vagas em cursos de ensino a distância

As vagas são oferecidas com base nas notas do Enem O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ofertará, a partir do segundo semestre, vagas para

Enem 2020: plataformas on-line e gratuitas liberam conteúdos

Conteúdos auxiliam os estudantes em diversas disciplinas Com o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, sem novas

Nossos Apoiadores: