Documento disponibilizado na internet mostra como a rede social pode ser usada em sala de aula

 O Twitter, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), montou o Ensinar e Aprender com o Twitter, guia que tem como objetivo ajudar educadores a capacitarem os alunos com as habilidades de alfabetização midiática. O produto visa contribuir para o uso responsável das ferramentas que a rede social apresenta.

No guia estão reunidos textos teóricos, planos de aula e estudos de caso que mostram as melhores práticas sobre alfabetização midiática da UNESCO. O documento traz, ainda, dicas de como professores e pais podem usar o Twitter como uma ferramenta de aprendizado na sala de aula ou em casa.

O vice-presidente de políticas públicas, governo e filantropia corporativa do Twitter, Colin Crowell, usou o blog da rede para ressaltar a importância da parceria com a UNESCO, além de destacar a necessidade da alfabetização midiática contra a desinformação. “Esperamos que este manual tenha um impacto tangível e benéfico para estudantes de todo o mundo, ajudando os educadores a transmitirem informações e habilidades críticas às gerações mais jovens sobre como navegar em um ambiente de mídia cada vez mais complexo”, declarou.

O Ensinar e Aprender com o Twitter também pretende contribuir para a formação de bons cidadãos digital. Por isso, há tópicos sobre segurança online e como os educadores devem agir caso se deparem com casos de cyberbullying.

O guia está disponibilizado na internet – para ter acesso basta clicar aqui –, e também será distribuído em escolas via rede de ONGs relevantes da UNESCO, agências estaduais de educação e a rede europeia de Centros de Internet Segura.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Prouni: confira as bolsas disponíveis por estado; inscrições

Consulta deve ser feita no site do programa Já estão disponíveis as consultas das opções de bolsas ofertadas pelo Programa Universidade para

MEC divulga datas do Enem

Por conta do coronavírus, o exame previsto para 2020 foi adiado para 2021 O Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas

Programa de bolsas de pesquisas do Google está com inscrições

Por conta da pandemia da Covid-19, uma seção especial foi criada Pesquisadores de todo o país podem se inscrever para a oitava edição do Latin

Sisu tem 814,47 mil inscrições

Balanço divulgado neste sábado (11) pelo Ministério da Educação (MEC) contabilizou 814.476 inscrições para o Sistema de Seleção Unificada

Pandemia revela nossa total desorganização, afirma antropólogo

Em entrevista ao Correio, Roberto DaMatta atribui à herança escravocrata o desrespeito a regras básicas, como o uso de máscara e o isolamento

Campanha #CientistaTrabalhando é foco para processo científico

Ciência precisa estar no debate do dia a dia, diz especialista Chamar a atenção para o processo científico em meio à pandemia do novo

MEC anuncia que Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021

Provas digitais vão ocorrer em 31 de janeiro e 17 de fevereiro O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que teve a aplicação adiada por causa

Começam hoje inscrições para o Sisu

Pela 1ª vez, serão ofertadas vagas na modalidade a distância A partir de hoje (7), estudantes que participaram da edição de 2019 do Exame

Capes prorroga inscrições para 75 mil vagas em cursos a distância

Elas podem ser feitas até o dia 24 de julho As inscrições para 75 mil vagas para capacitação a distância oferecidas pela Coordenação de

Sisu.2: inscrições começam nesta terça (7) e vão até

Consulta de vagas do Proni também foi liberada De hoje até a próxima sexta-feira, 10, estudantes que participaram da última edição do Exame

Nossos Apoiadores: