Documento disponibilizado na internet mostra como a rede social pode ser usada em sala de aula

 O Twitter, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), montou o Ensinar e Aprender com o Twitter, guia que tem como objetivo ajudar educadores a capacitarem os alunos com as habilidades de alfabetização midiática. O produto visa contribuir para o uso responsável das ferramentas que a rede social apresenta.

No guia estão reunidos textos teóricos, planos de aula e estudos de caso que mostram as melhores práticas sobre alfabetização midiática da UNESCO. O documento traz, ainda, dicas de como professores e pais podem usar o Twitter como uma ferramenta de aprendizado na sala de aula ou em casa.

O vice-presidente de políticas públicas, governo e filantropia corporativa do Twitter, Colin Crowell, usou o blog da rede para ressaltar a importância da parceria com a UNESCO, além de destacar a necessidade da alfabetização midiática contra a desinformação. “Esperamos que este manual tenha um impacto tangível e benéfico para estudantes de todo o mundo, ajudando os educadores a transmitirem informações e habilidades críticas às gerações mais jovens sobre como navegar em um ambiente de mídia cada vez mais complexo”, declarou.

O Ensinar e Aprender com o Twitter também pretende contribuir para a formação de bons cidadãos digital. Por isso, há tópicos sobre segurança online e como os educadores devem agir caso se deparem com casos de cyberbullying.

O guia está disponibilizado na internet – para ter acesso basta clicar aqui –, e também será distribuído em escolas via rede de ONGs relevantes da UNESCO, agências estaduais de educação e a rede europeia de Centros de Internet Segura.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil


Estudante denunciado por racismo é afastado da UFRB

Nesta quinta-feira, 12, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) emitiu nota se posicionando sobre o caso de racismo ocorrido no Centro

Ministério da Educação lança diploma digital

O objetivo é reduzir custos e processos que demoram Com o objetivo de reduzir custo, trazer mais segurança e rapidez, o Ministério da Educação

Segundo pesquisa, cresce a procura por cursos de pós-graduação

Estudo também mapeou perfil dos estudantes  Conforme levantamento divulgado pelo Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior

Estudantes participam de Encontros Territoriais de Arte e Cultura em

Teixeira de Freitas: Os estudantes da rede estadual de ensino de unidades escolares de diversos municípios do Estado estão participando da fase

Alunos beneficiados com bolsa de estudo se esforçam mais, aponta

Confira guia de como ganhar bolsas de estudo Para muitos brasileiros, estudar no ensino privado só é possível graças a descontos nas

Sisu 2020: inscrições serão liberadas em janeiro; confira

Período vai de 21 a 24 de janeiro de 2020 Entre os dias 21 a 24 de janeiro de 2020, candidatos podem cadastras as suas opções de cursos no

Mostra Cultural da Casa da Cultura começa nesta sexta (06)

Casa da Cultura prepara Mostra Cultural para esta sexta (06) e sábado (07) Dedicada inteiramente a Cultura, as mostras Culturais funcionam como

O que é avaliado no Pisa, exame que o Brasil não está avançando

Exame internacional tenta avaliar, em 79 países e economias, capacidade de estudantes de 15 anos em analisar textos e aplicar conceitos matemáticos

Nota baixa: Brasil fica abaixo da média em avaliação do Pisa

Estudantes foram avaliados nas disciplinas de literatura, matemática e ciências As pontuações médias obtidas por estudantes brasileiros

Jubileu de Prata Dourada do Colégio Henrique Brito: 42 anos de

Teixeira de Freitas: “Deve haver um lugar dentro do seu coração / Onde a paz brilhe mais que uma lembrança / Sem a luz que ela traz já nem se

Nossos Apoiadores: