Parte dos recursos será destinados para a compra de painéis solares

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou hoje (29) que o governo vai disponibilizar R$ 125 milhões em recursos extras para as universidades federais. De acordo com o ministro, 65% dos recursos serão destinados para a aquisição de painéis solares e o restante para a conclusão de obras paradas ou em andamento.

“Estamos liberando recursos para investimentos em energia fotovoltaica renovável e isso vai liberar orçamento na veia para as universidades”, disse o ministro.

Os recursos, advindos de remanejamento do orçamento da Secretária de Educação Superior (Sesu), serão distribuídos para todas as 63 universidades federais, que em média receberão cerca de R$ 2,5 milhões. Mas, segundo o secretário de Ensino Superior, Arnaldo Lima, terão acesso a um volume maior de recursos as universidades que estiverem melhor classificadas em um ranking do ministério que avalia a qualidade e desempenho e que tenham o menor custo por aluno.

Para tanto, as universidades foram classificadas em cinco faixas. Quanto maior for a pontuação no ranking, maior será o volume de recursos recebidos.

De acordo com a assessoria do ministério, o objetivo é beneficiar as universidades que possuem menores condições orçamentárias de realizar esse tipo de investimento. A estimativa do Ministério da Educação é que após a implantação dos painéis haja uma redução média nas contas de luz das universidades de até 25,5 milhões por ano.

Mercosul

Durante a coletiva de imprensa para anunciar a liberação dos recursos, o ministro disse ainda que o Brasil não vai mais participar das reuniões do Mercosul, grupo que reúne Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela, que tratam de educação.

Segundo o ministro a decisão foi motivada por não haver “resultados concretos” das reuniões. O ministro também afirmou que, na prática, a decisão não muda a relação do Brasil com o Mercosul.

“Depois de 28 anos que o Brasil está participando na área educacional do Mercosul, a decisão do governo é a partir de hoje começar a discutir apenas relacionamentos bilaterais com Argentina, Paraguai e Uruguai”, disse Weintraub. “Tudo que tiver de iniciativa na área de educação vai ser mantida a única coisa é que essas reuniões não vão acontecer mais com a presença do Brasil”, afirmou.

Para Weintraub, a realização de reuniões bilaterais são mais efetivas. “Numa conversa bilateral conseguimos avançar muito mais rapidamente. Na reunião [do grupo] que tivemos hoje apenas o ministro [da Educação] do Paraguai veio, a Argentina mandou alguém da Embaixada e o Uruguai não mandou ninguém”, disse.

Fonte: Agência Brasil

Pedagogia está entre graduações a distância mais buscadas

Cursos superiores EAD no país já somam mais de três mil O baixo custo e as vantagens de flexibilizar os horários das aulas estão entre os

Declaração de dados para o Censo da Educação Superior termina

O envio das informações deve ser realizado por um pesquisador institucional Instituições de ensino superior públicas e privadas de todo o

Com a aprovação do MEC, estudantes poderão ter aulas nas férias e

Diretrizes para organizar o calendário escolar de 2020 foram homologadas pelo Ministério da Educação O Ministério da Educação publicou no

Enem 2020: prazo para pagamento de boleto da inscrição foi

Candidatos devem entrar na Página do Participante para gerar novo documento A partir de amanhã (3), candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio

Grupos de pesquisas receberão R$30 milhões para desenvolver

Credenciamento será feito pela Embrapii com apoio do MEC O número de grupos de pesquisa de universidades federais credenciados pela Empresa

Governo do Estado prorroga suspensão das aulas e eventos na Bahia

O decreto n° 19.586, que determina a suspensão das aulas na rede estadual e a realização de eventos com mais de 50 pessoas em todo o

Enem 2020: balanço das inscrições aponta maioria de candidatos

Neste ano, 81% dos inscritos está nessa categoria Após a finalização das inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020,

Está disponível o resultado da seleção da Capes para formação

Cada programa beneficiará mais de 60 mil alunos de licenciatura O resultado da seleção para a formação de 60 mil professores, realizada pela

Flexibilização do ano letivo: MP é prorrogada pela Alcolumbre

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) publicou ato no Diário Oficial da União (DOU) que prorroga por 60 dias a

Ano letivo não será cancelado, garantiu Governador da Bahia

Em conversa com imprensa do recôncavo baiano e região baixo sul, nesta quinta-feira, 28, o governador Rui Costa afirmou que o ano letivo dos

Nossos Apoiadores: