Dirigente recebeu pedido do brasileiro para luta, mas ainda não respondeu

 

Ex-campeão peso pena (até 65,7kg), José Aldo parece almejar voos diferentes no Ultimate Fighting Championship. De contrato renovado, o manauara mira mudanças no rumo da carreira. E uma delas pode ser a troca de divisão, buscando novos ares. Ele ressaltou o desejo de descer para os galos (até 62kg) e enfrentar o dono do cinturão, Henry Cejudo. O presidente do UFC, Dana White, declarou ter gostado da ideia do brasileiro e não descartou um futuro duelo.

Em recente entrevista ao Canal Combate, Aldo admitiu certo desinteresse em permanecer na divisão dos penas. Ele disse que sente a categoria um pouco 'parada' e  não crê em trilogia com o atual campeão, Max Holloway, que lhe tirou o cinturão do UFC. O caminho, para o manauara, é descer de peso e apostar tudo nos galos. Henry Cejudo é o atual dono do título tanto nos 62kg quanto nos moscas (até 57,8kg), e o brasileiro considera que teria plenas condições de cortar alguns quilos, com ajuda de nutricionista.

"O Cejudo disse que está aberto a enfrentar qualquer um. Então eu quero a chance de lutar contra ele e vencê-lo. Tenho possibilidade grande de bater o peso dos galos, então é justo lutar contra o campeão", afirmou Aldo, que afirmou já ter feito o pedido a Dana White e aguarda o sinal positivo do dirigente. "Mandei mensagem a ele explicando a situação. Já está na cabeça dele, sabe que vai dar uma mexida não só na mídia, mas nos fãs e dentro do Ultimate", acrescentou o brasileiro.

O dirigente, em entrevista ao Combate, deixou claro que ainda não tomou uma decisão sobre o pedido de Aldo para enfrentar Cejudo. Mas ele valorizou a postura do brasileiro de não se acomodar na divisão dos penas. "Aldo me mandou mensagem e eu disse que não sabia, que iria ver. Não sabemos o que faremos com essas divisões ainda. Eu gosto do José Aldo em qualquer lugar, em qualquer categoria", disse Dana.

Aldo, de 32 anos, dominou o peso pena do UFC entre 2011 e 2015. Ele defendeu o cinturão sete vezes até ser batido por Conor McGregor com nocaute logo aos 13seg de luta. Depois, o brasileiro se sagrou campeão interino e foi promovido ao dono do título linear. Mas acabou desbancado por Max Holloway e ainda perdeu a revanche, em 2017. O manauara voltou com triunfo sobre Jeremy Stephens, derrotou Renato Moicano, mas vem de revés para o australiano Alexander Volkanovski, por decisão unânime, no Rio de Janeiro, em maio passado.

Fonte: Superesportes

Confira o resultado da Quina 5306 e Lotofácil desta segunda (6/7)

No total, prêmio passam de R$ 8 milhões nesta segunda-feira, 6 de julho A Caixa Econômica Federal sorteou, na noite desta segunda-feira (6/7),

CBF afirma que Campeonato Brasileiro começa no dia 9 de agosto

Entidade se posiciona após declaração de governador de São Paulo Horas após o governador de São Paulo, João Doria, afirmar, nesta segunda

Adolescentes brasileiras vão brigar por vaga na Ferrari

Júlia Ayoub e Antonella Bassani estão entre as 20 finalistas A paulistana Júlia Ayoub, de 15 anos, e a catarinense Antonella Bassani, de 14,

Grande Prêmio do Brasil de Fórmula1 pode ser cancelado

Chefe da Mercedes diz que GP dos EUA também pode não acontecer O chefe da Mercedes, o austríaco Toto Wolff, afirmou ser improvável a

Flamengo enfrenta Boavista e anuncia transmissão do jogo

Recurso jurídico, no entanto, pode ser aceito e impedir a veiculação Já classificado para as semifinais da Taça Rio - segundo turno do

Atletas de seleção buscam parcerias para se manterem em forma

Três mulheres criaram meios próprios para treinar durante a pandemia Com duas Paralimpíadas no currículo - Londres 2012 e Rio 2016 - e mais de

Em fim de contrato, jogadores têm futuro incerto no Bahia

Arthur Caíke está perto de deixar o clube; Ramires, Matheus Silva e Everson podem voltar Os próximos dias vão ser de definições no Bahia.

Jogador do Cruzeiro passa bem após acidente de carro

Volante Henrique foi anunciado nesta semana como reforço O volante Henrique, do Cruzeiro, passa bem após acidente automobilístico sofrido na

Futebol: Brasileirão 2020 pode começar em 9 de agosto

Data saiu após reunião com dirigentes de clubes das séries A e B A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após reunião virtual com

Basquete: Nova temporada é prevista para 14 de novembro

Lista só sai em setembro, mas times já movimentam mercado A temporada 2020/2021 do Novo Basquete Brasil (NBB), campeonato nacional masculino

Nossos Apoiadores: