O UFC se despediu do Brasil neste ano com o evento em São Paulo no último sábado, 16. Nele, o show foi de Charles do Bronx, que ganhou por nocaute de Jared Gordon, levantando os 10.344 torcedores que lotaram o ginásio do Ibirapuera. Já Mauricio Shogun empatou com Paul Craig e Ronaldo Jacaré foi superado por Jan Blachowicz.

Segundo David Shaw, vice-presidente sênior do UFC, o ano de 2020 terá a mesma configuração de eventos no Brasil. "Teremos um pay-per-view e dois Fight Night. Ainda não definimos os locais, mas sempre queremos estar em São Paulo, então estamos vendo a situação do Ibirapuera. Nossa ideia é ir para as grandes metrópoles, mas também para cidades menores onde nunca estivemos", disse em entrevista ao Estado.

Não está descartado um grande evento em estádio brasileiro no próximo ano. O UFC também vai continuar desenvolvendo o esporte em outros países da América Latina. Para Shaw, o Brasil é muito importante. "O que fazemos no Brasil precisa ser replicado na Austrália, China, Canadá, outros territórios. Aqui nós dobramos nossa base de fãs em cinco anos, o que é incrível", afirmou.

O sucesso do UFC no Brasil contribui para ter bons atletas representando o País. "São 101 lutadores brasileiros no UFC, a maior marca da história. E 34 deles estão ranqueados no Top 15. Não tem outro país como esse", revelou Shaw.

No UFC São Paulo, por exemplo, o experiente Jacaré acabou sendo derrotado. Outra lenda do Ultimate, Mauricio Shogun, ficou no empate em sua luta. Além deles, lutadores como Wanderlei Silva, Vitor Belfort e o próprio Anderson Silva, que ainda tem mais alguns combates assinados com o UFC, já não têm a mesma relevância de antes.

Mas a nova geração está aí para ocupar seu espaço e substituir os grandes campeões. Amanda Nunes, por exemplo, é dona de dois cinturões na divisão feminina. "Muitos atletas aparecem e o surgimento deles é importante", comentou Shaw, que sabe que novos ídolos brasileiros estão surgindo em muitos cantos do País.

Fonte: Estadão Conteúdo


Seleção de Handebol é campeã baiana nas categorias juvenil

Teixeira de Freitas: No último final de semana, 7 e 8 de dezembro, a Seleção Teixeirense de Handebol Feminino, Texas Hand, disputou o Campeonato

Mundial de Handebol: Brasil se complica após três jogos sem vencer

Seleção depende de 2 vitórias e combinação de resultados para avançar O Brasil ficou numa situação delicada no Mundial de Handebol

Brasil estreará contra a Venezuela na Copa América de 2020

Veja a tabela da competição A seleção brasileira conheceu nesta terça-feira o adversário de estreia na edição de 2020 da Copa América.

Craques do Flamengo tatuam taça da Libertadores

Jogadores do Rubro-Negro fizeram questão de marcar conquista da maior competição da América, em seus corpos. Confira fotos a seguir Após o

Marta encontra Cristiano Ronaldo e evita falar sobre aposentadoria

Encontro de craques foi promovido pelo canal Desimpedidos Escolhida como melhor futebolista do mundo por seis vezes, Marta teve um encontro de

Real Madrid lança uniforme virtual exclusivo para o game Fifa 20

Torcedores podem comprar uniforme que não será usado pelo time em campo O Real Madrid lançou uma nova camiseta exclusiva para o game Fifa 20.

Finalista do TUF Brasil, Serginho Moraes é demitido do UFC

Vice-campeão do reality show deixou franquia após série ruim O Brasil perdeu um atleta do quadro de profissionais do Ultimate Fighting Brasil.

Prefeitura inaugura Campo de Futebol Society em Santo Antônio

Teixeira de Freitas: Jeolino Lopes da Silva “Gel Lopes”, este foi o nome dado ao Campo Society inaugurado pela Prefeitura de Teixeira de

Brasil empata com a França no Mundial Feminino de Handebol

Depois de perder para a Alemanha em sua estreia no Mundial Feminino de Handebol, a seleção brasileira empatou em 19 a 19 com a atual campeã

Atlético recebe Corinthians para tentar voltar a vencer no

Galo está há quatro jogos sem vencer na competição nacional De volta ao Independência, o Atlético encara o Corinthians neste domingo, às

Nossos Apoiadores: