O UFC se despediu do Brasil neste ano com o evento em São Paulo no último sábado, 16. Nele, o show foi de Charles do Bronx, que ganhou por nocaute de Jared Gordon, levantando os 10.344 torcedores que lotaram o ginásio do Ibirapuera. Já Mauricio Shogun empatou com Paul Craig e Ronaldo Jacaré foi superado por Jan Blachowicz.

Segundo David Shaw, vice-presidente sênior do UFC, o ano de 2020 terá a mesma configuração de eventos no Brasil. "Teremos um pay-per-view e dois Fight Night. Ainda não definimos os locais, mas sempre queremos estar em São Paulo, então estamos vendo a situação do Ibirapuera. Nossa ideia é ir para as grandes metrópoles, mas também para cidades menores onde nunca estivemos", disse em entrevista ao Estado.

Não está descartado um grande evento em estádio brasileiro no próximo ano. O UFC também vai continuar desenvolvendo o esporte em outros países da América Latina. Para Shaw, o Brasil é muito importante. "O que fazemos no Brasil precisa ser replicado na Austrália, China, Canadá, outros territórios. Aqui nós dobramos nossa base de fãs em cinco anos, o que é incrível", afirmou.

O sucesso do UFC no Brasil contribui para ter bons atletas representando o País. "São 101 lutadores brasileiros no UFC, a maior marca da história. E 34 deles estão ranqueados no Top 15. Não tem outro país como esse", revelou Shaw.

No UFC São Paulo, por exemplo, o experiente Jacaré acabou sendo derrotado. Outra lenda do Ultimate, Mauricio Shogun, ficou no empate em sua luta. Além deles, lutadores como Wanderlei Silva, Vitor Belfort e o próprio Anderson Silva, que ainda tem mais alguns combates assinados com o UFC, já não têm a mesma relevância de antes.

Mas a nova geração está aí para ocupar seu espaço e substituir os grandes campeões. Amanda Nunes, por exemplo, é dona de dois cinturões na divisão feminina. "Muitos atletas aparecem e o surgimento deles é importante", comentou Shaw, que sabe que novos ídolos brasileiros estão surgindo em muitos cantos do País.

Fonte: Estadão Conteúdo

Adolescentes brasileiras vão brigar por vaga na Ferrari

Júlia Ayoub e Antonella Bassani estão entre as 20 finalistas A paulistana Júlia Ayoub, de 15 anos, e a catarinense Antonella Bassani, de 14,

Grande Prêmio do Brasil de Fórmula1 pode ser cancelado

Chefe da Mercedes diz que GP dos EUA também pode não acontecer O chefe da Mercedes, o austríaco Toto Wolff, afirmou ser improvável a

Flamengo enfrenta Boavista e anuncia transmissão do jogo

Recurso jurídico, no entanto, pode ser aceito e impedir a veiculação Já classificado para as semifinais da Taça Rio - segundo turno do

Atletas de seleção buscam parcerias para se manterem em forma

Três mulheres criaram meios próprios para treinar durante a pandemia Com duas Paralimpíadas no currículo - Londres 2012 e Rio 2016 - e mais de

Em fim de contrato, jogadores têm futuro incerto no Bahia

Arthur Caíke está perto de deixar o clube; Ramires, Matheus Silva e Everson podem voltar Os próximos dias vão ser de definições no Bahia.

Jogador do Cruzeiro passa bem após acidente de carro

Volante Henrique foi anunciado nesta semana como reforço O volante Henrique, do Cruzeiro, passa bem após acidente automobilístico sofrido na

Futebol: Brasileirão 2020 pode começar em 9 de agosto

Data saiu após reunião com dirigentes de clubes das séries A e B A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após reunião virtual com

Basquete: Nova temporada é prevista para 14 de novembro

Lista só sai em setembro, mas times já movimentam mercado A temporada 2020/2021 do Novo Basquete Brasil (NBB), campeonato nacional masculino

Liverpool goleia e fica perto de ser campeão inglês

Reds poderão festejar título caso o Manchester City não vença amanhã O Liverpool venceu hoje (24) com goleada  e somou mais três pontos na

Criatividade marca os treinos de esgrimista durante a pandemia

Na briga pela vaga em Tóquio, Bia Bulcão monta um boneco em casa A esgrimista brasileira Ana Beatriz Bulcão, de 26 anos, também conhecida como

Nossos Apoiadores: