A partida desta quarta-feira, 30, atrasada da rodada inicial do Brasileiro, foi responsável por derrubar alguns tabus. O triunfo por 2 a 1 sobre o Botafogo, no Nilton Santos, resultou no fim do jejum tricolor de nove jogos sem vencer, deu a primeira vitória da equipe longe de Salvador na Série A, e também trouxe os primeiros três pontos da ‘Era Mano Menezes’, fazendo a equipe sair da zona de rebaixamento.

Além disso, o centroavante Gilberto, que não marcava há 13 jogos e vivia sua pior seca com a camisa do Esquadrão, finalmente foi às redes. Élber fez o outro gol tricolor e Pedro Raúl diminuiu para o Botafogo.

Com o resultado, o Bahia deixou a lanterna e subiu para a 16ª colocação. O próximo compromisso será no domingo, 4, às 18h15, contra o Sport, em Pituaçu, pela 13ª rodada.

Início movimentado

Desesperados pelo resultado, as duas equipes começaram o jogo com bastante movimentação e vontade de encontrar o gol. A primeira chance de perigo veio do Botafogo, aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio, Kanu cabeceou por cima da meta de Douglas.

No minuto seguinte, Capixaba fez boa jogada e respondeu para o Tricolor de fora da área, mas mandando para fora. Mesmo com menos posse de bola, o Bahia demonstrava mais objetividade. Aos 16, Clayson cruzou para Gilberto, mas Cavalieri apareceu para cortar.

O goleiro do Botafogo ainda apareceu novamente aos 22 minutos. Marco Antônio cruzou e Ernando mandou de cabeça, obrigando o arqueiro a trabalhar mais uma vez. O momento do Tricolor era melhor. A equipe de Mano Menezes mostrava solidez defensiva e pressionava o Alvinegro.

Por sua vez, o Botafogo tinha dificuldade na saída de bola e pouca criatividade no meio-campo, explorando bastante o lado esquerdo. Em uma dessas subidas pelo flanco, aos 32, Nazário mandou a bola na área para Pedro Raul, só que Douglas afastou de soco.

Quando a partida começava a perder intensidade e caminhava para o final, aos 41, o Bahia conseguiu uma falta próxima da área. Na cobrança de Marco Antônio, Gilberto apareceu para cabecear e findar o jejum de 13 jogos sem balançar as redes. Assim, o Tricolor conseguiu ir para o intervalo à frente do placar, algo que não acontecia desde a terceira rodada.

Fogão em cima

Para o segundo tempo, o técnico Paulo Autuori quis colocar o time mais para frente, trocando o zagueiro Sousa pelo atacante Davi Araújo. A primeira chance carioca veio aos três minutos, após cruzamento de Nazário pela esquerda, mas Douglas dividiu com Davi Araújo para afastar.

A resposta veio aos sete, quando Clayson acionou Ramires, mas o meia finalizou mal. Aos 12, o Botafogo mandou bola na área tricolor, Forster cabeceou e Douglas fez grande defesa. Aos 16, o Fogão apareceu novamente com Babi, que entrou no lugar de Nazário e perdeu chance incrível.

O momento do time carioca era melhor. Por isso, Mano tirou Marco Antônio e Ramires para colocar Ronaldo e Rossi. Pouco depois, o treinador mexeu novamente, colocando Élber e Daniel no lugar de Elias e Clayson. Aos 23, Daniel levou perigo em finalização de fora.

O Botafogo seguia criando chances pelo lado esquerdo. Aos 33, Rentería recebeu bom passe dentro da pequena área e chutou de primeira, mas mandou por cima da meta.

Aos 38, Capixaba recebeu a sobra de uma cobrança de escanteio e chutou por cima. No lance seguinte, o lateral recebeu lindo passe de Daniel e encontrou Élber, que finalizou entre as pernas de Cavalieri para ampliar o placar para o Bahia.

Três minutos depois, Caio Alexandre cruzou fechado e Douglas se recuperou para mandar por cima. No entanto, aos 45, após falha grave de Lucas Fonseca, Pedro Raúl diminuiu. Antes do apito final, Barrandeguy ainda foi expulso por agressão em Rossi, mas o que importou mesmo foi o alívio tricolor com o triunfo.

Fonte: Atarde

Brasileiro: Fluminense fica no 0 a 0 com Bragantino

Tricolor entrou em campo muito desfalcado após surto de covid O Fluminense jogou muito mal nesta segunda-feira (30) e não passou de um

STJD suspende técnico Mano Menezes por quatro jogos

O técnico Mano Menezes foi julgado nesta segunda-feira, 30, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e pegou um gancho de quatro

Fonte Nova vai ganhar iluminação em homenagem a Maradona

A Arena Fonte Nova, localizada no bairro de Nazaré, em Salvador, vai ser iluminada de azul, em homenagem ao jogador argentino Diego Maradona, na

Após vitórias, seleção mantém 3ª posição do ranking da Fifa

Itália retorna ao top 10 depois de quatro anos A Fifa anunciou nesta sexta-feira (27) mais uma edição do seu ranking de equipes nacionais,

Corpo de Diego Maradona é enterrado em cemitério na Argentina

O corpo do lendário ex-craque Diego Maradona foi enterrado nesta quinta-feira, 26, em um cemitério particular, ao noroeste de Buenos Aires, na

Napoli vence partida emotiva um dia após a morte de Maradona

Argentino fez história pela equipe italiana O Napoli superou o Rijeka (Croácia) por 2 a 0 nesta quinta-feira (26), em sua primeira partida

Liga dos Campeões: Bayern vence e chega às oitavas de final

Time de Munique derrota Salzburg por 3 a 1 O atual campeão europeu Bayern de Munique não teve uma atuação de destaque, mas fez o

Diego Maradona morre na Argentina aos 60 anos

Maior jogador da história do futebol argentino sofreu parada cardiorrespiratória em casa, onde se recuperava de uma cirurgia no cérebro. Velório

Vôlei de Praia: fase principal do Circuito Brasileiro segue no Rio

Competição envolve 24 das melhores duplas do país A fase principal da quarta etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Feminino

Fifa propõe licença-maternidade obrigatória para jogadoras

Atletas teriam direito a 14 semanas, com 2/3 do salário contratado A Fifa pretende adotar novos regulamentos para proteger os direitos das

Nossos Apoiadores: