Diretor exige US$ 68 milhões de indenização, alegando que a empresa não honrou contratos relativos a seus filmes. Imbróglio é fruto de acusações de abuso sexual envolvendo o cineasta

Woody Allen entrou com processo no valor de US$ 68 milhões contra a Amazon por quebra de contrato. O cineasta acusa a gigante do streaming de cancelar o acordo relativo a seus filmes por causa da alegação “sem fundamento”, de décadas atrás, de que ele abusou sexualmente da filha Dylan.
Por meio de seus advogados, o diretor argumenta que a Amazon tentou encerrar o negócio em junho. Desde então, recusou-se a pagar US$ 9 milhões para o financiamento de seu próximo filme, A rainy day In New York.

O longa é apenas uma das produções a serem viabilizadas pelo acordo acertado depois de Allen fazer o programa Crisis in six scenes para a Amazon, que, na época da negociação, surgia como promissora provedora de conteúdo.

O diretor exige, além dos US$ 9 milhões, garantias mínimas devidas a ele para outros longas. Isso totaliza cerca de US$ 68 milhões, segundo a queixa apresentada a um tribunal federal em Nova York, revelada pela agência de notícias AFP.

A defesa do cineasta alega que a Amazon considerou o acordo “impraticável” por causa de “eventos supervenientes, incluindo alegações renovadas contra Allen e seus próprios comentários controversos”.

De acordo com o documento, a Amazon citou que atores se recusam a trabalhar com Allen. Ex-parceiros do diretor, Colin Firth, Michael Caine e Greta Gerwig declararam que não voltariam a atuar em filmes dele.

TRAIÇÃO

Em 1992, Woody Allen foi acusado pela ex-mulher, a atriz Mia Farrow, de abusar da filha deles, Dylan. Meses antes, ele havia assumido o caso amoroso com Soon-Yi Previn, a jovem enteada de Mia. Em 1993, Woody foi absolvido.

Em 2014, em carta enviada ao The New York Times, Dylan afirmou que o pai de abusara dela. Ronan Farrow, filho do casal e jornalista da revista New Yorker, confirmou o depoimento da irmã. Em 2017, Ronan publicou os artigos sobre assédio sexual envolvendo Harvey Weinstein, chefão de Hollywood, fonte de inspiração para o movimento Me too.

Porém, Moses Farrow, primogênito de Mia e Allen, defendeu o cineasta, acusando a mãe pelo imbróglio por não suportar a traição do cineasta. Casados desde 1997, Allen e Soon-Yi têm dois filhos adotivos.

Fonte: Estadão Conteúdo


Presos curtir festa de fim de ano com show de dupla sertaneja

Os presos que estão no Complexo Médico-Penal da região metropolitana de Curitiba vão curtir o show de uma dupla sertaneja na festa de fim de

Caravelas vai realizar mutirão do SAC Municipal em Nova Tribuna

Caravelas: O mutirão do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) Municipal será realizado nesta sexta-feira e sábado, dias 20 e 21, em Nova

A equipe da TVLN recebeu em Mucuri o Destaque Imprensa Bahia 2019

Mucuri: A TVLN recebeu mais um Prêmio de Destaque pelos serviços prestados na Região do Extremo Sul, na noite deste sábado, 14 de setembro, no

Morre em São Paulo o cantor português Roberto Leal

Morreu neste domingo, 15, o cantor português Roberto Leal, de 67 anos. O artista estava internado desde o dia 11 no Hospital Samaritano, em São

TVLN é destaque entre os vencedores do Prêmio Imprensa 2019 de

Itamaraju: Aconteceu na noite desta última quarta-feira, 11 de setembro de 2019, a 93ª Edição do Prêmio Imprensa Bahia 2019, na sala de

Ana Hickmann comemora absolvição de cunhado: 'Justiça foi feita'

A quinta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) negou nesta terça-feira, 10, por unanimidade, 3 votos a 0, apelação do

Filhote de baleia jubarte é encontrado morto em praia de Trancoso

    Porto Seguro: Um filhote de baleia da espécie Jubarte foi encontrado morto na Praia dos Nativos, município de Porto Seguro, no

Síndico do Condomínio Mont Serrat 2 convoca Assembleia Geral

Teixeira: O síndico do Condomínio Residencial Mont Serrat 2 lança edital de convocação para uma Assembleia Geral Ordinária que acontecerá no

Por que Porto Seguro é o destino preferido dos mineiros?

    Porto Seguro:  Praias paradisíacas, natureza intocável, mar de água quente e de cor esverdeada. Assim é Porto Seguro, um destino

Governo Federal autoriza outorga da 2ª emissora de Rádio da cidade

O Governo Federal, através do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Agência Nacional de Telecomunicações

Nossos Apoiadores: