Nova Viçosa: Nesta manhã de sexta-feira, 21 de abril, pescadores da Bahia promoveram uma manifestação contra a Portaria 445 do Ministério do Meio Ambiente 445, fechando diversos pontos das estradas baianas. Os pescadores questionam a Portaria, pois, proíbe a pesca e comercialização de 475 espécies de peixes, dentre eles, os mais comercializados, tais como: garoupa, badejo, cação, bodião e batata.

“Essa portaria foi feita sem o mínimo de estudo da costa brasileira e tão pouco ouviram o setor. Os estudos do Ministério do Meio Ambiente foram patrocinados por ONGs internacionais, e sem dúvida, quer obrigar a população a consumir peixes de cativeiros ou importados de outros países. Essa portaria quer matar o pescador e sua família de fome. Ficar 10 anos sem poder pescar esses peixes, é arbitrário, é um absurdo”, explicou um pescador.

Não somos contra o período de defeso para a preservação das espécies, sempre respeitamos isso, mas, proibir por 10 anos a pesca de quase 500 espécies é complicado. Vamos viver de que?”, questionou um manifestante na BR 418, em Posto da Mata. Segundo os representantes dos pescadores, tem muitas cidades litorâneas do extremo sul e de todo o Brasil que vivem praticamente da pesca e terão um grande número de desempregados.

A portaria foi criada em 2014 e visa a preservação de peixes e invertebrados aquáticos da fauna brasileira, ameaçados de extinção, cujas espécies estão na ‘Lista Nacional Oficial de Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção – Peixes e Invertebrados Aquáticos’. Por conta da proibição a partir desta data, diversos pescadores pela Bahia realizaram o protesto. Em nossa região o manifesto aconteceu na BR 418, região de Posto da Mata.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, na Bahia, dois pontos da BR foram fechados pelos manifestantes, sendo esse na BR 418 [Posto da Mata] e outro próximo à capital baiana. Ainda segundo a PRF, mediante negociação, a pista foi liberada parcialmente, mas, pode ser fechada novamente a qualquer momento. A PRF alertou que a multa para os carros que trazem pneus para queimar ou bloquear a pista é de aproximadamente R$ 6 mil reais.

“Os que insistirem e insistem foram e serão contemplados com as multas. Foram aplicadas essas multas também na interdição de ontem na BR 101 em Teixeira, próximo a uma faculdade”, explicou um policial rodoviário. 

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Autores de homicídio trocam tiros com PETO e RONDESP: 04 mortos,

Teixeira de Freitas: Na noite desta quarta-feira, 21 de fevereiro, policiais militares do PETO e da RONDESP Sul, receberam uma denúncia anônima,

Jovem é executado por tiros de 9mm dentro de oficina de motos na Av.

Teixeira de Freitas: Na tarde desta quarta-feira, 21 de fevereiro, a Central de Polícia Militar foi acionada e informada de um homicídio,

Mandante de homicídio ocorrido em 2017 é preso pela Polícia Civil

Caravelas: Nesta quarta-feira, 21 de fevereiro, a Polícia Civil de Caravelas, liderada pelo delegado Gilvan de Meireles, deu cumprimento ao

Estudante de 16 anos é achada morta dentro de saco após ficar mais

A adolescente de 16 anos que desapareceu em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, no domingo (18), foi encontrada morta na manhã

Ex-presidiário é morto a tiros às margens da BR-367 em Coroa

Porto Seguro: Recém-saído da cadeia, Diego da Silva Nunes foi morto por volta das 21h de terça-feira (20), em Coroa Vermelha, município de

Vídeo: Criminoso armado invade, assalta a clínica São Lucas e foge

Teixeira de Freitas: Na manhã desta quarta-feira, 21 de fevereiro, a ousadia dos criminosos voltou a protagonizar momentos de tensão e pânico.

PETO contra o Tráfico: Quatro presos e apreensão de drogas, faca e

Teixeira de Freitas: Na tarde desta terça-feira, 20 de fevereiro, policiais militares do PETO, em combate ao tráfico de drogas, realizou uma

Ciclista é atropelado por caminhão em Teixeira: Vítima morre no

Teixeira de Freitas: Por volta das 07h00 da manhã desta terça-feira, 20 de fevereiro, um jovem identificado como sendo, Gabriel Costa da Silva,

Plantão Regional: Falta de investimento, sobrecarga, risco aos

Teixeira de Freitas: Nossa equipe de reportagem, que cobre diariamente reportagens policiais em todo o Extremo Sul da Bahia, vem recebendo há

Paraná Pesquisas: 64,6% da população é contrária à

A legalização da maconha não é aprovada por 64,6% da população brasileira, de acordo com levantamento do Paraná Pesquisas divulgado nesta

Nossos Apoiadores: