Cláudio Melo Filho, ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht, afirmou em delação premiada que Jaques Wagner (PT-BA), secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia e ex-governador do estado, teria recebido um relógio avaliado em US$ 20 mil como presente de aniversário, em 2012. Ainda segundo a delação, ele também teria conseguido dinheiro para o candidato a sucessão dele, Rui Costa (PT-BA).

Além do depoimento registrado em vídeo que cita o relógio de US$ 20 mil, da marca Hublot, o delator também afirmou, em documento entregue ao MPF, que deu outro relógio, de US$ 4 mil, da marca Corum. Cláudio Melo Filho diz que este outro relógio também foi dado de presente de aniversário, mas afirma não se recordar do ano.

"O Sr. Jaques Wagner gosta de relógio, é meio notório, todo mundo sabia disso, eu pessoalmente sabia", disse Melo. "A preocupação não foi com o valor, foi com o simbolismo. Depois, ele me agradeceu, mas pessoalmente nunca o vi usando", completou o delator, citando que o presente e o dinheiro foram dados em troca de vantagens para a Odebrecht.

Em 2014, o então governador da Bahia negociou o pagamento de uma dívida que o governo tinha com a empresa em troca de doação para a campanha de seu sucessor. O delator explicou que para fazer o repasse, a empreiteira solicitou o pagamento de uma dívida da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia. De uma dívida de R$ 390 milhões de reais ficou acertado que o governo pagaria 290 milhões. A empresa ficaria com R$ 260 milhões e os R$ 30 milhões restantes iriam para a campanha eleitoral.

Jaques Wagner também é suspeito de ter recebido cerca de US$ 12 milhões para campanha de reeleição ao governo da Bahia em 2010. Em troca, segundo as denúncias, teria concedido benefícios fiscais associados ao pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que teriam favorecido a Odebrecht .

A acusação consta em depoimentos dos delatores Carlos José Fadigas de Souza Filho e Marcelo Odebrecht. A denúncia foi encaminhada pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), à Justiça Federal da Bahia, por falta de prerrogativa de foro privilegiado perante a Corte. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também encaminha a denúncia para a Procuradoria da República na Bahia.

Procurado pelo G1, o secretário respondeu que "está tranquilo, trabalhando normalmente para atrair novos investimentos que gerem renda e emprego para os baianos". Ele defende ainda que as decisões do ministro Edson Fachin "sejam pronta e amplamente divulgadas em sua integralidade para evitar o uso político do que está na imprensa".

Irmão de Geddel, deputado Lúcio Vieira Lima é alvo de operação

Além das buscas em seu gabinete na Câmara dos Deputados, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) é alvo de outros mandados de busca e

Temer critica 'vazamento', mas vídeos estão no site da Câmara

Diante do vazamento dos depoimentos prestados pelo doleiro Lúcio Funaro ao Ministério Público Federal (MPF), a defesa do presidente Michel Temer

Gasolina tem aumento de 0,8% nas refinarias a partir deste sábado

O preço da gasolina vendida pela Petrobras nas refinarias será elevado em 0,8%, a partir deste sábado (14). A informação foi divulgada nesta

Morre Júlio César, ex-prefeito e marido da prefeita de Ibirataia

Ex-prefeito do município de Ibirataia, Júlio César Santos Leal, de 57 anos, veio a óbito por volta das 22h desta quinta-feira (12). Ele estava

Lúcio pediu ajuda a empresários para bancar defesa de Geddel

A Procuradoria-Geral da República (PGR) tomou conhecimento de que o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) pediu ajuda a empresários para

Vídeo: vereador denuncia ‘farra dos empregos’ e manda Agnaldo da

Teixeira de Freitas: O vereador Antônio Marques do PROS, mandou o presidente da Câmara de Teixeira de Freitas, Agnaldo da Saúde (PR), tomar

Rui anuncia pagamento de prêmio para cerca de 15 mil policiais

"Com muita alegria, registro meu reconhecimento aos policiais baianos que vestem a farda todos os dias com coragem e dedicação. O trabalho sério

Prefeita de Itanhém é denunciada ao MPE pela prática de nepotismo

Nesta terça-feira, 10 de outubro, o Tribunal de Contas dos Municípios determinou a formulação de representação ao Ministério Público

Vestibular Pitagoras 2017.2
Casa das Correias
New Impress
previcon
Lecão Car 2017
Connect Informática
Nossos Apoiadores: