Cláudio Melo Filho, ex-diretor de relações institucionais da Odebrecht, afirmou em delação premiada que Jaques Wagner (PT-BA), secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia e ex-governador do estado, teria recebido um relógio avaliado em US$ 20 mil como presente de aniversário, em 2012. Ainda segundo a delação, ele também teria conseguido dinheiro para o candidato a sucessão dele, Rui Costa (PT-BA).

Além do depoimento registrado em vídeo que cita o relógio de US$ 20 mil, da marca Hublot, o delator também afirmou, em documento entregue ao MPF, que deu outro relógio, de US$ 4 mil, da marca Corum. Cláudio Melo Filho diz que este outro relógio também foi dado de presente de aniversário, mas afirma não se recordar do ano.

"O Sr. Jaques Wagner gosta de relógio, é meio notório, todo mundo sabia disso, eu pessoalmente sabia", disse Melo. "A preocupação não foi com o valor, foi com o simbolismo. Depois, ele me agradeceu, mas pessoalmente nunca o vi usando", completou o delator, citando que o presente e o dinheiro foram dados em troca de vantagens para a Odebrecht.

Em 2014, o então governador da Bahia negociou o pagamento de uma dívida que o governo tinha com a empresa em troca de doação para a campanha de seu sucessor. O delator explicou que para fazer o repasse, a empreiteira solicitou o pagamento de uma dívida da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia. De uma dívida de R$ 390 milhões de reais ficou acertado que o governo pagaria 290 milhões. A empresa ficaria com R$ 260 milhões e os R$ 30 milhões restantes iriam para a campanha eleitoral.

Jaques Wagner também é suspeito de ter recebido cerca de US$ 12 milhões para campanha de reeleição ao governo da Bahia em 2010. Em troca, segundo as denúncias, teria concedido benefícios fiscais associados ao pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que teriam favorecido a Odebrecht .

A acusação consta em depoimentos dos delatores Carlos José Fadigas de Souza Filho e Marcelo Odebrecht. A denúncia foi encaminhada pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), à Justiça Federal da Bahia, por falta de prerrogativa de foro privilegiado perante a Corte. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, também encaminha a denúncia para a Procuradoria da República na Bahia.

Procurado pelo G1, o secretário respondeu que "está tranquilo, trabalhando normalmente para atrair novos investimentos que gerem renda e emprego para os baianos". Ele defende ainda que as decisões do ministro Edson Fachin "sejam pronta e amplamente divulgadas em sua integralidade para evitar o uso político do que está na imprensa".

Vice-prefeita nega desacato à PM em caso em que foi presa

A vice-prefeita de Morpará, na região do Velho Chico, oeste baiano, negou que tenha desacatado a Polícia no caso em que resultou na prisão dela

PF pede transferência de Lula e diz que já gastou R$ 150 mil

A Superintendência da Polícia Federal de Curitiba pediu à Justiça a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para "um

Bahia tem mais de 6 mil autoridades com foro privilegiado

A Bahia é o segundo estado no Brasil com maior número de autoridades com prerrogativa de foro, também conhecido como foro privilegiado. Com este

Câmara Municipal realiza sessão à noite nesta quarta-feira (25)

A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas realizará a sua sessão ordinária desta próxima quarta-feira (25/04), às 19h. Conforme o presidente

Vice-prefeita é presa por desacato a policiais de Morpará

A vice-prefeita da cidade de Morpará, no oeste da Bahia, foi presa por desacato a autoridade após discussão com policiais na madrugada de

A NICA DA LIBERDADE 163

Ramiro Guedes INCULTO QUE SOU... A excelente revista Bula listou 70 livros básicos da Literatura Brasileira, denominando-os os melhores. Como em

Pré-candidata Marta Helena defende candidatura de João Gualberto e

Teixeira de Freitas: A pré-candidata a Deputada Estadual Marta Helena (PSDB), defendeu na tarde dessa sexta-feira as candidaturas de João

Zé Ronaldo denuncia descaso de Rui Costa com a educação na Bahia

O pré-candidato ao governo do Estado, Zé Ronaldo, denunciou, em Santo Antônio de Jesus, o descaso do governador Rui Costa com a educação

‘Lula já começa a virar passado’, diz Roberto Jefferson

O pivô do mensalão, Roberto Jefferson (PTB), afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou a ser esquecido após a prisão pela

MP denuncia e ex-prefeito Beto Pinto e ex-secretário se tornam réus

O Ministério Público do Estado da Bahia propôs uma AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, em desfavor do empresário e

Nossos Apoiadores: