Política

Lula fala pela 1ª vez após sentença de Moro, nega crimes e diz que está 'no jogo'

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez seu primeiro pronunciamento público nesta quinta-feira (13), um dia após a sentença do juiz Sérgio Moro que o condenou a 9 anos e meio de prisão por corrupção. Ele negou os crimes pelos quais foi condenado e afirmou que ainda está "no jogo".

Geddel usará tornozeleira eletrônica e não poderá ter contato com investigados

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), cuja prisão foi convertida em domiciliar nesta quarta-feira (12) (, deverá usar tornozeleira eletrônica e está proibido de “manter contato, por qualquer meio de comunicação, com os demais indiciados, denunciados ou investigados e familiares dos próprios que assim o sejam em inquéritos ou processos em curso, nos quais conste como investigado”.

Lula é condenado na Lava Jato no caso do triplex

O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em uma ação penal que envolve o caso da compra e reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele foi condenado a nove anos e seis meses.

Nilo reclama de atendimento de secretários e alerta: 'Quem sai com prejuízo é o governo'

A relação institucional entre os secretários da gestão de Rui Costa e os deputados anda tão estremecida que até o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PSL), fez duras críticas à situação. O presidente contou, em entrevista ao Bahia Notícias, que espera há 33 dias por um encontro com um dos gestores do governo. “No dia 21 de junho, eu pedi uma audiência com o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues.

Teixeira: Vice-prefeito denuncia nepotismo mas indicou sua irmã para um cargo na Saúde

Teixeira de Freitas: O Prefeito Temóteo Brito, em entrevista a uma rádio local, deixou os teixeirenses mais confiantes quanto à sua administração. O Prefeito iniciou sua entrevista falando sobre a ilegalidade da paralisação dos médicos da UPA, alegando tratar-se de um movimento oportunista feito por uma minoria de médicos. “Esses médicos estão querendo reivindicar o pagamento do mês de dezembro de 2016, que se encontra ajuizado através de uma ação proposta pela PROVIDA, uma vez que a gestão anterior não deixou restos a pagar”.


Anuncie Aqui!

(73) 9972-7955 || (73) 3013-6687
liberdadenews@hotmail.com
Copyright © 2017 LiberdadeNews - A Força da Notícia. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0