Fibria forma 20 jovens aprendizes em Operação de Máquina Florestal

Jovens de comunidades vizinhas às atividades de colheita florestal da Fibria no sul da Bahia concluíram recentemente uma capacitação que fará grande diferença para seu futuro. Eles participaram de uma qualificação voltada para o mercado de trabalho no setor florestal, segmento representativo na economia da região. O curso envolveu 20 jovens com idade entre 18 e 23 anos, que se formaram no início de agosto pelo programa, oferecido por meio de parceria entre a Fibria e o Senai-BA. 

Os jovens participaram, durante cerca de 15 meses, de aulas teóricas no Senai de Teixeira de Freitas, onde tiveram noções de elétrica, hidráulica, mecânica diesel, trabalho em equipe, segurança do trabalho, meio ambiente, tecnologia embarcada, dentre outros assuntos. Depois, participaram de atividades práticas (operação de harvester e forwarder em campo) nas frentes de colheita da empresa, no sul da Bahia.

Ao iniciar o programa, os participantes foram contratados pela Fibria conforme a Lei do Aprendiz, recebendo salário e benefícios como seguro de vida em grupo, plano de saúde, alimentação e transporte.

A capacitação foi focada na operação de dois modelos de máquinas usadas nas atividades florestais: o Harvester, que colhe e processa a árvore em troncos de acordo com as especificações da fábrica, e o Forwarder, que empilha a madeira colhida e a deixa em local adequado para ser transportada.

“Este curso é uma excelente oportunidade para os jovens e abre novas oportunidades para as comunidades locais e também para as empresas que atuam na região”, diz a coordenadora de Desenvolvimento Operacional da Fibria, Ana Paula Pulito Silva.

O processo de aprendizagem incluiu acompanhamento, avaliação de desempenho e feedbacks constantes visando o desenvolvimento dos aprendizes. Cada equipe contou com um técnico para treinar, dar apoio e conduzir as atividades de campo. Os aprendizes também receberam orientação sobre cidadania, meio ambiente, trabalho em equipe, segurança, noções de mecânica, planejamento operacional e outros temas.

Essa é a terceira edição do Programa de Aprendizes na Bahia. A formação é uma oportunidade de crescimento profissional para esses jovens. Da outras turmas, 19 jovens foram contratados pela Fibria como operadores trainees na empresa. O programa tem duração de um ano e meio, e tem como objetivo aprimorar o desempenho na operação das máquinas para que os participantes estejam preparados para ocupar futuramente vagas de operador de colheita.

Nesta última edição, integraram a turma jovens das comunidades rurais de São José de Alcobaça, Novo Destino, São Benedito, Juerana, Canta Galo, Pedra d'água, Canabrava, Caxambá e São Bernardo. 



AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.


Anuncie Aqui!

(73) 9972-7955 || (73) 3013-6687
liberdadenews@hotmail.com
Copyright © 2017 LiberdadeNews - A Força da Notícia. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0