EUNÁPOLIS: A Polícia Civil descobriu que o homem preso na BR-101, em Eunápolis, com um carro roubado, usava um nome falso e estava sendo procurado pela morte de um policial militar no sul da Bahia.

Ao ser detido pela Polícia Rodoviária Federal, na última quarta-feira (16), ele se apresentou como Fábio dos Santos de Jesus. Mas os investigadores da 1ª Delegacia Territorial acabaram descobrindo que se tratava do traficante Luciano dos Santos, 32 anos. Luciano de Iara, como também é conhecido, estava com prisão decretada pela justiça por suspeita de liderar o assassinato do PM Rogério de Souza Silva. Então com 32 anos, o policial foi executado a tiros, no natal do ano passado, na cidade de Valença. No ataque, o colega de Rogério, que também é policial militar, ficou ferido.

Os dois PMs estavam de serviço quando foram cercados pelos bandidos. Segundo a polícia de Valença, o crime foi praticado por um grupo de traficantes chefiado por Luciano de Iara e por seu irmão, Cláudio de Iara.

Cinco dias depois, cinco suspeitos acabaram mortos em confronto com policiais daquela região, mas Luciano e o irmão conseguiram escapar e estavam sendo procurados desde então. Conforme a Polícia Civil, o acusado será recambiado a qualquer momento para o município de Valença, onde foi instaurado o inquérito.

Fonte: Radar64

Vestibular Pitagoras 2017.2
Casa das Correias
New Impress
previcon
Lecão Car 2017
Connect Informática
Nossos Apoiadores: