Medeiros Neto: Cinco pessoas, inclusive o dono de uma lan house, foram conduzidas, neste domingo (20/01), à Delegacia da Polícia Civil de Medeiros Neto suspeitas de envolvimento com a confecção de notas falsas e o uso delas no comércio do bairro Uldurico Pinto. Segundo policiais da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar, um comerciante de um bar recebeu o dinheiro, desconfiou e acionou os militares, que os encontraram em locais distintos do bairro.

O principal acusado, Antônio Márcio Souza da Silva, 24 anos, vulgo "Birrega", disse que as 19 notas de R$ 10 apreendidas pela Polícia Militar com quatro dos envolvidos foram confeccionadas em uma lan house no centro da cidade, de propriedade de Leandro de Souza Franca, que teve um dos seus computadores apreendido e foi também conduzido à delegacia. Um quinto elemento, apenas identificado como Lau, que seria de Vitória-ES, que não foi encontrado pelos policiais, estaria também envolvido na distribuição das cédulas falsas.

Na casa de um menor a PM encontrou quatro cédulas falsas de 10 reais e 61 pedras de crack já embaladas para comercialização. O adolescente disse que a droga seria de "Birrega" e que este teria lhe pago R$ 50 para guardar o entorpecente em sua casa.

"Birrega", que é natural de Ibirajá, município de Itanhém, mora em Vitória-ES e tem uma tatuagem irônica nas costas, do lado direito, com a expressão "A alegria do palhaço é ver o circo pegar fogo!". O desenho da tuagem é um palhaço que traz nas mãos uma bomba e uma arma de fogo.

Por: Edelvânio Pinheiro/Liberdadenews

Vestibular Pitagoras 2017.2
Casa das Correias
New Impress
previcon
Lecão Car 2017
Connect Informática
Nossos Apoiadores: