O problema existe, mas a criança mal se dá conta. Imagens distorcidas ou não percebidas, sejam de longe ou de perto. O pior acontece mais tarde, impactando o rendimento escolar: criança que não enxerga direito mostra pouco interesse nas aulas e é incapaz de se concentrar. Segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, 12% das crianças em idade escolar e pré-escolar precisam de óculos.

Ainda segundo o Conselho, 57% das crianças com problemas visuais são desatentas e agitadas. Daí a importância de reconhecer os sintomas o mais cedo possível e levar a criança ao médico. Cabe aos pais darem atenção à saúde dos olhos dos filhos, desde o período que antecede a alfabetização. O exame do reflexo vermelho deve ser feito ainda no berçário. "É ele que garante, logo após o nascimento, a identificação de alterações como catarata congênita e tumores oculares", informa o oftalmologista Antônio Nogueira, do CENOE Hospital de Olhos, que conta com três unidades, em Ilhéus, Jequié e Porto Seguro.

O especialista alerta ainda que, na infância, as queixas oculares devem ter tratamento imediato. Isso porque o não uso de óculos nos primeiros anos piora alterações como miopia, astigmatismo e hipermetropia, o que pode levar ao estrabismo, devido ao esforço visual, e à perda da visão num dos olhos (ambliopia ou olho preguiçoso), a principal causa de cegueira infantil.

Nas crianças, alguns sintomas devem ter atenção: dor de cabeça, apertar os olhos perto da tela do televisor, lacrimejar excessivamente durante o dia, dificuldade na hora de ler e demonstrar sensibilidade à luz ou tampar os olhos com a mão. "Uma criança de seis anos se comportava como autista porque tinha nove graus de miopia e a sua família não sabia do problema. Bastou essa criança receber óculos de lentes adequadas para voltar a enxergar e interagir com os colegas", conta o oftalmologista.

Veja como fortalecer a imunidade para as mudanças climáticas

O uso de vitamina C e de própolis está entre os mitos relacionados ao aumento da defesa do organismo contra as infecções, segundo

Vídeo: Projeto Equoterapia é lançado no 13° BEIC em Teixeira

Teixeira de Freitas: Na tarde desta quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018, o 13º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (BEIC), em

Brasil confirma mais 10 mortes por febre amarela em 4 dias

Desde julho, país tem 164 mortes e 545 casos. Na última atualização, Ministério da Saúde contabilizava 154 óbitos e 464 casos. O

Disfunções sexuais masculinas: As mais e menos recorrentes

O que caracteriza uma disfunção sexual? É quando há o bloqueio ou impedimento de uma resposta sexual, conforme o esperado. É uma incapacidade

13º BEIC iniciará projeto piloto de “Equoterapia” gratuita para

Será realizada no dia 22 de fevereiro, às 14 horas, no auditório do 13º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação, uma reunião

Consumir carboidratos à noite engorda: mito ou verdade?

Você já deve ter escutado que consumir carboidrato à noite engorda e que para emagrecer este item deve ser retirado do cardápio diário. Será

Bahia começa hoje vacinação fracionada contra febre amarela

A Secretaria de Saúde da Bahia inicia hoje (19) a vacinação fracionada contra a febre amarela. A meta é imunizar até o dia 9 de março pelo

Novo antibiótico encontrado na 'poeira' é combate superbactéria

Compostos naturais foram capazes de debelar uma série de doenças bacterianas que se tornaram resistentes à antibióticos Pesquisadores da

Nutrição: Mulheres grávidas precisam de calorias extras

O feto em formação exige do organismo da mãe um volume maior de nutrientes, que ainda ajudam na prevenção de doenças futuras Durante a

Felicidade: esta é a melhor decisão que você pode tomar na vida

Algumas pessoas possuem uma habilidade natural para reinterpretar experiências de um modo positivo Os cérebros conversam entre si sem que a

Nossos Apoiadores: