Com a rápida expansão do zika em território brasileiro nos últimos anos, há um tempo pesquisas na Fiocruz tentam indicar se outros vetores -- além do Aedes aegypti -- são capazes de transmitir o vírus.

A desconfiança maior recaiu sobre o pernilongo Culex quinquefasciatus que, como o Aedes, é comum em áreas urbanas. A Fiocruz, então, foi investigar se o mosquito é capaz de transmitir o zika – e, agora, após o sequenciamento genético parcial do vírus encontrado no mosquito, pesquisadores afirmam que há dados consistentes capazes de sugerir que o Culex é transmissor do zika em Recife.

O estudo foi publicado nesta terça-feira (9) no "Emerging Microbes & Infections", publicação do grupo "Nature". "No Recife, a população de Culex é maior que a do Aedes. A hipótese era que, se o pernilongo fosse um vetor, isso poderia explicar o porquê do zika ter se espalhado com relativa rapidez aqui e no Brasil", aponta Gabriel Wallau, pesquisador da Fiocruz e um dos autores do artigo.

A Fiocruz já sequenciou genoma do zika coletado em humanos. O artigo foi publicado na revista "PLos" em 2016. Agora, a diferença foi que o vírus sequenciado foi obtido do mosquito coletados em Pernambuco. Semelhanças entre os dois sequenciamentos se somam ao corpo de evidências de que o Culex tem potencial para ser um vetor.

Além disso, cientistas descreveram evidências microscópicas de que o vírus está se replicando na glândula salivar do Culex. Eles também identificaram várias sequencias genéticas do vírus em diferentes tecidos do mosquito com técnicas de biologia molecular.

“Se a gente comparar com todos os artigos que saíram sobre o assunto, esse é o artigo mais completo, com o maior número de evidências", diz Wallau. O pesquisador aponta que é a primeira vez que se faz um sequenciamento genético do vírus a partir do Culex. O sequenciamento do Zika a partir do Aedes foi feito por um grupo nos Estados Unidos.

O achado pode influenciar políticas públicas voltadas para o controle do mosquito. A Fiocruz agora pretende mapear o comportamento do pernilongo no meio ambiente para entender se o Culex de fato tem o mesmo poder de transmissão que o Aedes.

Evidência anterior foi contraditória: Até agora, pesquisas sobre se o pernilongo seria um possível vetor do zika foram dúbias -- enquanto alguns estudos demonstraram que o Culex não transmite o vírus, um artigo recente publicado no mesmo periódico indicou que o pernilongo coletado em áreas urbanas da China foi infectado com cepas locais do vírus zika.

O pesquisador da Fiocruz explica que são muitas as razões para a inconsistência entre os estudos, e que diferenças na capacidade de um mosquito ser ou não vetor são comuns.

Disfunções sexuais masculinas: As mais e menos recorrentes

O que caracteriza uma disfunção sexual? É quando há o bloqueio ou impedimento de uma resposta sexual, conforme o esperado. É uma incapacidade

13º BEIC iniciará projeto piloto de “Equoterapia” gratuita para

Será realizada no dia 22 de fevereiro, às 14 horas, no auditório do 13º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação, uma reunião

Consumir carboidratos à noite engorda: mito ou verdade?

Você já deve ter escutado que consumir carboidrato à noite engorda e que para emagrecer este item deve ser retirado do cardápio diário. Será

Bahia começa hoje vacinação fracionada contra febre amarela

A Secretaria de Saúde da Bahia inicia hoje (19) a vacinação fracionada contra a febre amarela. A meta é imunizar até o dia 9 de março pelo

Novo antibiótico encontrado na 'poeira' é combate superbactéria

Compostos naturais foram capazes de debelar uma série de doenças bacterianas que se tornaram resistentes à antibióticos Pesquisadores da

Nutrição: Mulheres grávidas precisam de calorias extras

O feto em formação exige do organismo da mãe um volume maior de nutrientes, que ainda ajudam na prevenção de doenças futuras Durante a

Felicidade: esta é a melhor decisão que você pode tomar na vida

Algumas pessoas possuem uma habilidade natural para reinterpretar experiências de um modo positivo Os cérebros conversam entre si sem que a

Testes rápidos detectam 14 casos de HIV em foliões no Carnaval

Quatorze casos de HIV foram detectados através do teste rápido que tem sido realizado nos circuitos do Carnaval na capital baiana e em Porto

Transfusões de sangue para retardar a velhice são moda nos EUA

O sangue dos mais jovens é capaz de rejuvenescer os mais velhos? Milionários americanos acreditam nessa hipótese O sangue dos mais jovens é

Aprenda dicas para usar banheiros químicos e públicos no Carnaval

Durante a folia, banheiros públicos e banheiros químicos escondem inimigos que podem acabar com a sua festa; saiba como se proteger Você está

Nossos Apoiadores: