Detran e Defensoria Pública ampliam parceria para atender vítimas de acidentes de trânsito

Consolidar acordos extrajudiciais e facilitar o acesso às indenizações relativas a acidentes de trânsito sem a necessidade de ajuizar a ação. As medidas integram as atividades de ampliação da parceria entre o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) e a Defensoria Pública do Estado (DPE), no Pró-Vítimas, programa de acolhimento a vítimas de violência no trânsito e familiares, desenvolvido pelo Detran. O acordo foi firmado na última terça-feira (18), na sede do programa, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, com a participação de representantes do Sindicato dos Corretores de Seguros da Bahia (Sincor).

"Nosso papel é fazer a mediação. O vitimado nos procura e é encaminhado ao Pró-Vítimas, que oferece o suporte de orientação jurídica e psicossocial, evitando o desgaste e a judicialização da ação. Caso o problema não seja resolvido, ele poderá retornar à Defensoria para iniciar um processo", explicou o subcoordenador da Especializada Cível da DPE, Gil Braga.

O diretor- geral do Detran, Lúcio Gomes, ressaltou a contribuição dos parceiros para o atendimento de mais de 500 pessoas, na capital baiana."O nosso programa já tem um alcance significativo por conta do apoio de instituições públicas e privadas, para garantir os direitos de quem foi vítima de acidente. Hoje, ganhamos esse reforço da Defensoria Pública e passamos a contar com uma atendente do DPVAT, fornecida pelo Sincor, para facilitar o pagamento do seguro", pontuou. O cadastramento no Pró-Vítimas deve ser feito por meio dos telefones (71) 3033-3849(71) 3022-3849 ou pelo site do departamento -www.detran.ba.gov.br



AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.


Anuncie Aqui!

(73) 9972-7955 || (73) 3013-6687
liberdadenews@hotmail.com
Copyright © 2017 LiberdadeNews - A Força da Notícia. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0