O governador eleito Ronaldo Caiado ao votar no último domingo

Márcio Venicio/TV Anhanguera

O governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), viajará ao Rio de Janeiro nesta quarta-feira (10) para anunciar o apoio ao candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro.

Bolsonaro também deve receber nesta quarta-feira o apoio da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) do Congresso, conhecida como a "bancada ruralista".

Ao blog, Caiado antecipou a decisão de apoiar Bolsonaro. "Vou ao Rio de Janeiro para apoiar Bolsonaro. Ele me ligou hoje [terça, 9], no fim da tarde. No segundo turno, é preciso ter um lado. Tenho 24 anos de mandato parlamentar e nunca votei abstenção. Sempre tive lado", disse.

Questionado sobre o motivo de não ter apoiado Bolsonaro já no primeiro turno, Caiado explicou que tinha um palanque com 12 partidos e que os aliados deles apoiavam no primeiro turno várias candidaturas, como a de Ciro Gomes (PDT) e a de Alvaro Dias (Podemos).

Apesar de Caiado ser do DEM, ele não apoiou a candidatura do tucano Geraldo Alckmin (PSDB). Isso porque o ex-governador de Goiás Marconi Perillo, adversário político no estado, era o coordenador da campanha do PSDB.

Caiado fez críticas à situação que vai herdar no estado. “Tenho um governo do estado com sérias dificuldades. Dilapidaram com o estado de Goiás. O maior hospital de emergência está fechado”, disse o governador eleito.

Frente Agropecuária

Além de Caiado, Bolsonaro deve receber nesta quarta-feira vários representantes da Frente Parlamentar da Agropecuária.

A articulação com as bancadas temáticas tem sido feita pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), apontado por Bolsonaro como novo ministro da Casa Civil num eventual governo.

"As conversas na Câmara rederam muito", disse Lorenzoni ao blog nesta terça. Ele estava a caminho da 26ª conversa do dia com parlamentares.

 

Editoria de Arte / G1


Horário de verão 2019 acaba no próximo fim de semana

A depender das configurações, a alteração nos relógios pode ser automaticamente feita pelas operadores de telefonia Odiado por uns, amado por

Trump declara emergência nacional para financiar muro na fronteira

'Todo mundo sabe que muros funcionam', disse o presidente. Na noite de quinta, o Congresso aprovou o orçamento do governo do país sem os fundos

Mucuri: Ex-prefeito terá de devolver R$ 307,1 mil; caso seguirá

Mucuri: O ex-prefeito de Mucuri, Paulo Alexandre Matos Griffo, terá de ressarcir R$ 307,1 mil, do próprio bolso, referente a pagamento em valor

Vereadores promovem sabatina com secretários de Teixeira na Câmara

Teixeira de Freitas: Na manhã desta quinta-feira, 14 de fevereiro, os secretários municipais de Projetos Estratégicos e Gerenciamento de

Presidente diz que Vale não pode ser 'condenada' por um acidente

Durante audiência na Câmara dos Deputados, Fabio Schvartsman afirmou todos os processos adotados pela Vale na operação de barragens serão

Moro diz que suspeitas sobre 'laranjas' do PSL serão apuradas

Ministro da Justiça afirmou que determinação de Bolsonaro de acionar a PF para investigar o caso já está sendo cumprida. Suspeitas recaem sobre

Bebianno diz que está triste e decepcionado após fala de Bolsonaro

O ministro Gustavo Bebianno, da Secretaria-Geral da Presidência, fez um desabafo com amigos mais próximos na noite desta quarta-feira (13), pouco

Câmara de Vereadores suspende andamento do concurso público em

O presidente da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, vereador Ronaldo Alves Cordeiro (PSC) encaminhou o Ofício nº 002/2019 ao promotor de

Teixeira é selecionada para executar Projeto de Meio Ambiente

Entre os dias 12 e 14 de fevereiro, município de Teixeira de Freitas será representado em Brasília pelo chefe de Gabinete, Dr. Hebert Fernandes

STF debate criminalização da homofobia: saiba o que está em jogo

Criminalização da homofobia é uma das demandas mais antigas de militantes LGBT no Brasil Nesta quarta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF)

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: