O prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, disse que vai apoiar e votar em Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciais. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (10), em um hotel no bairro do Rio Vermelho, na capital baiana.

Mais cedo, Neto divulgou nota nacional em que afirma que o partido não vai apoiar nem Haddad e nem Bolsonaro, mas que os líderes da sigla, individualmente, estavam "liberados para, seguindo as suas convicções, apresentarem a sua manifestação de voto neste segundo turno". Ele deixou claro que a posição de apoiar Bolsonaro é dele.

"O partido nacional manifestou na manhã de hoje a sua posição muito clara, coerente com a sua história, coerente com tudo que nós defendemos ao longo dos últimos anos. Nosso campo não é o campo do PT, mas o partido, nacionalmente, liberou as suas lideranças, a sua militância, para que em cada estado pudesem se manifestar, expressar a sua preferência, a sua opinião em relação a esse segundo turno. O que estou fazendo aqui, agora de imediato na Bahia, é, como cidadão, anunciar meu apoio à candidatura do candidato do PSL Jair Bolsoaro", disse.

Neto, que no primeiro turno apoiou a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) à presidência, afirmou que diverge de algumas ideias defendidas por Bolsonaro, mas diz acreditar que ele possa fazer uma mudança no país.

"Mesmo não concordando com tudo, do ponto de vista ideológico e programático, que defende o candidato Bolsonaro, na minha opinião, existe uma coisa que nos une é que é mais forte: que é exatamente não deixar um governo tomado pelo PT, que foi o partido que trouxe ao Brasil mais de 13 milhões de desempregados, o partido do Mensalão, do Petrolão", disse.

"Por isso é que eu, particularmente aqui na Bahia, estou dando um voto de confiança à candidatura de Jair Bolsonaro. O PT não vai nos trazer nada de positivo ou de novo para traduzir esse desejo apresentado pela população nas urnas", afirmou o prefeito.

Neto falou na coletiva ao lado do ex-prefeito de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador, Zé Ronaldo, também do DEM, que ficou em segundo lugar na disputa pelo governo da Bahia e que, já no primeiro turno, mesmo antes do partido se manifestar nacionalmente, já havia declarado apoio a Bolsonaro. "Fico feliz com essa decisão", disse Zé, na coletiva, após o anúncio de Neto.

"No primeiro turno, nosso apoio foi para Geraldo Alckmin, mas o nosso gosto não foi o gosto da maioria da população. Isso é a democracia. No entanto, agora no segundo turno, votarei em Bolsonaro. Não concordo com tudo que ele diz, mas queremos mudança, algo novo", completou Neto.

Fonte: G1


Fachin autoriza transferência de Geddel para presídio em Salvador

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin autorizou nesta segunda-feira, 9, a transferência do ex-ministro Geddel Vieira Lima do

A NICA DA LIBERDADE 218

Ramiro Guedes LAMPIÃO NA BAHIA Um dos maiores estudiosos do lampionismo no Brasil é o promotor aposentado Edvar Cabral. Estudioso do assunto,

Dr. Pedro é pré-candidato a prefeito de Alcobaça pelo

Alcobaça: O partido Solidariedade anunciou esta semana o nome do seu pré-candidato a prefeito na cidade de Alcobaça. Trata-se do jovem médico,

Prefeitura entregará dois tratores na Feira da Agricultura Familiar

Uma Feira da Agricultura Familiar com clima de comemoração. Além da tradicional feira, que acontece quinzenalmente, a Secretaria de Agricultura

Força Nacional vai garantir segurança de povos indígenas no

A Força Nacional de Segurança Pública vai apoiar a Fundação Nacional do Índio (Funai) nas ações de garantia da integridade física e moral

PIB do Brasil cresce 0,6% no 3º trimestre, diz IBGE

Resultado mostra ligeira aceleração do ritmo de recuperação da economia entre julho e agosto. Resultado do 2º trimestre foi revisado para uma

MP que antecipa 13º a aposentados só vale até esta terça

Texto publicado por Bolsonaro determina que 50% do abono anual será pago em agosto; regra precisa ser validada pelo Congresso A medida

“Não é a minha pretensão ser candidato em 2022”, diz Wagner

O senador Jaques Wagner (PT) voltou a afirmar, nesta segunda-feira, 2, que não tem a pretensão de ser candidato ao governo da Bahia em 2022. O

Lei que pune estabelecimentos que discriminarem LGBT´s

Foi sancionada nesta sexta-feira, 29, a lei que caracteriza como infração administrativa, qualquer ato discriminatório praticado por

DiCaprio rebate Bolsonaro após ser acusado por queimadas

O ator Leonardo DiCaprio respondeu o presidente Jair Bolsonaro que o acusou de colaborar com queimadas criminosas na Amazônia por meio de doações

Nossos Apoiadores: