O decreto de indulto humanitário para conceder liberdade a presos portadores de doenças graves e em estado terminal está publicado no Diário Oficial da União, na seção 1, página 4. O decreto é assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Bolsonaro assinou o decreto na semana passada, enquanto se recupera da cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. A assinatura foi na presença do subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Jorge Antônio de Oliveira Francisco.

Direitos

O texto autoriza o indulto em casos específicos, como paraplegia, tetraplegia ou cegueira adquirida posteriormente à prática do delito ou dele consequente. A condição precisa ser comprovada por laudo médico oficial ou por médico designado pelo juiz executor da pena.

No decreto, estão beneficiados também os presos com doença grave, permanente, que, simultaneamente, imponha severa limitação de atividade e que exija cuidados contínuos que não possam ser prestados no estabelecimento penal, desde que comprovada por laudo médico oficial, ou, na falta do laudo, por médico designado pelo juízo da execução.

O indulto se estende ainda para os detentos com doença grave, neoplasia maligna ou síndrome da deficiência imunológica adquirida (Aids), desde que em estágio terminal e comprovada por laudo médico oficial, ou, na falta do laudo, por médico designado pelo juízo da execução.

Sem indulto

Há restrições no decreto, como a proibição do indulto aos condenados por corrupção (ativa e passiva), crimes hediondos, de tortura e tráfico de drogas. Também não serão libertados presos condenados por crimes cometidos com grave violência contra pessoa, por envolvimento com organizações criminosas, terrorismo, violação e assédio sexual.

Também estão vetados ao benefícios os condenados por estupro de vulnerável, corrupção de menores, satisfação de lascívia mediante presença de criança ou adolescente e favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança, adolescente ou de vulnerável.

O decreto proíbe ainda o indulto aos condenados por peculato, concussão e tráfico de influência. A medida também exclui aqueles que tiveram a pena privativa de liberdade substituída por restritiva de direitos ou multa, que tiveram suspensão condicional do processo e nos casos em que a acusação recorreu após o julgamento em segunda instância.

De acordo com o texto, não vai ser concedido indulto para aquele que, condenado, não cumpriu a pena correspondente ao crime impeditivo do benefício.

Defensoria Pública

A lista de pessoas com direito ao indulto deverá ser encaminhada à Defensoria Pública, ao Ministério Público, ao Conselho Penitenciário e ao juízo da execução pela autoridade que detiver a custódia dos presos.

O decreto informa que o indulto poderá ser concedido ainda que a sentença tenha transitado em julgado para a acusação, sem prejuízo do julgamento de recurso da defesa em instância superior e que não tenha sido expedida a guia de recolhimento.

O indulto não é aplicável se houver recurso da acusação de qualquer natureza após o julgamento em segunda instância.

Fonte: Agência Brasil


Morre ex-deputado Eujácio Simões Filho aos 71 anos

O ex-deputado federal Eujácio Simões Filho morreu neste domingo (18) aos 71 anos em Salvador. O velório acontece no Cemitério Jardim da

A NICA DA LIBERDADE 211

Ramiro Guedes MILLÔR E A BÍBLIA DO CAOS Esse dia 16 de agosto é aziago, pois lembra a morte de Millor Fernandes, excelente escritor, humorista

PIS/Pasep: benefício para os nascidos em agosto está liberado

O abono salarial do calendário 2019/2020 do Programa de Integração Social (PIS ) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público

REFIS: Departamento da Dívida Ativa funciona em horário ampliado

A Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas informa que com o objetivo de oferecer mais flexibilidade para a população em função do Refis

Teixeira: Prefeitura e Defensoria Pública fazem campanha “Sou pai

Teixeira de Freitas: Com o objetivo de orientar as famílias com relação aos assuntos relacionados à paternidade, a Defensoria Pública do

Ministro sinaliza que pode desbloquear verba das federais

Procurado pelo G1, MEC não confirmou data para descontingenciamento, mas disse que 'vem articulando com o Ministério da Economia a possibilidade de

Prefeitura de Alcobaça começa obras de revitalização da Orla de

Alcobaça: A cidade tem uma das orlas mais atrativas de todo o litoral baiano e você sabia que vai ficar ainda mais bonita? Então, as obras já

Carro de vereador é incendiado na porta de casa

No início da madrugada desta terça-feira, 13, o carro de som do vereador Carlos de Tijuaçu, do município baiano de Senhor do Bonfim, foi

Vereador Cabral faz duras críticas e denúncia desmandos da

Medeiros Neto: Nossa equipe de reportagem recebeu um vídeo de um internauta, gravado na última sessão da Câmara Municipal de Medeiros Neto,

Governo decreta situação de emergência em três municípios

O governo do estado homologou a situação de emergência nos municípios de Maetinga, Ibicaraí e Vitória da Conquista. Os decretos estaduais

Policia
Nossos Apoiadores: