O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, afirmou nesta segunda-feira (8) que o ministério enviará ainda nesta semana para o Palácio do Planalto uma proposta de projeto de lei que prevê o aumento do prazo de validade da carteira de motorista (atualmente de cinco anos) e também da quantidade de pontos pela qual o motorista perde a habilitação em caso de acúmulo de infrações.

O ministro não detalhou o projeto, mas disse que, além de aumentar a pontuação para a suspensão da carteira, a proposta também acelerará o processo de suspensão em casos de infrações mais graves, como dirigir sob o efeito de álcool. “A questão da prorrogação e mais um conjunto de questões, como a alteração na pontuação para perda de habilitação depende de lei. Já está pronto e será enviado para o Planalto ainda esta semana”, disse.

Atualmente, o motorista pode ter a carteira suspensa se acumular, ao longo de 12 meses, 20 ou mais pontos. Esses pontos são acumulados de acordo com as infrações cometidas no trânsito. O projeto também vai tornar mais ágil, disse o ministro, a suspensão da habilitação em casos de infrações muito graves, como dirigir sob o efeito de álcool.

Renovação da carteira

A ampliação do prazo de validade da carteira de motorista já havia sido anunciada em fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro. Na época, o presidente afirmou que a medida integraria uma série de medidas de 'desburocratização e economia' para o trânsito. Atualmente, a CNH tem validade de cinco anos.

Segundo o ministro Tarcísio Freitas, não existe razão para justificar a necessidade de renovação a cada cinco anos. Também sem dar detalhes, ele afirmou que há outros procedimentos que precisam ser alterados.

O ministro afirmou que outras medidas ainda serão tomadas, como o fim da obrigatoriedade do uso de simuladores como condição para se requisitar a carteira de motorista, dependem de resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Ele disse esperar a medida provisória que vai alterar a composição do Contran para apresentar as propostas.

Fonte: G1

Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para empréstimos

Em vigor desde abril para parte dos trabalhadores que aderiram à modalidade, o saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

Nova parcela do vale-alimentação estudantil será paga dia 8 de

Mais uma vez, os 800 mil alunos da rede estadual de ensino vão ter direito ao auxílio de R$ 55 do vale-alimentação. O governador Rui Costa fez

Vereador Adriano Souza e moradores comemoram um ano do Chafariz

Teixeira de Freitas: Inaugurado no dia 28 de maio de 2019, o Chafariz comunitário do Bairro Santa Rita é fruto da proposição legislativa do

Mourão assume comitê do Fundo Amazônia no lugar de Salles

Decisão de troca foi tomada após reunido do vice-presidente com embaixadores de Alemanha e Noruega, principais doadores do órgão O

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela

Novo valor está em discussão no governo O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (28) que o governo deve propor uma quarta parcela

Câmara dos Deputados aprova 'Lei Aldir Blanc' para setor cultural

O projeto de Lei de Emergência Cultural prevê R$ 3,6 bilhões da União para estados, municípios e Distrito Federal Foi aprovada pela Câmara

Auxílio: Governo pode reavaliar cadastros para liberar a 2º parcela

Alguns trabalhadores reclamam que ainda não receberam a segunda parcela dos R$ 600 porque estão em reanálise cadastral A Caixa Econômica

Decreto Municipal: Entenda o novo horário de funcionamento do

Teixeira de Freitas: Por conta do avanço do novo Coronavírus em Teixeira de Freitas, com 71 casos confirmados até esta terça-feira, 25 de maio,

Começará a valer restrição à entrada de brasileiros nos EUA

Decreto assinado no domingo por Trump previa início da medida na sexta-feira, mas governo americano antecipou a data Os Estados Unidos

Brasil alcança marca de 10 mil adoções de crianças em 5 anos

Levantamento mostra que 5.026 crianças estão aptas para adoção O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou hoje (25) que o Brasil atingiu a

Nossos Apoiadores: