Gilmar Mendes concluiu que não haveria como debater o caso de Moro

O julgamento da suspeição de Sergio Moro na condenação de Lula no caso tríplex vai ser adiado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A defesa do petista pede que o julgamento seja anulado afirmando que Moro foi parcial. O caso seria analisado nesta terça-feira (25) na Corte, mas a presidente da Segunda Turma, Cármen Lúcia, o colocou em último lugar na fila do dia. Outros 11 processos ficaram na frente.

Por conta disso, o ministro Gilmar Mendes concluiu que não haveria como debater o caso de Moro. O voto do ministro tem mais de 40 páginas, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Mendes indicou o adiamento da discussão e o caso volta à pauta no próximo semestre.

A defesa de Lula fez o pedido antes do vazamento de mensagens revelado pelo The Intercept Brasil. Nas mensagens, Moro aparece indicando testemunhas, orientando os procuradores e criticando a defesa de Lula, acusada de fazer "showzinho". Para a defesa, isso fortalece o caso de Lula de que Moro era parcial.

Fonte: Correio24h


Prefeitura entregará dois tratores na Feira da Agricultura Familiar

Uma Feira da Agricultura Familiar com clima de comemoração. Além da tradicional feira, que acontece quinzenalmente, a Secretaria de Agricultura

Força Nacional vai garantir segurança de povos indígenas no

A Força Nacional de Segurança Pública vai apoiar a Fundação Nacional do Índio (Funai) nas ações de garantia da integridade física e moral

PIB do Brasil cresce 0,6% no 3º trimestre, diz IBGE

Resultado mostra ligeira aceleração do ritmo de recuperação da economia entre julho e agosto. Resultado do 2º trimestre foi revisado para uma

MP que antecipa 13º a aposentados só vale até esta terça

Texto publicado por Bolsonaro determina que 50% do abono anual será pago em agosto; regra precisa ser validada pelo Congresso A medida

“Não é a minha pretensão ser candidato em 2022”, diz Wagner

O senador Jaques Wagner (PT) voltou a afirmar, nesta segunda-feira, 2, que não tem a pretensão de ser candidato ao governo da Bahia em 2022. O

Lei que pune estabelecimentos que discriminarem LGBT´s

Foi sancionada nesta sexta-feira, 29, a lei que caracteriza como infração administrativa, qualquer ato discriminatório praticado por

DiCaprio rebate Bolsonaro após ser acusado por queimadas

O ator Leonardo DiCaprio respondeu o presidente Jair Bolsonaro que o acusou de colaborar com queimadas criminosas na Amazônia por meio de doações

Eleitores com mais de 70 anos precisam fazer a biometria

O eleitor com mais de 70 anos de idade também deve participar da coleta de dados biométricos realizada pela Justiça Eleitoral. Embora a

Bolsonaro liga para presidente uruguaio e confirma ida à posse

Candidato de centro-direita, Lacalle Pou venceu eleições no domingo O presidente Jair Bolsonaro informou nesta quinta-feira (28) ter conversado,

Conselheiros Tutelares recebem capacitação em Teixeira de Freitas

Teixeira de Freitas: Iniciou na manhã desta quarta feira, 27, no auditório da paróquia São Pedro em Teixeira de Freitas - BA a capacitação do

Nossos Apoiadores: