O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quarta-feira (4) que decidiu adotar todas as sugestões de vetos ao projeto de abuso de autoridade feitas pelos ministros Sergio Moro (Justiça), André Mendonça (Advocacia-Geral da União), Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União) e Jorge Oliveira (Secretaria-Geral).

O anúncio foi feito por Bolsonaro em sua conta no Twitter. Apesar da declaração, ele não adiantou quantos ou quais dispositivos da proposta serão efetivamente vetados. "Com essa medida garantimos que a essência do projeto foi preservada, sem prejuízo a juízes, promotores, policiais e demais autoridades no exercício de suas funções. Contudo, a palavra final do projeto ficará sob a responsabilidade do Congresso democraticamente eleito", escreveu Bolsonaro na rede social.

Interlocutores ouvidos pela reportagem afirmaram, sob condição de anonimato, que Bolsonaro deve realizar cerca de 30 vetos na proposição.  Só a AGU teria solicitado 14, enquanto que Moro teria pedido que nove dispositivos fossem barrados. O projeto endurece as punições por abuso de autoridade de agentes públicos, incluindo juízes, promotores e policiais.

Críticos do texto --que foi aprovado pelo Congresso em 14 de agosto-- dizem que ele pode inviabilizar investigações do Ministério Público e da Justiça Federal.  Já os parlamentares que apoiaram o projeto dizem que ele visa coibir abusos cometidos por esses órgãos.  Nesta terça-feira (3), Bolsonaro afirmou que deve impor em torno de 20 vetos à proposta.

O prazo para que o presidente se manifeste sobre os itens que pretende vetar acaba nesta quinta-feira (5). Os vetos precisam ainda ser analisados pelo Congresso Nacional, que tem o poder de derrubá-los.

Fonte: Bahianoticias

Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para empréstimos

Em vigor desde abril para parte dos trabalhadores que aderiram à modalidade, o saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

Nova parcela do vale-alimentação estudantil será paga dia 8 de

Mais uma vez, os 800 mil alunos da rede estadual de ensino vão ter direito ao auxílio de R$ 55 do vale-alimentação. O governador Rui Costa fez

Vereador Adriano Souza e moradores comemoram um ano do Chafariz

Teixeira de Freitas: Inaugurado no dia 28 de maio de 2019, o Chafariz comunitário do Bairro Santa Rita é fruto da proposição legislativa do

Mourão assume comitê do Fundo Amazônia no lugar de Salles

Decisão de troca foi tomada após reunido do vice-presidente com embaixadores de Alemanha e Noruega, principais doadores do órgão O

Bolsonaro diz que auxílio emergencial deverá ter quarta parcela

Novo valor está em discussão no governo O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (28) que o governo deve propor uma quarta parcela

Câmara dos Deputados aprova 'Lei Aldir Blanc' para setor cultural

O projeto de Lei de Emergência Cultural prevê R$ 3,6 bilhões da União para estados, municípios e Distrito Federal Foi aprovada pela Câmara

Auxílio: Governo pode reavaliar cadastros para liberar a 2º parcela

Alguns trabalhadores reclamam que ainda não receberam a segunda parcela dos R$ 600 porque estão em reanálise cadastral A Caixa Econômica

Decreto Municipal: Entenda o novo horário de funcionamento do

Teixeira de Freitas: Por conta do avanço do novo Coronavírus em Teixeira de Freitas, com 71 casos confirmados até esta terça-feira, 25 de maio,

Começará a valer restrição à entrada de brasileiros nos EUA

Decreto assinado no domingo por Trump previa início da medida na sexta-feira, mas governo americano antecipou a data Os Estados Unidos

Brasil alcança marca de 10 mil adoções de crianças em 5 anos

Levantamento mostra que 5.026 crianças estão aptas para adoção O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou hoje (25) que o Brasil atingiu a

Nossos Apoiadores: