O ator Leonardo DiCaprio respondeu o presidente Jair Bolsonaro que o acusou de colaborar com queimadas criminosas na Amazônia por meio de doações à WWF, organização não governamental (ONG) que atua na área ambiental.

Por meio de nota, o famoso ator americano nega que tenha feito doações a ONGs investigadas.

"Neste momento de crise para a Amazônia, apoio o povo do Brasil que trabalha para salvar seu patrimônio natural e cultural. Eles são um exemplo incrível, comovente e humilde do compromisso e paixão necessários para salvar o meio ambiente. O futuro desses ecossistemas insubstituíveis está em jogo e tenho orgulho de apoiar os grupos que os protegem. Embora dignos de apoio, não financiamos as organizações citadas. Continuo comprometido em apoiar as comunidades indígenas brasileiras, governos locais, cientistas, educadores e as pessoas que estão trabalhando incansavelmente para garantir a Amazônia para o futuro de todos os brasileiros", disse o ator em nota enviada às agências de notícias Reuters e AP.

Sem apresentar provas, Bolsonaro acusou o ator na quinta-feira, 28,  durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais. "O pessoal da ONG, o que eles fizeram? O que é mais fácil? Botar fogo no mato. Tira foto, filma, a ONG faz campanha contra o Brasil, entra em contato com o Leonardo DiCaprio, e o Leonardo DiCaprio doa 500 mil dólares para essa ONG. Uma parte foi para o pessoal que estava tocando fogo, tá certo? Leonardo DiCaprio tá colaborando aí com a queimada na Amazônia, assim não dá", disse o presidente.

Fonte: Atarde

Embaixada da Rússia afirma negociar acordo sobre vacina com a Bahia

O chanceler russo, Sergey Akopov, participou, no dia último dia 30 de julho, de uma videoconferência com o governador baiano e presidente do

Congresso derruba cinco vetos presidenciais

Parlamentares votam pela regulamentação da profissão de historiador O Congresso analisou parte dos vetos presidenciais nesta quarta-feira (12).

Presidente do Senado garante votação do Fundeb para dia 20

Aprovada na Câmara dos Deputados, votação da pauta no Senado é aguardada com grande expectativa por estudantes e entidades do setor

Jayana Nicaretta é exonerada da Secretaria Nacional da Juventude

Jayana Nicaretta da Silva não é mais a secretária Nacional da Juventude do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Portaria

Conselho do FGTS aprova distribuição de R$ 7,5 bi

Dinheiro será depositado até 31 de agosto nas contas vinculadas O Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aprovou

Defesa do prefeito Fernando Gomes acusa juiz de perseguição

O juiz Ulisses Maynard, da 1ª Vara da Fazenda Pública, emitiu mais uma decisão  contra o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, em que o acusa de

"Traidor do Povo": Uldurico Júnior e David da Caixa são xingados e

Caravelas: Cada vez mais o povo vem se manifestando contra os políticos de nosso país. Nunca na história desse país, o povo teve tanto acesso a

Lixão a céu aberto: Populares insistem em jogar lixo nas ruas de

Teixeira de Freitas: Cerca de 180 toneladas de lixo são recolhidos diariamente em nossa cidade, segundo o site da Prefeitura Municipal. A equipe

IBGE: População desocupada sobe para 12,4 milhões em julho

Dados fazem parte da Pnad covid-19 divulgada hoje pelo instituto A população desocupada do país, entre 12 e 18 de julho, chegou a 12,4 milhões

Justiça determina extinção de mandato do prefeito de Itabuna

A Câmara Municipal de Itabuna deverá, em um prazo de 15 dias, declarar extinto o mandato do prefeito Fernando Gomes (PTC) e, consequentemente,

Nossos Apoiadores: