O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, suspendeu nesta quarta-feira, 29, duas investigações abertas pela Justiça de São Paulo contra o senador José Serra (PSDB-SP) para apurar supostas doações ilegais de campanha. A decisão atende ao pedido da defesa, que defende que o caso seja transferido para o STF.

Com a decisão, as investigações abertas pela Justiça Eleitoral e pela Justiça Federal ficaram suspensas até o relator do caso, ministro Gilmar Mendes, analisar o processo. Por causa do recesso de julho na Corte, coube a Toffoli, que decide sobre as questões do Supremo, julgar a liminar.

Serra foi alvo de duas buscas e apreensões neste mês em função das duas investigações. Após as operações, o senador disse em nota que suas contas de campanha sempre foram aprovadas pela Justiça Eleitoral e que“ jamais recebeu vantagens indevidas ao longo dos seus 40 anos de vida pública e sempre pautou sua carreira política na lisura e austeridade em relação aos gastos públicos”.

Denúncia

A decisão ocorre horas depois de a Justiça Federal em São Paulo acolher denúncia do Ministério Público Federal e transformar Serra em réu por lavagem transnacional de dinheiro.

Segundo a denúncia da força tarefa da Operação Lava Jato do MPF em São Paulo, Serra recebeu vários pagamentos da empreiteira Odebrecht em contas no exterior no total de R$ 4,5 milhões em 2006 e 2007. O MPF informou que “supostamente” o dinheiro seria usado para pagamento de despesas das campanhas eleitorais do então governador.

No início do mês, quando o MPF apresentou a denúncia, José Serra disse, por meio de nota, que os fatos que motivaram a denúncia são “antigos e prescritos”. No comunicado, Serra destacou que não cometeu atos ilegais e que sempre teve “integridade” na sua vida pública. O senador diz que “mantém sua confiança na Justiça brasileira, esperando que os fatos sejam esclarecidos; e as arbitrariedades cometidas, devidamente apuradas”.

Fonte: Agência Brasil

Lula avalia ida a protesto contra Bolsonaro neste sábado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avalia a possibilidade de comparecer à manifestação nacional contra o presidente Jair Bolsonaro

40 anos de espera: Prefeito Marcelo Belitardo cumpre promessa e dá

Teixeira de Freitas: Mobilidade urbana, logística, segurança e infraestrutura que beneficiam o dia a dia do cidadão teixeirense. A Prefeitura

Prefeitura prorroga decreto com medidas de enfrentamento ao novo

Teixeira de Freitas: Nesta quarta-feira (16), foi publicado no Diário Oficial do Município de Teixeira de Freitas a prorrogação da vigência do

O ex-vice-prefeito de Porto Seguro deve se apresentar em BH

Ricardo Luiz Rodrigues Bassalo e Marcos da Silva Guerreiro, dois dos três foragidos na “ Operação Fraternos “, se entregaram na tarde de

Decreto proíbe venda de bebida alcoólica no fim de semana e no São

Bahia: A venda de bebida alcoólica segue proibida no próximo fim de semana e no período junino em toda a Bahia. O Governo do Estado decidiu

Guedes anuncia que auxílio emergencial será prorrogado por 3 meses

O governo vai prorrogar o auxílio emergencial aos mais vulneráveis por mais três meses, informou o ministro da Economia, Paulo Guedes. A medida

Especialistas criticam teor de MP que prevê racionamento de energia

Especialistas e deputados criticaram o teor da Medida Provisória que abre caminho para a adoção de um racionamento de energia no País, segundo

Prefeito Dr. Marcelo Belitardo visita horta comunitária implantada

Teixeira de Freitas: Já estão prontas para serem colhidas diversas hortaliças plantadas na Horta Comunitária que foi implantada em uma área

“Precisamos de um programa espacial forte”, diz ministro

Ele falou sobre necessidade de atração de investimentos privados À frente de um ministério cujo orçamento há anos vem sofrendo cortes e

Concessão de benefícios do INSS fica mais rápida a partir desta

Novos prazos são fruto de acordo entre a instituição, o MPF e a DPU A partir desta quinta-feira (10) começam a valer os novos prazos para

Nossos Apoiadores: