Por outro lado, ministro indicou que uma nova prorrogação do auxílio, com um valor menor e até o fim do ano, não está descartada

O ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou nesta quarta-feira (05/08) que uma nova prorrogação do auxílio emergencial não está descartada. Porém, avisou que, se aprovada, a medida vai exigir a redução do benefício, porque "não tem dinheiro para ficar em R$ 600".

A prorrogação do auxílio emergencial até dezembro, com um valor inferior aos R$ 600, está em estudo pela equipe econômica, já que a pandemia do novo coronavírus continua afetando a renda da população brasileira. Porém, ainda não havia sido admitida publicamente pelo ministro da Economia.

Guedes falou sobre o assunto em entrevista à TV Record. Ele afirmou que, como já foi estendido uma vez para ter cinco e não só as três parcelas iniciais, o auxílio emergencial ainda tem uma camada de mais dois ou três meses de proteção pela frente. Mas disse que o governo precisa usar esse período para planejar o que acontecerá depois disso. E indicou que uma das opções pode ser a prorrogação do auxílio até o fim do ano, mas com um valor menor que os R$ 600.

"O auxílio emergencial tem uma camada aí de mais dois, três meses de proteção. Esses dois, três meses próximos estão mais ou menos equacionados. Agora, nós temos esse tempo para planejar o daqui até o fim do ano. E esse daqui até o fim do ano é... Prolonga o emergencial? Será que devia ficar em R$ 600? Não tem dinheiro para ficar em R$ 600", afirmou Guedes.

O presidente Jair Bolsonaro também comentou nesta quarta-feira que "não dá para continuar muito" tempo com os R$ 600. "Começamos a pagar a quarta parcela e tem a quinta, não dá para continuar muito. Por mês, custa R$ 50 bilhões", alegou Bolsonaro, ao ser questionado sobre o assunto por um apoiador no Palácio do Alvorada.

Por conta dessa dificuldade em equacionar a necessidade da população com o custo do auxílio emergencial, o governo ainda não comentou oficialmente o que está em estudo para depois da quinta parcela dos R$ 600. Nos bastidores, contudo, a informação é de que a equipe econômica avalia estender o auxílio até dezembro, mas com um valor próximo a R$ 200 a partir da sexta parcela. O valor já foi defendido por Guedes, logo na criação do auxílio, por ser parecido ao benefício médio do Bolsa Família.

Apesar da preocupação com o impacto fiscal da medida, a equipe econômica passou a estudar uma nova prorrogação do auxílio porque a pandemia continua afetando a renda dos brasileiros, o benefício tem contribuído para a recuperação econômica e para a popularidade do presidente Bolsonaro e também porque o governo ainda não apresentou os detalhes do Renda Brasil - programa social que, segundo Guedes, deve amparar os brasileiros de baixa renda após o auxílio emergencial.

A redução do valor do auxílio, contudo, precisaria ser aprovada pelo Congresso Nacional, que, na primeira prorrogação, já se mostrou contrário ao corte.

Fonte: Correio Braziliense

Prova de vida de servidores aposentados é suspensa até 31/10

Quem teve benefício suspenso pode pedir para restabelecer pagamento Os servidores federais aposentados, pensionistas e anistiados políticos

Governo define metas para a mineração nos próximos anos

Programa define a agenda para o setor no período de 2020 a 2023 O presidente Jair Bolsonaro e ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque,

Marta Helena: Candidata a prefeita registra Boletim de Ocorrência e

Teixeira de Freitas: A candidata a prefeita pelo PSDB em Teixeira de Freitas, Marta Helena Leal, esteve na Delegacia Territorial de Teixeira de

Secom divulga informação incorreta sobre queimadas em 2020

Publicação foi feita no sábado (26) no perfil em rede social da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República. A

Trump indica ultraconservadora para a Suprema Corte

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, oficializou neste sábado, 26, a sua escolha para a Suprema Corte norte-americana. Com

Lei prorroga incentivo fiscal para exportadores durante pandemia

Ampliação busca evitar redução na atividade econômica brasileira O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou hoje (24) a Lei n°

Mais de 517 mil pedidos de candidatura para eleições 2020 são

Desse total, 18.416, (3.83%) concorrem ao cargo de prefeito O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) registrou até o momento 517.786 solicitações de

Juiz Marcus Aurelius da 183ª Zona Eleitoral de Teixeira faz

Teixeira de Freitas: O Juiz Marcus Aurelius Sampaio, encaminhou um vídeo direcionado aos pré-candidatos a vereadores e prefeitos, bem como a toda

De São Paulo, Temóteo envia vídeo mostrando que está bem e

Teixeira de Freitas: O prefeito municipal de Teixeira de Freitas, Temóteo Brito, enviou um vídeo informando à população teixeirense que ele

João Bosco garante na Justiça o direito de se candidatar às

Teixeira de Freitas: No último dia 21 de setembro de 2020, o juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, Dr. Pedro Rogério Castro Godinho,

Nossos Apoiadores: