Teixeira de Freitas: A candidata a prefeita pelo PSDB em Teixeira de Freitas, Marta Helena Leal, esteve na Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas, nesta segunda-feira, 28 de setembro, onde registrou um Boletim de Ocorrência, denunciando que está sendo vítima de Fake News. Segundo a candidata Marta Helena, que esteve na delegacia, acompanhada do seu advogado, Felipe Santos Brito, ela vem sendo injuriada através de três grupos de WhatsApp (Política com Cidadania, Cidadania e Democracia e Grupo dos Amigos) dos quais a candidata divulgou os números dos responsáveis pelas postagens.

A candidata Marta Helena disse que teve conhecimento que nos referidos grupos, que são grupos de oposição estão sendo veiculados as seguintes postagens: “Vendida: Candidata vendida para garantir a reeleição do atual prefeito”. “Vale a pena vender Teixeira por R$ 500.000,00?” A candidata também gravou um vídeo que que ela diz que assim que iniciou a sua campanha, começaram a veicular nas redes sociais uma Fake News com matérias tentando denegrir a imagem dela. “Estão tentando denegrir a imagem desta mulher que que se disponibilizou a trabalhar por Teixeira de Freitas dizendo que ela foi vendida”.

“Por conta desta calúnia, eu tenho que me defender. Pelo fato de ser mulher, eu não vou me curvar diante dessa tamanha covardia e calúnia que está sendo espalhada nas redes sociais. Estou aqui na Delegacia, acabei de fazer uma ocorrência ninguém jamais vai atingir o meu caráter, a minha honestidade e o respeito que eu tenho por Teixeira de Freitas, respeito que os covardes não têm”. Segundo o candidato a vice-prefeito, Diógenes Luz, é preciso que a imprensa séria ajude desmistificar os Fake News, para que possamos ter uma política mais limpa. “Uma campanha limpa promove uma festa democrática mais bonita e mais prazerosa. E o papel da imprensa é fundamental para que esse processo seja feito com idoneidade”.

Segundo o pronunciamento recente do Juiz, Dr. Marcus Aurelius Sampaio, da 187ª Zona Eleitoral de Teixeira de Freitas, Fake News é crime. A Lei 13.834/2019, que já é válida para as eleições municipais de 2020, atualizou o Código Eleitoral. O texto prevê pena de prisão de dois a oito anos, além de multa, para quem acusar falsamente um candidato com o objetivo de afetar a sua candidatura – a pena aumenta se o caluniador agir no anonimato ou com nome falso.

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

STF nega semiaberto a Geddel no caso do bunker de 51 milhões

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou ao ex-ministro e ex-deputado federal Geddel Vieira Lima (MDB) progressão que lhe permitiria passar ao regime

Moraes será o relator de inquérito sobre Bolsonaro e a PF

O ministro Alexandre de Moraes foi sorteado como novo relator do inquérito que tem como alvo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por

Senador do dinheiro entre as nádegas pede afastamento

O senador Chico Rodrigues (DEM), flagrado pela Polícia Federal com mais de R$ 30 mil na cueca, pediu na manhã desta terça-feira (20) uma

Bolsonaro voltará à Bahia pela segunda vez em pouco mais de um mês

O presidente Jair Bolsonaro deve voltar à Bahia entre o fim de outubro e o início de novembro para inauguração do trecho 4 das obras de

Confirmado: João Bosco vence batalha judicial e tem sua candidatura

Teixeira de Freitas: O ex-prefeito João Bosco Bittencourt, atual candidato a prefeito nas eleições municipais 2020, venceu mais uma batalha

Juiz da 183ª Zona Eleitoral de Teixeira publica Portaria definindo

Teixeira de Freitas: O juiz da 183ª Zona Eleitoral de Teixeira de Freitas, Dr. Marcus Aurélius Sampaio, no uso de suas atribuições, publicou

Justiça Eleitoral convoca 52 candidatos a vereador de Santa Cruz

Santa Cruz Cabrália: A Justiça Eleitoral convocou 52 candidatos a vereador de Santa Cruz Cabrália, cidade no extremo sul da Bahia, para

TSE considera trocar urnas eletrônicas por voto em celular nas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considera a possibilidade de substituir as urnas eletrônicas e promover a votação pelo aparelho celular.

Brasil é eleito para a presidência do Conselho do Acnur

Mandato no órgão de governança da agência é de um ano O Brasil foi eleito ontem (9) para exercer a presidência do Conselho do Alto

Justiça Eleitoral indefere pedido da Coligação de Caio Checon para

Teixeira de Freitas: O juiz da 183ª Zona Eleitoral de Teixeira de Freitas, Dr. Marcus Aurelius Sampaio, indeferiu um pedido de liminar para a

Nossos Apoiadores: