O coordenador-executivo da Abraço (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária), José Sóter, fez graves denúncias sobre a fiscalização da Anatel nas rádios comunitárias, em reunião do Conselho Consultivo da agência, realizada na manhã desta segunda-feira. Segundo ele, a averiguação dos fiscais normalmente é provocada a pedido das emissoras comerciais e que há um caso comprovado de que os fiscais em São Paulo foram até as rádios em carros alugados pela Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e de Televisão), denuncia enviada ao Ministério das Comunicações e que não foi apurada.

Além disso, Sóter informou que fiscais da Anatel lacraram e apreenderam transmissores de rádios comunitárias em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, alegando falta de homologação dos equipamentos, apesar de estarem regularizados. “Não somos contra a fiscalização, mas não podemos aceitar que as emissoras mercantis se utilizem da Anatel para reprimir as rádios comunitárias”, disse.

Sóter disse que não acredita que a repressão às rádios comunitárias seja uma política da Anatel e atribui os conflitos à falta de capacitação dos fiscais, que não são treinados para tratar desigualmente os desiguais. Ele reclamou também da falta de apresentação pelos fiscais do laudo técnico de interferência que justifique a averiguação de irregularidades. “A fiscalização da agência é um leão para as rádios comunitárias e um ratinho para as emissoras comerciais”, comparou.

O coordenador-executivo da Abraço também não poupou críticas ao departamento de outorgas do Ministério das Comunicações, que, segundo ele, trata as rádios comunitárias como um estorvo, enquanto atende a todas reivindicações das emissoras comerciais. “Há vários governos esse departamento persegue e dificulta a democratização das comunicações”, disse.

Sóter também reclamou da elaboração do plano de referência das rádios comunitárias pela Anatel, que limita a propagação das rádios comunitárias deixando uma faixa de dois quilômetros sem acesso ao sinal das emissoras comunitárias. Ele informou que a Anatel baseia o plano em determinação do Minicom, que não corresponde ao que está na lei de criação do serviço.

O gerente-geral de Administração de Planos de Radiofrequência da Anatel, Yapir Marotta, reconheceu que, com o plano atual, as emissoras comunitárias atingem apenas 6% da população que deveria atender. Mas disse que o plano é feito com base na lei de criação do serviço, que traz amarras à pluralidade de acesso dessas rádios.

Os integrantes do Conselho Consultivo consideraram as denúncias feitas pela Abraço como “graves” e solicitaram cópia dos documentos enviados ao Minicom para tomar as providências cabíveis para apuração das irregularidades. Por sugestão do conselheiro José Zunga, deverá ser criado um grupo de trabalho para encaminhar os conflitos entre a agência e as rádios comunitárias.

 

 

Liberdadenews.com.br

 


Feriado prolongado foi considerado tranquilo nas rodovias da região

EUNÁPOLIS: Nenhum acidente com morte foi registrado nas rodovias federais que cortam a região extremo sul da Bahia durante os quatro dias da

PM apreende menor e veículo com restrição de furto em Itamaraju

Na tarde de domingo (17), após denuncias dando conta de que um indivíduo, menor de idade, contumaz em práticas de atos infracionais, estaria

Centro de ritual pataxó na Bahia é incendiado

O centro de rituais do povo pataxó foi alvo de um incêndio na madrugada desta quinta-feira (14), em Porto Seguro, Bahia. Segundo o secretário da

Mulher fica presa às ferragens após colisão entre dois caminhões

Teixeira de Freitas: A colisão aconteceu na tarde deste último domingo, dia 17 de novembro, por volta das 14h30, na rodovia BR-101, em um trecho

Dois homens são presos por suspeita de estupro coletivo

Dois homens foram presos pela suspeita de participarem de um estupro coletivo na cidade de Ribeira do Pombal, a cerca de 270 km de Salvador. Os

Mulher é presa após ser flagrada transportando 100 kg de maconha

Uma mulher de 34 anos foi presa transportando 100 Kg de maconha em um ônibus, num trecho da BR-116, em Jequié, cidade do sudoeste da Bahia, na

Vítima de acidente não resiste e morre em hospital de Itamaraju

Itamaraju: A vítima do acidente ocorrido neste sábado (16) chegou a receber os cuidados médicos, mas devido à gravidade dos ferimentos não

Mulher é presa suspeita de tentar matar bebê por causa de celular

Uma mulher, de identidade não revelada, foi presa suspeita de tentar matar um bebê de um ano de idade, no sábado, 16, no município de Vitória

Tuka Rocha e Maysa Mussi morrem após acidente aéreo em Maraú

O ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, de 36 anos, morreu na manhã deste domingo, 17, após complicações de um acidente de avião em Maraú, no

Jornalista é vítima fatal de queda de avião em Maraú

A jornalista e relações públicas, Marcela Brandão Elias, foi a vítima fatal do acidente aéreo que ocorreu na última quinta-feira, 14, no

Nossos Apoiadores: