Defesa de comerciante alega que ele reagiu a uma tentativa de assalto

A moradora de rua Zilda Henrique dos Santos Leandro, 31 anos, foi morta por volta das 5h30 no Centro de Niterói, Rio de Janeiro. Uma testemunha contou que o comerciante Aderbal Ramos de Castro executou a mulher "friamente" depois que ela o abordou para pedir R$ 1. O crime foi no último dia 16 e o suspeito foi preso ontem. A defesa alega que ele reagiu a uma tentativa de assalto.

"Eu chegava para trabalhar e vi quando ela parou perto dele e pediu um dinheiro. Quando eu virei, eu só vi ele pegando a arma e disparando contra ela. Em seguida, foi embora como se nada tivesse acontecido. Ele matou a Neia com a maior naturalidade e como se ela fosse um bicho", disse ao Extra o chapeiro Miguel Ângelo Pessanha, 40, que trabalha no local do crime e estava chegando quando viu tudo acontecer.

A advogada Daniela Lopes, defensora do acusado, diz que ele reagiu a uma tentativa de assalto por conta do dinheiro que levava na bolsa. "Não importa se foi R$ 1 ou não. O que importa era o que estava dentro da bolsa. Sobre o valor que estava na bolsa, não importa. Ele apenas se defendeu de um assalto", afirma.

Questionada sobre as imagens que registraram a morte da moradora de rua, ela afirma que não registram "todo o entorno da rua" e não mostram quantas pessoas estavam ali. "O que sabemos é que varias pessoas chegaram até ele para tentar pedir dinheiro. Ele, que é comerciante do local, foi surpreendido por essas pessoas. Como ele já tinha sido vítima de assalto antes e a pessoa já chegou gritando com outras pessoas, ele receoso e de impulso reagiu para não ser assaltado", afirma.

Ela diz ainda que o cliente tem porte de arma, o que foi negado pela Polícia Civil.

Sem socorro

O chapeiro que presenciou o crime diz que outra moradora de rua, que conhecia a vítima, tentou parar carros para pedir socorro, mas ninguém ajudou.

"A menina que andava com ela começou a gritar e pedir ajuda. Logo depois, o Corpo de Bombeiros chegou, mas acho que ela já estava morta. Não se mexia mais", diz.

Pessoas que trabalham próximo ao local dizem que a vítima, que era conhecida como Neia, costumava pedir dinheiro na região e nunca fazia abordagens de maneira agressiva. "Eles são super educados, não mexem com ninguém. Muitos nem contribuição pedem. Eu que, geralmente, desço e ajudo com alguma coisa", diz um morador, afirmando que é comum o movimento na rua.

A irmã de Neia diz que ela queria R$ 1 para comprar pão e afirma ainda que Aderbal já havia agredido outros moradores de rua antes do crime. "Ela chegou nele para pedir R$ 1 para comprar um pão. Após isso, ele falou que era para a minha irmã sair porque se não ele daria um tiro na minha irmã. Ela disse que era para ele dar o tiro então. Ele foi pegou arma e atirou na minha irmã", disse ela, que preferiu não se identificar, ao Extra. " Por conta de R$ 1 ele tirou a vida da minha irmã. Eu não me conformo com o que esse homem fez com a minha irmã. Ele não pode ficar impune. Ele tem que pagar pelo que ele fez".

Aderbal foi autuado por homicídio qualificado por motivo fútil. O revólver 38 usado no crime foi comprado por Aderbal e era registrado no nome dele.

Fonte: Correio24h


Suspeito é preso por comprar com dinheiro falso no comércio

Belmonte: Um homem de 19 anos foi preso após comprar com dinheiro falso no comércio de Belmonte, no fim da tarde de quinta-feira (05). Após

Pregador de igreja é suspeito de manter mulher em cárcere privado

Eunápolis: Um pregador de igreja evangélica de 34 anos foi preso no fim da manhã de quinta-feira (05), em Eunápolis. Segundo a polícia, ele é

Dupla de motoqueiros mata homem a tiros no bairro Baianão

Porto Seguro: A polícia procura pelos dois homens suspeitos de matar Paulo Rogério Coutinho Vasconcelos, de 39 anos, no bairro Baianão, em

Caminhão derruba poste na Bahia

Os técnicos da Coelba trabalham na manhã desta quarta-feira, 4, para retirar o poste e a fiação que bloqueiam a via marginal da avenida Vasco

PF prende quadrilha de venda de cocaína boliviana

Na operação 15 aeronaves foram apreendidas A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (4) a Operação Voo Baixo, para

Quatro pessoas morrem após carro colidir com carreta na BR-116

Quatro pessoas morreram na manhã desta terça-feira, 3, após o veículo Fiat Pálio em que estavam colidir com uma carreta na BR-116, no limite

O que houve no 'Baile da 17' onde 9 jovens morreram pisoteados

Nove jovens morreram durante um baile funk na favela de Paraisópolis, em São Paulo Nove jovens morreram pisoteados durante uma ação da

Turistas são detidos com R$ 9 mil em notas falsas em bar

Os três, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos em flagrante Três homens naturais de Minas Gerais foram flagrados, no final da noite

Criança de 5 anos morre ao cortar fio de ventilador com tesoura

Família tentou socorrer o menino, mas ele não resistiu ao choque elétrico; caso foi no Ceará Uma criança de 5 anos identificada como Pedro

Turista paulista morre afogado em Praia de Trancoso

Porto Seguro: Um turista paulista morreu afogada na Praia dos Nativos, em Trancoso, litoral sul de Porto Seguro, por volta das 13h deste domingo

Nossos Apoiadores: