Condenado em última instância a nove anos de prisão por estupro, o atacante Robinho, ex-seleção brasileira, corre o risco de preso imediatamente assim que desembarcar em países como Estados Unidos, Argentina, Chile, Colômbia, China, Coreia do Sul, Austrália, Canadá, todos os 50 signatários da Convenção Europeia de Extradição e outros. As informações são da coluna de Diego Garcia no UOL. 

Robinho está no Brasil e o país, por regra constitucional, não extradita seus próprios cidadãos. No entanto, se deixar o Brasil, ele deve ser preso, já que a Itália possui tratada de extradição na maioria do mundo. Poucos países não tem acordo com os italianos, como Jamaica, Namíbia, Camboja, Emirados Árabes, Seychelles, Nepal, Belize, Madagascar, Malásia e Cabo Verde.

Atualmente, Robinho mora em Santos e vive da fortuna que acumulou durante a sua carreira, com passagens por grandes clubes como Real Madrid, Milan e Manchester City. 

De acordo com a imprensa italiana, a Justiça deve emitir nesta semana um pedido formal ao Judiciário brasileiro para discutir uma eventual extradição de Robinho. No entanto, isso não deve acontecer, já que a Constituição veta a extradição de brasileiros natos.

Uma outra possibilidade é que a Justiça italiana peça que o jogador cumpra a pena em uma penitenciária do Brasil, o que é permitido, de acordo com o Código Penal brasileiro, já que o crime cometido também é tipificado pela legislação daqui. A sentença proferida na Itália teria que ser homologado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

Condenação

Na última quarta-feira, 19, Robinho foi condenado em última instância a nove anos de prisão em sentença definitiva e com execução imediata. O crime ocorreu em 2013, quando o atleta defendia as cores do Milan (ITA), na cidade de Milão. De acordo com o processo, Robinho, Falco e outros quatro amigos estupraram uma mulher albanesa de 23 anos na boate Sio Cafe. Como os seis já haviam deixado a Itália no decorrer das investigações, não foram processados.

Em 2014, quando interrogado, Robinho admitiu ter mantido relação sexual com a vítima, mas negou as acusações de violência sexual. O jogador não compareceu a nenhuma das audiências nos quase seis anos de julgamento, por medo de ser preso ao estar em solo italiano.

Fonte: Atarde 

Homem é preso em Arraial d’Ajuda com moto clonada da Guarda

Porto Seguro: Um homem, de 34 anos, foi preso com uma motocicleta clonada na manhã de sexta-feira (20), no distrito de Arraial d’Ajuda, em Porto

Suspeita de atirar em guarda municipal volta a ser presa

Uma mulher de 33 anos, suspeita de atirar em um guarda-municipal, na cidade de Ibicuí, no sul da Bahia, voltou a ser presa oito meses após o

Jovem morto em Porto Seguro havia abandonado o tráfico e voltado à

Porto Seguro: O jovem morto na tarde de quarta-feira (18), em Porto Seguro, havia retornado à cidade para sanar uma pendência jurídica. A mãe

Acusado de matar mulher em Eunápolis é preso após quase seis anos

O acusado de matar uma mulher de 34 anos, na cidade de Eunápolis, foi preso quinta-feira (19), no Espírito Santo, depois de uma investigação

Polícia prende médico por abuso sexual de menor em Salvador

A Polícia Civil prendeu em flagrante o médico Everton de Jesus Rodrigues, de 38 anos, por estupro de vulnerável, na noite de quarta-feira

Prado: Chuva de granizo é registrada na tarde desta quarta

Mais um município do Extremo Sul baiano registrou chuva de granizo. Depois de Mucuri, o fenômeno também ocorreu em Prado na tarde desta

Marceneiro confessa latrocínio de idosa no Itaigara, diz polícia

Um marceneiro confessou ter assassinado a idosa Rita Maria Britto Fragosos e Silva, de 62 anos, no bairro do Itaigara, conforme a Polícia Civil.

Policiais rodoviários são mortos a tiros em trecho da BR-116

Ceará: Dois agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram mortos a tiros por um homem nesta quarta-feira (18) em um trecho da rodovia

Chuva, vento e granizo destroem árvores e telhados em Mucuri

Mucuri: A forte chuva de granizo com vento forte que atingiu o município de Mucuri no início da noite desta terça-feira (17/05), provocou

STJ tranca ação de Augusto Aras contra jornalista

O Superior Tribunal de Justiça trancou, nesta terça-feira (17), a queixa-crime de Augusto Aras contra o jornalista André Barrocal, da Carta

Nossos Apoiadores: