Prática trabalha os músculos de forma global, fortalecendo o centro de força do corpo e estabilizando a coluna vertebral.

Flexibilidade, condicionamento, potência e resistência muscular são alguns dos benefícios oferecidos pelo treinamento funcional. Reconhecido por reunir diferentes capacidades físicas em um único exercício, a prática tem sua base nos movimentos da vida diária, como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar.

“Muita gente imagina que o funcional é um treino difícil e tem seus resultados limitados ao gasto calórico. No entanto, além de ser muito simples, alguns dos mais importantes diferenciais estão na melhora da flexibilidade, aumento da coordenação motora, ganho de agilidade, potência, tonificação muscular, resistência cardiorrespiratória e equilíbrio”, afirma o educador físico Magno Reis, personal trainer e instrutor da modalidade há mais de seis anos.

Tendo como pilar o fortalecimento do core - conjunto de músculos responsáveis pelo equilíbrio e adequação postural do tronco. Uma vantagem do funcional é a ativação contínua das musculaturas do abdômen, quadris e região lombar. “É importante ter em mente que o exercício funcional é todo o exercício que vise aprimorar e aperfeiçoar as capacidades físicas de um indivíduo, seja para as atividades da vida diária, ou para melhoria do desempenho e reabilitação no esporte”, destaca Reis. 

Enquanto a musculação se limita a aparelhos onde o aluno exercita suas capacidades físicas (força, coordenação motora flexibilidade, potência) de uma forma mais estática e localizada, o treinamento funcional melhora as mesmas capacidades físicas, agregando agilidade e equilíbrio, tudo isso feito de uma forma mais dinâmica, livre dos aparelhos localizados e utilizando o corpo por inteiro.

Apesar de não possuir contraindicações, a prática exige alguns cuidados. “Não existem restrições, ou seja, o exercício funcional pode ser adaptado para a realidade de cada pessoa. No entanto, é preciso ter discernimento e conhecimento do profissional de educação física para diminuição nos riscos de lesões e fadigas”, complementa Magno, que possui em seu grupo a presença de alunos idosos, hipertensos e com limitações articulares.

Pensando em quem nunca praticou mas deseja começar, a primeira orientação é fazer um check-up. “É importante que o médico ateste as condições físicas do aluno. Minhas recomendações são: procurar um bom professor de educação física; atentar-se aos hábitos alimentares com a ajuda de um nutricionista e; ter consciência que os resultados são alcançados com tempo, dedicação e disciplina”, conclui Magno.

Fonte: Correio24h.


Alergias: por que a condição está ficando cada vez mais comum

Em todo o mundo, as crianças estão mais propensas do que nunca a desenvolver alergias alimentares. As investigações recentes sobre a morte de

Como o ar livre faz seus filhos mais espertos

A liberdade de se movimentar e brincar do lado de fora inspira a criatividade e melhora a função cerebral Quando eu tinha oito anos de idade,

Maconha: droga ou remédio?

O uso da Cannabis sativa traz medo, dúvidas, problemas, mas também esperança e bem-estar para pessoas que têm algumas doenças. Vamos falar

Cientistas descobrem proteína capaz de impedir reprodução do ebola

Doença é uma das mais mortais que existem: mata até 90% dos infectados e ainda não há vacina nem medicamento disponível para tratar a

Bahia tem 255 cidades em alerta ou risco de surto de dengue

Divulgado nesta quarta-feira (12), o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2018 apontou 186 cidades

Bahia busca ampliar repasses federais para saúde em 520 milhões

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, se reuniu nesta quarta-feira (12), em Brasília, com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, a

Picada letal de aranha: Pesquisadores brasileiros criam pomada eficaz

Segundo a pesquisadora Denise Tambourgi, a pomada é feita à base de tetraciclina, substância conhecida e já usada como antibiótico Ela é

Estudo Cientifico: Como não engordar na época do Natal

Engordar entre o Natal e o Ano Novo não é inevitável - embora exija algum esforço. Um estudo feito pela Universidade de Birmingham em parceria

Secretaria de Saúde atua na prevenção e acompanhamento de

Teixeira de Freitas; A Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro De Testagem E Aconselhamento (CTA) realiza um importante trabalho com

Alimentos para proteger a pele, além do protetor solar

Um menu cheio de nutrientes para proteger a pele Você sabe o básico sobre proteção solar: passar uma camada generosa de protetor à prova

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: