O Atlas do Diabetes, a cada atualização, aponta uma tendência alarmante sobre a doença no mundo. O levantamento da Federação Internacional de Diabetes (IDF, na sigla em inglês), referente a 2017, comprovou um aumento de 10 milhões de pessoas portadoras da doença nos últimos dois anos.

De acordo com os dados da organização, atualmente o mundo conta com 425 milhões de adultos diabéticos. Segundo a IDF, é preocupante a falta de conhecimento: um a cada dois diabéticos não sabe que é portador da doença.

A estimativa, segundo o relatório, é de que até 2045 a população com diabetes aumente em quase 50%, alcançando o total de 629 milhões. A projeção inclui pessoas com e sem diagnóstico da doença. O levantamento ainda aponta dados com recorte por país e região. O Brasil, na lista de países com maior quantidade de pessoas portadoras da doença, aparece em 4º lugar, com 12,5 milhões. O país fica atrás dos Estados Unidos (30,2 milhões), Índia (72,9 milhões) e China (114,4 milhões). Para 2045, estima-se que o Brasil desça uma posição, ocupando assim a 5ª colocação – mas aumentando o número de diabéticos para 20,3 milhões.

Segundo a IDF, os bebês podem adquirir a doença na gestação. Segundo o Atlas, um em cada seis nascidos foram afetados pela hiperglicemia em 2017. O relatório aponta uma tendência maior à doença nos adultos na faixa etária de 20 a 79 anos: um em cada 14 possui diabetes. Outro dado preocupante é o das pessoas nesta faixa etária sem diagnóstico: 5,7 milhões, o correspondente a 46%.

Os custos relacionados à doença são altos: US$ 727 bilhões no mundo em 2017, o equivalente a mais de R$ 2,3 trilhões. Deste total, o Brasil atingiu R$ 77 milhões.

Fonte: Atarde


Saúde e Humanização: Prefeito Temóteo entrega Unidade Básica de

Teixeira de Freitas: A entrega da Unidade de Saúde no Bairro Teixeirinha aconteceu na tarde desta quinta-feira (21), com a presença do Prefeito,

Caixa instalada para mulheres abandonarem bebês nos EUA

A caixa, no quartel de bombeiros no Estado da Indiana, nos EUA, lembra mais um recipiente para cartas, mas, na verdade, é destinada a ter nela

Uma hora a mais de sono faz diferença?

Uma pesquisa recente mostra que a falta de sono afeta a memória e o desempenho no trabalho em áreas váriadas Muitos de nós fazemos isso.

O que é a neve preta que está caindo na Sibéria?

Cidade coberta por neve preta e tóxica fica próxima a uma mina de carvão Partes da cidade de Kiselyovsk, da região da Sibéria, na Rússia,

Distúrbios na visão, o sintoma muitas vezes ignorado da enxaqueca

Sintoma mais comum de doença que afeta 15% da população é a dor de cabeça, mas o que muitos não sabem é que ela pode se manifestar por meio de

Fevereiro roxo: entenda o lúpus, doença que afeta Selena Gomez

Doença autoimune causa inflamações na pele, articulações e órgãos; apesar de não ter cura, o lúpus pode ser tratado e paciente pode ter vida

Brasil corre risco de perder selo de erradicação do sarampo

O Brasil corre o risco de perder o certificado de erradicação do sarampo, obtido há três anos. Sem conseguir controlar a transmissão da

Prematuros apresentam mais risco de hidrocefalia

Mesmo com os avanços na medicina neonatal, os bebês que nascem prematuros (pré-termo), ou seja, com idade gestacional inferior a 37 semanas e

Fim do horário de verão: Como adaptar o corpo a essa mudança

O horário de verão chega ao fim neste sábado. Quem vive nos dez Estados e no Distrito Federal onde os relógios tiveram de ser adiantados há

Como fazer isotônico caseiro e saudável

Nutricionista norte-americana passa uma receita simples, prática e saudável de isotônico para você fazer em casa Inicialmente projetado para

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: