O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, encomendou à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) a retomada da discussão sobre novos formatos de planos de saúde. Em uma iniciativa semelhante à de seu antecessor, Ricardo Barros, que lançou a ideia de planos populares, Occhi defendeu a adoção de alternativas no setor. O objetivo, segundo ele, é garantir o atendimento mais ágil em casos de procedimentos simples. Questionado se a proposta seria para limitar coberturas, de acordo com a região do usuário, o ministro afirmou que o formato ainda será avaliado. Ele se limitou a dizer que o debate será retomado. "Isso já foi discutido em algum momento. Na ANS, a informação é de que a discussão foi suspensa.

Vamos retomar", disse. O ministro afirmou ainda que a decisão será tomada apenas se houver consenso. Occhi defendeu a cobrança de franquias em planos, proposta em discussão na ANS. A estratégia prevê que, em contratos novos, seja estabelecido um teto para o copagamento, a contrapartida que o usuário dá quando faz determinados procedimentos ou a franquia. Atualmente, cerca de 6% dos contratos apresentam essas condições, um número considerado baixo.

A ideia é que limites sejam estabelecidos tanto para o copagamento quanto para franquias. Usuários que optarem por esse sistema pagariam mensalidades mais baixas. Pela proposta em avaliação da ANS, a franquia não poderia ser cobrada no caso de alguns procedimentos, como hemodiálise, quimioterapia, exames para identificação precoce e acompanhamento de algumas doenças crônicas, pré-natal e exames realizados logo depois do nascimento do bebê, como o teste do pezinho. "Defendo as alternativas.

A escolha será do cidadão. A agência deve buscar proteger o cidadão e evitar ações abusivas", disse, logo depois de participar de uma audiência pública na Câmara dos Deputados. Occhi disse ser favorável à concessão de um reajuste para contratos particulares de planos de saúde, mesmo que ainda haja dúvidas sobre a forma de cálculo para o porcentual.

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) identificou falhas e sugeriu que uma revisão sobre a metodologia fosse feita, para evitar dupla cobrança. Com base no relatório, o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) ingressou com ação com pedido de liminar para suspender o reajuste. "Não vou dar minha opinião sobre a ação. O TCU encontrou algumas situações e foi dado um prazo ao órgão fiscalizador para que justificativas sejam apresentadas."

Fonte: Bahianoticias


Após denúncia de uso de soro vencido na UMMI, Secretaria de Saúde

Teixeira de Freitas: A Secretaria Municipal de Saúde, vem informar ao público que está apurando as circunstâncias que desencadearam o fato

Podemos estar 'contaminados' por microplásticos

Acumulados no trato gastrointestinal, eles têm a possibilidade de interferir na resposta imunológica do intestino Você já deve ter ouvido

Paciente gestante denuncia que recebeu soro vencido na UMMI em

Teixeira de Freitas: Na última sexta-feira, 19 de outubro, uma paciente veio a público relatar uma situação que a deixou preocupada e

Curso de atendimento pré-hospitalar é realizado por Caravelas

Enfermeiros e técnicos de enfermagem de Caravelas e outros profissionais da área de saúde que atuam em Alcobaça, Posto da Mata, Prado, Teixeira e

Secretaria de Saúde alerta sobre o mosquito da Dengue em Teixeira

Com a chegada do verão o combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela deve ser redobrado. Pensando nisso, a

Síndrome do bebê grande': Exercícios durante a gravidez reduz esse

Necessidade de partos cesarianos caiu 34% entre as gestantes que fizeram exercícios moderados Um estudo concluiu que exercícios com intensidade

Adultos que comem peixe reduzem em 24% risco de doenças crônicas

Pesquisadores da Universidade de Tufts, nos Estados Unidos constataram também menor incidência de baixas funções físicas e mentais Apreciar

Saiba o que é bom ou não para tratar resfriados em crianças

Têm de seis a oito resfriados por ano - duas vezes mais que adultos, mas há poucas evidências sobre o que ajuda a tratar seus sintomas, como nariz

Piscinas sem tratamento podem conter ameba que come cérebro humano

Casos recentes fizeram alguns países se depararem com uma infecção cerebral de nome difícil, ocorrência rara e alta letalidade: a

Após pedido, governo regulariza compra de testes para tuberculose

O Ministério da Saúde retomou o abastecimento dos testes para tuberculose, após recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo

UAI Brasil
O teixeirão 2018
previcon
Connect Informática
Nossos Apoiadores: