Mais de 93% do público-alvo de meninas da vacinação contra o vírus HPV ainda não foi imunizado na Bahia, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (11) pela Secretaria de Saúde do estado (Sesab). De acordo com os dados, das 437 mil garotas esperadas entre os meses de janeiro e agosto deste ano, apenas 28.689 mil foram vacinadas no estado.

A procura pela imunização também é baixa entre os meninos. Conforme a Sesab, apenas 14% do público-alvo de garotos foi imunizado do início do ano até agosto. A meta era atingir 268.024 mil garotos, mas apenas pouco mais de 37.500 mil foram vacinados.

A vacina contra o HPV é oferecida gratuitamente nos postos de vacinação dos municípios. Até o ano passado, apenas meninas tinham acesso às doses, mas o Ministério da Saúde ampliou o atendimento para os meninos. O público-alvo de meninas é constituído por garotas com idades entre 9 e 14 anos. Já os meninos devem ter entre 11 e 14 anos para serem vacinados.

A Sesab atrela a baixa procura da vacina no estado à falta de costume da população. "A gente precisa realmente integrar as ações de saúde, com educação, para melhorar a cobertura vacinal nessas faixas etárias", disse Vânia Rebouças, técnica de imunização da Sesab. O médico infectologista Antônio Bandeira explica os riscos da doença e a importância da vacinação na adolescência.

"É um vírus extremamente produtor de câncer. Tanto que ele é um dos causadores de câncer feminino. Uma das maiores mortalidades de câncer em mulheres, no Brasil, é pelo câncer de colo de útero. Se elas não se vacinarem, elas, muito possivelmente, vão ser expostas ao vírus e vão correr o risco de câncer de colo. A mesma coisa para os meninos, porque os meninos servem tanto como transmissores para as meninas, como, também, eles correm risco de câncer de pênis. Então, por mais que os pais achem, muitas vezes, que seus filhos não tiveram iniciação sexual, é fundamental que ele saiba o seguinte: 'tenho que prevenir de qualquer forma e a prevenção tem que se fazer muito antes dessa iniciação sexual'", informou.


ONU diz que cerca de 7 mil recém-nascidos morrem diariamente

Relatório divulgado por agências das Nações Unidas estima que quase 7 mil bebês morrem todos os dias antes de completar um mês de vida, e

A importância das proteínas para a saúde dos músculos

Quem acompanha personal trainers e influenciadores fitness nas redes sociais já deve ter reparado que, além de muitos exercícios físicos, a

Morte precoce de criança comove população de Medeiros Neto

Medeiros Neto e região se comoveram com a morte precoce do garoto Ícaro Santos Silva, de apenas 9 anos de idade, ocorrida nesta madrugada de

Setembro Verde: aumenta o número de captação de órgãos no HMTF

Teixeira de Freitas: O Setembro Verde é uma campanha nacional que ganhou força em Teixeira de Freitas. O objetivo da campanha é sensibilizar a

Secretaria de Saúde promoverá ações durante Setembro Amarelo

Teixeira de Freitas:  Setembro é o mês escolhido pelo CVV (Centro de Valorização da Vida) para que sejam feitas ações intensificadas de

Carreta de rastreamento do câncer de mama chega em novembro

Teixeira de Freitas: Aconteceu na tarde desta segunda-feira (2) a primeira reunião para apresentação da logística de atendimento da Unidade

UPA implanta modelo de atendimento com avaliação imediata de

Teixeira de Freitas: Com o objetivo de melhorar o fluxo de atendimento na unidade, a direção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Teixeira

Sarampo: estados recebem doses extras da vacina tríplice viral

As secretarias de Saúde de todos os estados começaram a receber esta semana as doses extras da vacina tríplice viral, para garantir a

Reforma e modernização do Hospital de Caravelas proporciona mais

Caravelas: O que para muitos é algo normal e corriqueiro, para os caravelenses é motivo de orgulho. O sucateamento da principal unidade de saúde

Estudo testa uso de canabidiol contra o crack

Pesquisa conduzida pela Universidade de Brasília (UnB) vai avaliar se o canabidiol, substância presente na maconha, é eficaz no tratamento de

Nossos Apoiadores: