Nem pense em espremer aquela espinha vermelha e inchada que acabou de surgir em seu rosto. Dermatologista dá dicas do que você deve fazer.

Tem alguém por aí que nunca sofreu com espinhas, principalmente aquela que resolve aparecer em seu rosto bem no dia de uma festa ou compromisso importante? Se esse é seu caso, você é uma sortuda. A maioria já passou por essa situação e aí vem a pergunta: como eliminar as espinhas, principalmente essa que surge isolada e sem motivo aparente?

Se a sua ideia de como eliminar as espinhas é espremendo, pode segurar os dedinhos nervosos. Segundo o dermatologista Jardis Volpe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, estourar as espinhas é um grande erro e ainda agrava o problema.

"Não é indicado espremer, pois piora a inflamação, aumentando o avermelhamento e dificultando a cicatrização, fazendo com que manchas e cicatrizes surjam", afirma o especialista.

Para te ajudar, o médico ensina um passo a passo para se livrar de uma maneira rápida daquela espinha vermelha e doloria e sem prejudicar a sua pele.

Como se livrar daquela espinha indesejada:

 Nem pense em espremer aquela espinha indesejada! Veja os detalhes de como eliminar as espinhas e evitar problemas

Use ácido salicílico

Para uma emergência, como é o caso daquela espinha isolada que surge bem no meio do seu rosto, seja ela interna ou daquelas avermelhadas, uma sugestão é começar o tratamento rápido com ácido salicílico, que é um anti-inflamatório. Um comprimido de aspirina vai te ajudar.

O dermatologista ensina a receita: "Dissolver um comprimido de aspirina com um pouco de água até que se forme uma pasta e aplicar com um cotonete em cima da lesão de acne, deixando agir durante à noite".

Jardis faz dois alertas importantes. O primeiro é que a pessoa deve ter certeza que não é alérgia a essa substância antes de usá-la na pele. E o segundo é que, no dia seguinte, é fundamental lavar o local ao acordar e usar um protetor solar não oleoso.

Adeus, inchaço

O próximo passo desse tratamento rápido para espinhas é acabar com o inchaço. “Indicamos a aplicação de gelo envolto em um tecido ou bolsas pequenas de gelo, por alguns minutos. O gelo é anti-inflamatório e faz desinchar a espinha rapidamente”, fala o dermatologista.

É possível repetir esse processo de colocar gelo na espinha diversas vezes, até três vezes em uma hora, com intervalo de 10 minutos entre uma aplicação e outra, por exemplo.

Adeus, bactérias

Na sequência da etapa do gelo, segundo Jardis, é preciso agir para atacar as bactérias que estão naquele local. A indicação dele é usar uma substância chamada peróxido de benzoíla. Ela é capaz de matar as bactérias que causam a acne e acabam ficando presas no folículo - justamente o que causa a inflamação.

É necessário, entretanto, preparar a pele para receber esse produto. "Para evitar a irritação, certifique-se de preparar a pele com um hidratante leve primeiro, em seguida, tratar o cisto com uma camada superfina de peróxido de benzoíla", orienta o médico.

Combata a vermelhidão

Depois de lidar com o inchaço e com as bactérias, chegou o momento de reduzir a vermelhidão causada pela espinha. A sugestão é lançar mão de produtos com ação calmante.

Por outro lado, algumas receitas caseiras ou truques de como eliminar as espinhas não são bem-vindos, de acordo com o dermatologista. Ele comenta que algumas pessoas usam colírio para reduzir a vermelhidão, mas que o resultado disso é apenas temporário e ainda há riscos de piorar o quadro.

"O colírio para olhos vermelhos contém agentes vasoconstritores que fecham os vasos, causando contração e melhorando a vermelhidão de uma espinha isolada. Mesmo assim, não costumo recomendar porque esses agentes causam um efeito rebote grande, e a vermelhidão pode voltar mais forte", ressalta Jardis.

Dicas bônus de como eliminar as espinhas

Usar compressa é uma ideia para acalmar a pele e uma das dicas de como eliminar as espinhas.

Esse passo a passo descrito pelo dermatologista é indicado para aquelas espinhas avermelhadas. Entretanto, se a sua for daquelas quejá contêm um pontinho amarelo, uma dica é apostar em compressa com chá.

Jardis sugere fazer a compressa com chá verde morno com o auxílio de uma gaze. A ideia é deixar a compressa na lesão por alguns minutos três vezes por dia. Segundo o médico, isso vai facilitar para que a que "a própria espinha drene naturalmente mais rápido".

Além disso, não faltam dicas e receitas pela internet que prometer acabar com as espinhas de forma rápida. Recentemente, uma delas viralizou e ganhou destaque aqui no Delas. A influencer e youtuber canadenese Farah Dhukai mostrou em um vídeo publicado no Instagram que usa  creme de assaduras para se livrar desses pontinhos indesejados.

No vídeo, que ultrapassou as 10 milhões de visualizações, Farah faz um tratamento de três dias com o creme para bebês. Primeiro, passa o produto por todo o rosto. Depois, vai reduzindo apenas para a área onde as espinhas ainda estão. Ao final de três dias, a pele da influencer está lisinha e sem nenhuma marca.

Ela defende a eficácia do truque, que diz ter aprendido com a mãe, porque o creme para assaduras contém óxido de zinco, substância que reduz a inflamação e a vermelhidão e mata as espinhas, além de ajudar a clarear possíveis cicatrizes.

De qualquer forma, é bom ressaltar que alguns truques funcionam bem para um tipo de pele e não em outro e que algumas pessoas ainda podem apresentar reações. Na dúvida, consulte um especialista, esse é sempre o caminho mais seguro.

Uso de medicamentos para combater as espinhas

Em casos mais graves, a maneira de como eliminar as espinhas é tomando medicamentos, que devem receitados por um médico.

Falando em especialista, ele ainda pode receitar medicamentos e outros produtos no combate às espinhas. Jardis diz, por exemplo, que uma opção para controlar o processo de inflamação da acne é usar cápsulas de Fosfolipídeos de Caviar (FC Oral).

É o dermatologista também quem vai orientar como eliminar as espinhas em casos mais graves, quando há diversas erupções na pele ou uma acne severa. Em alguns momentos é preciso fazer uso de medicamentos via oral com antibióticos, corticoides e anti-inflamatórios para controlar a infecção e inflamação. O médico é quem vai receitar os melhores medicamentos para cada caso.

Fonte: Delas


Cidades da região têm água contaminada, revelam testes de Ongs

Testes realizados pelas empresas de abastecimento de municípios brasileiros mostram que algumas cidades da Bahia consomem um perigoso coquetel

Simaria diz que trocaria dinheiro que já guardou para ter saúde

Simone, 34, e Simaria, 36, foram convidadas para participar do programa Altas Horas deste sábado (20), na Globo, e cantaram ao lado de Marília

Não quero ser o único, diz primeira pessoa do mundo curada do HIV

Primeira pessoa do mundo curada do vírus HIV, o americano Timothy Ray Brown (53), que em princípio era chamado de “paciente de Berlim”,

Saúde: qual a importância da prevenção?

“Prevenir, é melhor que remediar” -  expressão antiga que ainda faz todo sentido nos dias atuais. Quando se trata de saúde, quanto mais cedo

Caravelas se prepara para realizar a conferência de saúde

Caravelas: A população de todo o município está participando da mobilização local, em cada unidade de saúde de Caravelas. Esse trabalho vai

HMTF faz captação de múltiplos órgãos para doação

Teixeira de Freitas: A equipe da Organização de Procura de Órgãos (OPO) Extremo Sul, sediada no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas,

Gripe: Teixeira inicia campanha de vacinação no dia 10 de abril

A Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas já está se preparando para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que acontecerá entre

Prefeitura de Teixeira inicia obras de melhorias no Hospital

Teixeira de Freitas: A Prefeitura de Teixeira de Freitas iniciou mais uma importante obra na cidade. Trata-se da reforma do Hospital Municipal. Os

Caravelas vai reinaugurar o Hospital Municipal

Caravelas: As obras foram realizadas pelo município com recursos próprios em toda a estrutura física (hidráulica, elétrica, revestimento,

Jovem morre após ter parasitas descobertos em seu cérebro

Um jovem de 18 anos morreu após ter parasitas em seu cérebro, de acordo com um estudo de caso publicado no "New England Journal of Medicine".

UAI Brasil
Nossos Apoiadores: