Dor de cabeça de procedência hormonal costuma afetar mais as mulheres

Classificadas como tortura por muitos que sofrem delas, as dores de cabeça são causadas, em geral, por dois motivos principais, segundo explica à BBC a médica britânica Anne MacGregor, cuja especialidade é justamente a cefaleia.

"Na maioria das vezes, elas se devem à tensão acumulada nos músculos ao redor da cabeça", diz. "Ou a mudanças na química do cérebro, que decodifica isso na forma de dor."

Tal atividade química no cérebro faz com que algumas pessoas sintam uma dor muito profunda e intensa, as temidas cefaleias. Como há diferentes tipos de dores de cabeça, eles exigem intervenções e medicações distintas. A BBC preparou um informativo, com base em informações fornecidas por MacGregor e pelo NHS, o serviço de saúde pública britânico:

Tensional

São as dores mais comuns, que geralmente vêm na forma de uma dor constante em ambos os lados da cabeça - como se tivéssemos um elástico apertado em volta dela. Essas dores costumam durar de 30 minutos a várias horas (ou, excepcionalmente, vários dias). Hidratação, descanso e alimentação regular costumam evitar as dores de cabeça Os fatores desencadeantes costumam ser a desidratação, o estresse, a má postura, a falta de sono, a tensão muscular no rosto e a irregularidade no horário das refeições.

Mudanças no estilo de vida costumam ajudar a reduzir duração e frequência - por exemplo, com um bom padrão de sono e de alimentação e bastante ingestão de água.

Em 'cachos'

É um tipo mais raro - e extremamente doloroso - de cefaleia. É chamado assim porque a dor surge em cachos ou ataques agrupados durante um período contínuo que pode durar até três meses. Geralmente acomete os pacientes em uma determinada época do ano (quase sempre a mesma), e depois há um período de remissão, em que as crises desaparecem.

Medicamentos comuns como ibuprofeno e paracetamol não costumam ser de grande ajuda nesse tipo de cefaleia. É o caso de consultar um médico, que pode recomendar tratamentos mais específicos e fortes. Alguns tipos de dores de cabeça são regulares, acometendo os pacientes no mesmo período do ano.

Enxaqueca

As enxaquecas são menos comuns que as dores de cabeça tensionais, mas muito dolorosas e com potencial de interferir nas atividades diárias dos pacientes.
Chegam a causar náusea, vômito e uma forte sensibilidade a luz e barulho. O normal é que durem algumas horas, mas às vezes elas podem se prolongar por vários dias.

Para aliviá-la (ou evitá-la), há remédios que dispensam receita médica. Mas, se a dor for muito persistente, recomenda-se recorrer a um médico de confiança para avaliar a necessidade de medicação mais forte.

Hormonal

As mulheres costumam ser mais acometidas por esse tipo de dor, que se deve geralmente a mudanças nos níveis hormonais e está associado ao ciclo menstrual. Alguns métodos contraceptivos, a menopausa e a gravidez costumam trazer consigo dores de cabeça dessa categoria. Controlar os níveis de estresse, manter um padrão regular de sono e não pular nenhuma refeição podem ajudar a reduzir essas dores.

Farmacológico

Algumas dores de cabeça são efeitos colaterais do uso de alguns tipos de medicamento. Ou até mesmo do uso excessivo de analgésicos.
A dor costuma recuar algumas semanas depois de o paciente ter terminado de tomar o medicamento responsável pela dor.

Recomendações gerais para evitar e aliviar as dores de cabeça

Para tentar evitar qualquer tipo de dor de cabeça, o NHS (o serviço de saúde pública britânico) dá os seguintes conselhos:
- Manter-se hidratado com bastante água
- Descansar, principalmente em momentos em que você sentir sintomas de gripe ou falta de energia
- Dentro do possível, evitar situações de estresse
- Praticar esportes, uma vez que exercícios físicos têm um efeito positivo no nosso bem-estar geral
- Ingerir analgésicos se a dor for persistente ou muito intensa. Os mais comuns são paracetamol ou ibuprofeno
- Evitar o álcool, que pode piorar os sintomas
- Não pular refeições, para manter estáveis os níveis de insulina do corpo
- Não forçar a vista: evite passar muito tempo diante de telas
- Não dormir demais, algo que pode intensificar a dor

Fonte: BBC News


Teixeira receberá Carreta de rastreamento do câncer de mama

Entre os dias 21 de novembro a 7 de dezembro chegará em Teixeira de Freitas a Unidade Móvel do Programa de Rastreamento do Câncer de Mama

Dicas para sua gravidez: Fase dos Enjoos

Dr. Domingos Mantelli dá 6 dicas para alivias os sintomas das gestantes A temida "FASE DOS ENJOOS" acontece geralmente no início da gravidez e

Secretário de Saúde de Teixeira pede exoneração: Hebert Chagas

Teixeira de Freitas: Na manhã desta segunda-feira (11), o secretário de Saúde, Fabiano Marily, protocolou no gabinete do Prefeito, a

Pesquisadores conseguem combater sintomas do Alzheimer com

Testes em ratos apresentaram bons resultados Um grupo de pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo

5 alimentos para melhorar a saúde do seu fígado

Fígado é um dos órgãos mais importantes do corpo humano É responsável por filtrar o sangue de substâncias nocivas, como álcool e drogas,

Outubro Rosa do HMTF promove prevenção e bem-estar

Um dia cheio de alegria e prevenção. Assim foi a celebração do Outubro Rosa “Conhece seu Corpo”, que aconteceu nesta quarta-feira (30), na

Alcobaça realiza Rastreamento do câncer de mama

Alcobaça: Outubro está rosa em Alcobaça. Durante o mês, as equipes de saúde intensificaram as ações de conscientização da campanha para o

Fase final: Prefeitura de Teixeira retoma construção da UBS

Teixeira de Freitas: Mais uma obra será entregue para a população de Teixeira de Freitas. A retomada da construção da Unidade Básica de

Número de casos de sarampo sobe para 20 na Bahia

Foram confirmados, nesta quinta-feira, 10, 11 novos casos de sarampo na Bahia. De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), cinco foram

Fechamento de maternidade leva à morte de bebês e caso para na

O fechamento da Maternidade Ester Gomes tem causado conflitos em Itabuna, a 317 quilômetros de Salvador. Na manhã desta quarta-feira, 9,

Nossos Apoiadores: