Manter-se ativo, independente da idade, é essencial para ter uma boa saúde. No entanto, a falta de cuidado e a desinformação fazem com que, a cada três segundos, uma pessoa sofra uma fratura no mundo. É a população conhecida como 'melhor idade' - dos 65 anos em diante - a que mais sofre com quedas.

“É preciso sensibilidade por parte das pessoas que convivem com idosos para conseguir perceber as mudanças diárias porque, muitas vezes, eles omitem que estão perdendo a independência", explica o corretor e síndico profissional Marcos Paulo Pessoa Teixeira, que perdeu a mãe, Maria Tereza Pessoa Teixeira, de 84 anos, após uma queda. Levada com urgência ao hospital no dia 11 de janeiro deste ano, Dona Maria morreu dias depois por causa de complicações.

Casos como o da mãe de Marcos foram discutidos neste sábado, 1º, no Hotel Vila Galé, em Ondina, durante o Simpósio de Trauma Ortopédico do Idoso, que reuniu profissionais no assunto.

Segundo a Sociedade de Ortopedia da Bahia (Sbot-BA), o número expressivo de fraturas que os idosos sofrem gira em torno dos 35% em relação ao total de atendimento de rupturas ósseas. Além da prevenção - através de consultas médicas e mudanças para deixar a casa mais segura -, é a rapidez no atendimento ao paciente que evita casos mais graves, como levar a vítima ao óbito. A Sbot faz um alerta para os idosos: os que já sofreram uma queda apresentam risco mais elevado de cair mais uma vez, entre 60% e 70% no ano seguinte.

“As fraturas no quadril são as mais comuns, e a cirurgia e tratamento custam em torno de R$ 7 mil ao governo, através do SUS. Se pensarmos em um único paciente, não é caro, mas a nossa população está cada vez mais idosa e os números aumentam.O envelhecimento é prevenível, mas os cuidados para que a fratura não aconteça passa tanto pela melhoria da qualidade óssea e muscular do paciente, quanto pela prevenção em casa e à atenção aos idosos”, explica Rogério Barros.

Fonte: Atarde


Como melhorar a alimentação dos adolescentes

Sobrepeso e obesidade são fatores de risco para doenças crônicas. Hábitos alimentares e formação do paladar começam na infância. Com o

Vacina contra sarampo pode ser aplicada em adultos e crianças;

Doença é altamente contagiosa e há surto no Norte do Brasil. Na rede pública, vacina administrada é a tríplice viral: protege contra caxumba,

Mulher dá à luz siamesas unidas pelo abdômen

Santo Antônio de Jesus: Uma mulher de 35 anos deu à luz gêmeas siamesas na manhã desta quinta-feira (15), na cidade de Santo Antônio de

Como a vida moderna aumentou o estresse e como evitar

Com a mudança do trabalho físico para atividades que dependem mais da mente, o estresse crônico tem se tornado cada vez mais problemático -

Saiba o que é Fascite Plantar: causas, sintomas e tratamento

A fascite plantar é um doloroso processo inflamatório da fáscia plantar, o tecido conjuntivo na sola do pé, que pode acontecer em pessoas que

Renovação Carismática Católica de Luto: Morre Cláudio Totta, um

Teixeira de Freitas: No início da noite desta segunda-feira, 12 de agosto, veio a óbito no Hospital Sobrasa em Teixeira de Freitas, Cláudio

Por que fumar cigarro é hábito mais comum entre os mais pobres

Em média, fumantes compõem cerca de 10% da população brasileira - entre aqueles com menos anos de estudo, o percentual é maior Na meta de

Como a Lua afeta o seu humor?

Desde a antiguidade, diversas sociedades acreditaram na influência da Lua no humor; mas o que diz a ciência moderna? Aficcionado por resolver

Conheça as dez  dicas para o início do desfralde das crianças

O início do desfralde sempre gera grandes dúvidas nos pais. Esse deve ser um momento tranquilo que exige muita paciência e dedicação. Retirar

Prefeitura inicia reforma da UTI do HMTF

A Prefeitura de Teixeira de Freitas iniciou esta semana a reforma da UTI do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas. Uma equipe de profissionais

Policia
Nossos Apoiadores: