A partir desta quinta-feira, 22, as crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo em todo o país. Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação é preventiva e deve alcançar 1,4 milhão de crianças, que não receberam a dose extra, chamada de dose zero, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses.

“Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ªdose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral mais varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses”, esclarece o ministério.

A pasta enviará 1,6 milhão de doses a mais para os estados. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos. A medida é uma resposta imediata do ministério devido ao aumento de casos da doença.

“Nós estamos preocupados com essa faixa etária porque em surtos anteriores foram as crianças menores de um ano que evoluíram para casos mais graves e óbitos. Por isso, é preciso que todas as crianças na faixa prioritária sejam imunizadas contra o vírus do sarampo, considerando a possibilidade de trânsito de pessoas doentes para regiões afetadas e não afetadas”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira.

De acordo com o ministério, o país registrou nos últimos 90 dias, entre 19 de maio a 10 de agosto deste ano, 1.680 casos confirmados de sarampo, em 11 estados: São Paulo (1.662), Rio de Janeiro (6), Pernambuco (4), Bahia (1), Paraná (1), Goiás (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Sergipe (1) e Piauí (1). O coeficiente de incidência da doença foi de 0,80 por 100.000 habitantes.

Além de vacinar as crianças na faixa etária prioritária, o ministério, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde, também orienta estados e municípios a realizarem o bloqueio vacinal. Ou seja, em situação de surto ativo do sarampo, quando identificado um caso da doença em alguma localidade, é preciso vacinar todas as pessoas que tiveram ou tem contato com aquele caso suspeito em até 72 horas.

Fonte: Atarde


Secretário de Saúde de Teixeira pede exoneração: Hebert Chagas

Teixeira de Freitas: Na manhã desta segunda-feira (11), o secretário de Saúde, Fabiano Marily, protocolou no gabinete do Prefeito, a

Pesquisadores conseguem combater sintomas do Alzheimer com

Testes em ratos apresentaram bons resultados Um grupo de pesquisadores do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo

5 alimentos para melhorar a saúde do seu fígado

Fígado é um dos órgãos mais importantes do corpo humano É responsável por filtrar o sangue de substâncias nocivas, como álcool e drogas,

Outubro Rosa do HMTF promove prevenção e bem-estar

Um dia cheio de alegria e prevenção. Assim foi a celebração do Outubro Rosa “Conhece seu Corpo”, que aconteceu nesta quarta-feira (30), na

Alcobaça realiza Rastreamento do câncer de mama

Alcobaça: Outubro está rosa em Alcobaça. Durante o mês, as equipes de saúde intensificaram as ações de conscientização da campanha para o

Fase final: Prefeitura de Teixeira retoma construção da UBS

Teixeira de Freitas: Mais uma obra será entregue para a população de Teixeira de Freitas. A retomada da construção da Unidade Básica de

Número de casos de sarampo sobe para 20 na Bahia

Foram confirmados, nesta quinta-feira, 10, 11 novos casos de sarampo na Bahia. De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), cinco foram

Fechamento de maternidade leva à morte de bebês e caso para na

O fechamento da Maternidade Ester Gomes tem causado conflitos em Itabuna, a 317 quilômetros de Salvador. Na manhã desta quarta-feira, 9,

Começou nesta segunda a Campanha de Vacinação contra o sarampo.

Teixeira de Freitas: Começou nesta segunda-feira (7), a campanha nacional de vacinação contra o sarampo de 2019. A vacina tríplice viral, que

800 pessoas atendidas no mutirão de oftalmologia em Caravelas

Caravelas: A ação é uma parceria entre o município de Caravelas e o Governo do Estado da Bahia, por meio do Projeto Visão Sem Fronteiras.

Nossos Apoiadores: