Mais de 95 mil brasileiros morreram por causa do novo coronavírus

Desde o início da pandemia, 2.801.921 de brasileiros contraíram o vírus. O total de mortes chega a 95.819. Há 3,6 mil óbitos em investigação. Nas últimas 24 horas, foram registrados 51.603 novos casos confirmados de covid-19 e 1.154 mortes relacionadas à pandemia do novo coronavírus. Os números estão no balanço diário de hoje (4) publicado pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o ministério, 1.970.767 pessoas já se recuperaram da covid-19 e 735.335 pacientes estão em acompanhamento.

A taxa de letalidade (número de mortes pelo total de casos) ficou em 3,4%. A mortalidade (quantidade de óbitos por 100 mil habitantes) atingiu 45,6. A incidência dos casos de covid-19 por 100 mil habitantes é de 1.333,3.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais. Já às terças-feiras, o quantitativo em geral é maior pela atualização dos casos acumulados aos fins de semana.

O Brasil mantém-se como segundo no ranking mundial em casos e mortes relacionados à pandemia. A liderança é dos Estados Unidos. De acordo com o mapa da universidade Johns Hopkins, o país possui 156.426 mortes e 4.758.028 casos acumulados.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes por covid-19 são: São Paulo (23.702), Rio de Janeiro (13.715), Ceará (7.806), Pernambuco (6.717) e Pará (5.799). As Unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são Tocantins (408), Mato Grosso do Sul (432), Roraima (528), Acre (545) e Amapá (581). Mato Grosso do Sul, que permaneceu ao longo da pandemia como o local menos letal, perdeu o posto para Tocantins, que ocupa agora o último lugar no ranking (408).

Já em termos de casos, São Paulo lidera (575.589), seguido por Ceará (179.341), Bahia (175.389), Rio de Janeiro (168.911) e Pará (158.277). A Bahia ultrapassou o Rio de Janeiro na terceira posição. Os estados com menos pessoas infectadas até o momento são: Amapá (36.999), Roraima (33.194), Mato Grosso do Sul (27.678), Tocantins (27.664) e Acre (20.708). O Acre consolidou a posição de estado com menos casos. Nas últimas semanas, essa posição era ocupada por Mato Grosso do Sul.

Boletim Epidemiológico covid-19

Fonte: Agência Brasil

Bahia registra 593 novos casos e 49 mortes por Covid-19

A Bahia registrou nesta segunda-feira, 28, 49 mortes por Covid-19 e 594 casos, de acordo com dados da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). Desde

Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos de Covid-19

O boletim diário do Ministério da Saúde, divulgado nesta segunda-feira, 28, revela que o Brasil registrou 4.745.464 casos confirmados do novo

Bahia tem 850 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

No estado 25.810 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19 A Bahia registrou neste domingo, 27, 850 novos casos de Covid-19, 1.074

Brasil confirma 14.318 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

No mesmo período, foram confirmadas mais 335 mortes Nas últimas 24 horas, o Brasil confirmou mais 14.318 casos de pessoas infectadas pelo novo

Bahia registra 2.128 novos casos e 49 mortes de Covid-19

A Bahia registrou neste sábado, 26, 2.128 casos de Covid-19 e 1.977 curados, os dados são baseados nas últimas 24 horas. Dos 305.186 casos

Brasil acumula 141.406 mortes pelo novo coronavírus

O número de recuperados da covid-19 chega a 4.050.837 O Brasil soma 141.406 pessoas mortas pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. A

Passa de cinco mil casos de Covid-19 em Teixeira: 91 casos são

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas informa que houve registro de 07 novos casos positivados. Ao todo,

Com 18 novos casos Teixeira chega a 4999 confirmações de Covid-19:

Teixeira de Freitas: Nesta data, a Secretaria de Saúde de Teixeira de Freitas lamenta mais um óbito registrado em decorrência do Coronavírus e

Sem repasse estadual: Hospital de Campanha de Teixeira já não

Teixeira de Freitas: Nossa equipe de reportagem teve acesso a um ofício encaminhado pelo  secretário de Saúde de Teixeira de Freitas, Herbert

Brasil adere a aliança para aceleração da vacina contra a covid-19

Governo liberou R$ 2,5 bilhões para viabilizar ingresso ao grupo O governo federal anunciou nesta quinta-feira (24) a adesão ao Instrumento de

Nossos Apoiadores: