A iniciativa busca sensibilizar educadores e comunidade escolar sobre a importância do cuidado e conexão com a natureza

O Ecofuturo e a Suzano anunciam a realização do programa “Tecendo Saberes Ambientais” em Prado (BA). Um acordo de cooperação foi assinado com a Prefeitura do município, que apoiará o projeto de Educação Ambiental. A iniciativa é destinada aos professores e alunos da rede pública de ensino e tem como objetivo estimular a reflexão sobre a importância das estratégias para a conservação, recuperação e melhoria do meio ambiente.

Após as fases iniciais do programa, que envolvem articulação com o poder público, diagnóstico participativo e mobilização da comunidade escolar, serão iniciados os encontros de formação, coordenados pelo Ecofuturo. O objetivo dessa etapa, que reunirá cerca de 120 educadores, é incentivá-los a criar contextos de aprendizagem que contemplem os elementos da natureza, estimulando o desenvolvimento de projetos educacionais de forma interdisciplinar, que contribuam para a conscientização sobre a importância do cuidado com o meio ambiente e o potencial educador da natureza.

Os encontros ocorrerão em diferentes locais do município, com formações em cinco módulos, que incluem palestras com conteúdo técnico e conceitos sobre Educação Ambiental e o desenvolvimento de projetos socioambientais, entre outras atividades. Ao final, as ações implementadas com os alunos serão reunidas em um dossiê e apresentadas durante um evento no fim do ano letivo.

“O programa permitirá que os educadores desenvolvam novas formas de trabalhar questões ambientais dentro e fora da sala de aula e que possam adaptar esse tema ao contexto do município, com o intuito de aproximá-lo à realidade dos alunos. Criar espaços de diálogo sobre conservação e sustentabilidade na comunidade escolar é fundamental para que os estudantes se tornem mais conscientes sobre a necessidade do cuidado com a natureza e a biodiversidade, e do estreitamento dos vínculos com ambientes naturais”, afirma Paulo Groke, diretor de Sustentabilidade do Ecofuturo.

Sobre o Instituto Ecofuturo

O Instituto Ecofuturo contribui para transformar a sociedade por meio da conservação ambiental e promoção de leitura, integrando livros, pessoas e natureza. Entre as principais iniciativas estão o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo, com a implantação de mais de 100 bibliotecas no País, e a gestão do Parque das Neblinas, onde são desenvolvidas atividades de educação ambiental, pesquisa científica, ecoturismo, manejo e restauração florestal, e participação comunitária. Organização sem fins lucrativos, fundada em 1999 e mantida pela Suzano, o Instituto atua como articulador entre sociedade civil, poder público e o setor privado. Conheça mais sobre o Ecofuturo em www.ecofuturo.org.br, e acompanhe em www.facebook.com/InstitutoEcofuturo e www.youtube.com/institutoecofuturo.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos renováveis. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint venture Veracel, possui capacidade instalada de 11 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem aproximadamente 37 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Por: Liberdade News/ Ascom


Inscrições para o Fies vão até esta quinta

Termina nesta quinta-feira, 14, o prazo de inscrição para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os candidatos devem acessar o site do Fies

Pela 1ª vez em mais de 100 anos, leopardo negro é fotografado

Biólogos do Zoológico de San Diego filmaram o raro leopardo negro, também chamado de pantera negra, no Quênia Desde 1909 ninguém conseguia

45% dos estudantes não conseguem compreender textos, diz governo

Governo de São Paulo divulgou nesta terça-feira (12) os dados do Saresp 2018 com o desempenho de alunos da rede pública em português e

Universidades públicas não serão privatizadas, diz ministro

Ricardo Vélez afirmou que as instituições são "patrimônio da nação" e serão "geridas com total transparência" O ministro da Educação,

Médicos farão o Revalida no próximo dia 10 de março

Inep constatou irregularidade “de natureza ainda não esclarecida" na aplicação da prova. Polícia Federal foi acionada para apurar o caso O

Vou estudar em uma universidade longe de casa, e agora?

Confira as dicas e um pequeno manual para os marinheiros de primeira viagem não ficarem perdidos nessa nova etapa da vida acadêmica A alegria

Homem acha R$ 3 mil no chão, devolve a dono e recusa recompensa:

Teixeira de Freitas: Um morador da cidade de Teixeira de Freitas, encontrou um envelope com R$ 3 mil no estacionamento de um shopping, procurou o

Alunos da rede estadual iniciam ano letivo nesta segunda

A partir desta segunda-feira, 11, aproximadamente 800 mil estudantes da rede estadual de ensino irão retornar às aulas. Preparadas para o

Canabidiol: o milionário mercado dos produtos à base de maconha

De óleo vaporizador a creme para alívio da dor, adesivos, gomas, doces variados em formato de ursinhos, cobras e arco-íris, além de cápsulas e

Himalaia pode perder a maioria das geleiras até 2100

O derretimento das geleiras no Himalaia coloca em risco 2 bilhões de pessoas O Himalaia, a cordilheira que abriga a maioria das montanhas mais

UAI Brasil
O teixeirão 2018
Connect Informática
Nossos Apoiadores: