Um sistema de 4.500 anos de idade pode ajudar a entender como as pesadas pedras foram transportadas para a construção das pirâmides

Os arqueólogos há muito se perguntam exatamente como os antigos egípcios construíram a maior pirâmide do mundo, a Grande Pirâmide de Gizé. Agora, eles podem ter descoberto o sistema usado para transportar blocos de pedra maciços para cerca de 4.500 anos atrás.

Pesquisadores da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, e do Instituto Francês de Arqueologia Oriental do Cairo descobriram em uma pedreira de alabastro – do mesmo período – uma espécie de rampa que teria sido usada para transporte das pesadas pedras de alabastro.

A descoberta oferece aos pesquisadores “mais insights sobre a logística e as tecnologias usadas na” construção de uma das Sete Maravilhas do Mundo”, disse em um comunicado Roland Enmarch, egiptólogo que trabalhou no projeto.

Embora a teoria de um sistema de rampa tenha sido feita antes, o que a equipe anglo-francesa descobriu sugere que os pesados blocos de alabastro estavam sendo puxados em um ângulo muito mais inclinado do que se pensava anteriormente.

“Usando um trenó que carregava um bloco de pedra preso com cordas a esses postes de madeira, os antigos egípcios conseguiram retirar os blocos de alabastro da pedreira em encostas íngremes de 20% ou mais”, afirmou Yannis Gourdon, do Instituto Francês Arqueologia Oriental no Cairo, no comunicado.

Em 2017, arqueólogos egípcios fizeram manchetes em todo o mundo quando descobriram um espaço de 30 metros de comprimento escondido dentro de suas paredes de calcário e granito.

A Pirâmide de Gizé tem 139 metros de altura e foi construída há cerca de 4.500 anos. É o maior do grupo de pirâmides de Gizé, a mais antiga das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, e uma grande atração turística.

Fonte: Go Outside


Psicólogos e assistentes sociais nas escolas são necessários?

Veto do governo federal aos profissionais divide opiniões O projeto de lei 3.688/2000, que previa a presença de psicólogos e assistentes sociais

Trabalhadores em Educação do município de Nova Viçosa realizam

Nova Viçosa: Ocorreu nesta quarta-feira, 09 de outubro, uma paralisação dos Trabalhadores em Educação do Município de Nova Viçosa, promovida

BIBLIOTECA CEO. Uma viagem literária.

Teixeira de Freitas: Contando com um acervo de mais de 300 títulos catalogados em seu sistema, a Biblioteca da escola CEO proporciona aos seus

Setembro amarelo: Ceo Educacional realiza 1º café literário, com o

Teixeira de Freitas: No dia 27 de setembro de 2019 o Ceo Educacional promoveu o 1º Café literário, com o tema doenças psicológicas e seus

Contagem regressiva: faltam 30 dias para o Enem 2019

A primeira prova será aplicada no dia 03 de novembro Faltam apenas 30 dias para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e mais de 5 milhões

Forma de ensino na escola é fundamental para o desempenho do aluno

Escolas públicas de ensino médio, no Brasil, não oferecem condições satisfatórias de aprendizado, diz pesquisa Apenas 2% das escolas públicas

Prazo do Prouni é prorrogado para 4 de outubro

Novo calendário é para as bolsas remanescentes Candidatos que já estão matriculados na instituição de educação superior (IES) ganharam mais

Pestalozzi de Teixeira de Freitas dá exemplo ao País e inaugurará

Teixeira de Freitas: A Associação Pestalozzi de Teixeira de Freitas inaugurará nos próximos meses, a Rádio WEB PESTALOZZI, uma iniciativa

Melhor projeto de Educação será revelado pelo Prêmio Educador

População ainda pode votar no projeto favorito  O Prêmio Educador Nota 10, que neste ano chega a sua 22ª edição, anuncia nessa segunda (30) o

Quase metade do planeta ainda não tem acesso à internet, aponta

Em 2019, o acesso à internet passou a estar disponível a 51% da população mundial. Foi o primeiro ano em que a conectividade ultrapassou a casa

Nossos Apoiadores: