A bióloga Fernanda Abra desenvolveu um projeto para reduzir atropelamentos de animais

A bióloga brasileira Fernanda Abra, de 32 anos, desenvolveu um projeto para reduzir acidentes de trânsito entre animais e veículos no país. Executado com sucesso, espécies como lobos guará, onças-parda e jaguatiricas foram salvas pelas medidas preventivas de proteção desenvolvidas pela bióloga. E seu projeto foi um dos escolhidos a receber o Prêmio Future For Nature 2019, que prestigia jovens conservaionistas talentosos do mundo inteiro.

A partir de 125 inscrições de todo o mundo, um júri internacional de especialistas escolheu três projetos como vencedores. Na sexta-feira, 3 de maio de 2019, Fernanda Abra (Brasil), Olivier Nsengimana (Ruanda) e Divya Karnad (Índia) receberão o prestigioso prêmio de conservação da natureza e 50 mil euros por vencedor durante o evento Future For Nature Awards no Royal Burgers ‘Zoo, na Holanda.

Em parceria com a empresa ViaFauna, fundada pela bióloga e que presta consultoria ambiental especializada no manejo da fauna silvestre em rodovias, ferrovias e aeroportos, Fernanda reduziu com sucesso os acidentes de trânsito entre animais através de medidas preventivas de proteção, coleta e análise de dados e treinamento especial para motoristas e oficiais de trânsito.

Future For Nature Award Winners 2019!

Os três jovens conservacionistas selecionados para o Prêmio Future For Nature 2019

Fernanda começou a trabalhar como pesquisadora sobre os efeitos das estradas na vida selvagem em 2009. Em julho de 2019, ela defenderá sua tese de doutorado; “Colisão de veículos mamíferos ao longo de rodovias no Estado de São Paulo: Implicações para a vida silvestre, a segurança humana e os custos para a sociedade”.

O prêmio FFN dará um impulso à capacidade da bióloga de expandir seu trabalho nos níveis estadual e nacional, tornando possível implementar sistemas de transporte mais inteligentes e menos impactantes que respeitem a extraordinária biodiversidade do Brasil.

Projetos premiados

Outros dois projetos de jovens conservacionistas foram da indiana Divya Karnad e do ruandês Olivier Nsengimana. Divya reduziu com sucesso as indesejáveis capturas de tubarões ameaçados ao longo da costa de Coromandel, na Índia. Já Oliver, desenvolveu um projeto de proteção de aves da espécie Grou-coroado-oriental em Ruanda, combatendo o comércio ilegal, facilitando os programas de reintrodução e envolvendo a população local para entender a importância das aves.

Fonte: Go Outside


Capes anuncia novas regras para bolsas de pós-graduação

Modelo leva em consideração desempenho acadêmico e IDHM Cursos de mestrado e doutorado poderão perder até 10% ou ganhar mais 30% do número

Estudantes da UESB vencem workshop internacional de tecnologia

O desperdício de alimentos em feiras livres é um problema social que pode ser resolvido com apenas um caixote de feira, uma placa de

Não passou no vestibular? Confira dicas para recuperar a motivação

Aprenda a ter ânimo para voltar a estudar e não desistir do seu sonho Não passar no vestibular é uma situação que não é tão simples de

Curso de Biomedicina está entre os mais concorridos da área de

Biomédicos focam em pesquisas sobre causadores de enfermidades e suas possíveis curas A Biomedicina é uma carreira que transita entre a Biologia

MEC busca alternativa para voltar a emitir carteira de estudante

O Ministério da Educação (MEC) informou nesta segunda (17) que busca alternativas para garantir aos estudantes a emissão gratuita de

Resultado da segunda chamada do ProUni já está disponível

Estudantes têm até o dia 28 para apresentar documentação O Ministério da Educação divulgou hoje (18) o resultado da segunda chamada do

MEC não pode emitir carteira estudantil a partir desta segunda-feira

IDs terão validade até a data de expiração O Ministério da Educação (MEC) não está emitindo novas identidades estudantis (IDs) – as

Matrícula na educação infantil cresceu 12,6% nos últimos cinco

O crescimento foi impulsionado pelas matrículas em creches O número de matrículas na educação infantil aumentou em 12,6% nos últimos cinco

Praticar atividade física com vídeos da internet pode causar graves

Vídeos que circulam pela internet são alternativas “fáceis” e baratas Cada dia mais comum no ambiente virtual, aplicativos, blogs e vídeos

Saiba quais são os fenômenos astronômicos previstos para 2020

Calendário prevê eclipses solares, lunares e chuvas de meteoros Os fenômenos astronômicos previstos para 2020 vão além da Superlua deste

Nossos Apoiadores: