Estudar, passar no vestibular, se dedicar durante a faculdade e concluir a graduação. As etapas devem ser percorridas por estudantes que têm o sonho de se formar e adquirir o sonhado diploma. No entanto, nem sempre o caminho é simples considerando o crescimento de casos de diplomas falsos emitidos por Instituições de Ensino Superior (IES) de credibilidade duvidosa. Para quem cumpriu todas as etapas, o choque certamente é grande e, a polêmica, maior ainda.

No Espírito Santo, o educador Wemerson Nogueira foi apontado pela Secretaria Estadual de Educação (Sedu) como uma das pessoas que apresentou diplomas falsos para conseguir um cargo na rede pública estadual de ensino. A suspeita começou em 2017, quando foram levantadas suspeitas sobre a apresentação de diplomas falsos em um processo seletivo. No mesmo ano, Nogueira foi nomeado embaixador da educação no Brasil e, no ano anterior foi eleito educador do ano. E, em resposta às alegações da Secretaria capixaba, afirmou ter sido vítima da instituição de ensino.

No Brasil, um diploma de ensino superior somente tem validade se for emitido por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). O órgão disponibiliza gratuitamente um recurso para averiguar o registro e o reconhecimento das IES no sistema e-MEC – um sistema eletrônico do próprio órgão que permite o acompanhamento dos processos que regulam a educação superior no Brasil.

Para acessar, basta digitar no navegador o endereço http://emec.mec.gov.br/ e selecionar a aba “consulta avançada”.  Em seguida, é preciso selecionar a opção “Instituição de Ensino Superior”, preencher os dados solicitados e concluir a pesquisa. Caso seja reconhecida pelo MEC, a busca exibirá como resultado dados da natureza jurídica da IES, o endereço, cursos ofertados, os atos regulatórios além de informações sobre especializações, entre outros. 

No caso das instituições de ensino a distância, é preciso estar ainda mais atento e existem orientações podem ajudar o estudante a identificar a credibilidade da IES: é importante avaliar o tempo de duração do curso para saber se está adequado aos padrões do MEC, o valor das mensalidades e a existência ou não de reclamações. As redes sociais também podem ser usadas em favor do estudante para contatar estudantes antigos e tirar dúvidas sobre os cursos ofertados.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Flexibilização do ano letivo: MP é prorrogada pela Alcolumbre

O presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) publicou ato no Diário Oficial da União (DOU) que prorroga por 60 dias a

Ano letivo não será cancelado, garantiu Governador da Bahia

Em conversa com imprensa do recôncavo baiano e região baixo sul, nesta quinta-feira, 28, o governador Rui Costa afirmou que o ano letivo dos

Há necessidade de recursos para educação alertam secretários

Consed manifesta preocupação com redução do gasto público Em nota técnica, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) alerta

Alimentação escolar: Agricultura Familiar é tema de seminário

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foi tema do último dia do seminário virtual “Parceria mais forte, juntos para alimentar”,

Covid-19: MEC suspende pagamento de parcelas do Fies

Medida vale enquanto durar o estado de calamidade pública O Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) autorizou a suspensão das

Último dia para fazer as inscrições para o Enem é nesta quarta

MEC estendeu o prazo previsto no edital até o dia 27. Estudantes devem acessar a Página do Participante e tem até quinta (28) para pagar taxa O

Inadimplência cresce em instituições de ensino superior

Dados mostram que 26,3% estão com mensalidades atrasadas A taxa de inadimplência nas instituições privadas de ensino superior ficou em 26,3%

SISU 2020.2: MEC inclui oferta de vagas para cursos a distância

As alterações passam a valer já para o processo seletivo do segundo semestre O Ministério da Educação (MEC) publicou uma portaria alterando as

Sisu oferecerá vagas em cursos de ensino a distância

As vagas são oferecidas com base nas notas do Enem O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ofertará, a partir do segundo semestre, vagas para

Enem 2020: plataformas on-line e gratuitas liberam conteúdos

Conteúdos auxiliam os estudantes em diversas disciplinas Com o adiamento das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, sem novas

Nossos Apoiadores: