Atacado por olavistas na semana passada, o ministro Santos Cruz se fortaleceu no governo com um decreto publicado nesta quarta-feira (15), que dá poderes à Secretaria de Governo, pasta comandada por ele, de avalizar indicações e nomeações do Executivo.

Diz trecho do decreto que compete à Secretaria de Governo da Presidência da República: avaliar as indicações “de dirigente máximo de instituição federal de ensino superior" e indicações para "nomeação ou designação para desempenho ou exercício de cargo, função ou atividade no exterior”.

A partir de 25 de junho, a Secretaria de Governo terá de dar aval a todas as nomeações/indicações de cargos como, além de reitores de universidades federais, embaixadores, secretários-executivos, cargos DAS [de confiança] níveis 3, 4, 5 e 6. A avaliação será feita com base na “conveniência e oportunidade administrativa” das indicações.

Ao blog, o ministro disse que o decreto “é para organizar melhor o sistema de nomeações” e que foi “feito em conjunto”. São cinco autoridades que assinam o decreto: além do presidente Jair Bolsonaro, os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Augusto Heleno (GSI), o próprio Santos Cruz e Wagner Rosário (CGU).

O ato do Executivo fortalece Santos Cruz uma semana após o ideólogo Olavo de Carvalho disparar ataques ao núcleo militar do governo. Olavo é conselheiro do presidente Bolsonaro.

Santos Cruz foi um dos principais alvos do ideólogo, e recebeu manifestações de solidariedade – por exemplo, do general Villas Boas, ex-comandante do Exército e um dos militares mais respeitados do país.

Na terça-feira (14), o governo precisou negar especulações de que Santos Cruz seria demitido. Ao blog, o ministro Augusto Heleno chegou a dizer que não existia “nenhum fundamento” na exoneração de Santos Cruz.

Um dia depois, o decreto com mais poderes a Santos Cruz foi publicado.

O decreto também cria o Sistema Integrado de Nomeações e Consultas (Sinc), um sistema eletrônico que vai centralizar e armazenar todas as indicações de nomeações por parte dos ministérios. No sistema, as indicações precisarão ter informações como experiência profissional. A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e a Controladoria-Geral da União (CGU) farão uma análise da “vida pregressa” da pessoa em questão.

Fonte: G1


Alunos do Curso Técnico em Contabilidade da ECTEF de 1998 se reúnem

Teixeira de Freitas: "Quando uma solicitação de amizade ou uma curtida te levam de volta para os tempos de escola e permite o reencontro com

Qualificação: programa capacita jovens para se tornarem professores

O programa Ensina Brasil é uma iniciativa que tem como objetivo a qualificação de jovens para se tornarem professores da rede pública de

Inscrições para pré-seleção do Bolshoi seguem até 25 de agosto

Teixeira de Freitas: pouco mais de um mês para chegar ao fim as inscrições para a pré-seleção da Escola de Teatro Bolshoi que irá acontecer

Enem 2019: temas de noticiários podem estar presentes no exame

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 está se aproximando. E, de acordo com um levantamento realizado com a ajuda de alguns cursinhos

Teixeira: Escola Irmã Dulce é totalmente reformada e ampliada

Teixeira de Freitas: Para simbolizar a entrega das melhorias nas escolas Irmã Dulce, Joaquim Muniz e João Mendonça, o prefeito de Teixeira de

Embaixadora da paz: Educadora baiana Maribel Barreto será

O branco na roupa anuncia uma atitude que vai além das vestimentas. A educadora baiana Maribel Barreto é conhecida e reconhecida internacionalmente

Bolsas para pesquisa estão sendo ofertadas na América Latina

Estudantes de mestrado, doutorado e orientadores de universidades da América Latina que fazem pesquisa em Ciência da Computação, Engenharia e

Mentir no currículo: saiba quais os riscos dessa prática

Uma medida desesperada pode parecer inicialmente inofensiva: mentir no currículo. No entanto, pode acarretar diversos problemas ao longo do tempo,

Prouni 2019.2: candidatos devem manifestar interesse dia 15 de julho

Os candidatos que se inscreveram no Programa Universidade para Todos (Prouni) do segundo semestre de 2019 e não foram contemplados na chamada

Estudantes têm até hoje (12) para complementar as informações do

Os selecionados na segunda edição do Fundo de Financiamento Estudantil 2019 têm até hoje (12) para complementar a inscrição na página do

Nossos Apoiadores: